Categories:

Startup oferece parcelamento de multas, IPVA e licenciamento

Zapay, criada em 2018 em Brasília, é uma startup especializada no parcelamento de débitos de veículos. A empresa tem convênio e acesso autorizado em 24 DETRANs do Brasil. A companhia é especializada em dívidas automotivas como IPVA, multas, DPVAT e licenciamento em um só lugar, sem filas, sem burocracia e com a possibilidade de parcelamento de até 12x no cartão. 

“A Zapay surgiu para ser uma facilitadora do pagamento de débitos com os órgãos de trânsito, observamos uma carência nesse mercado e enxergamos que teríamos demanda em todo o país. O objetivo é sermos um canal mais fácil do que o DETRAN, uma página no Brasil, que vai consolidar todos os DETRANs e, se você tem débito ou não, vai conseguir ter acesso a um serviço desburocratizado”, ressalta Callebe Mendes, CEO da Zapay.

A empresa vem crescendo de forma consistente desde a sua fundação, e hoje, a Zapay já regularizou mais de 215 mil veículos. Além disso, atingiu a marca de mais de 3,13 milhões de consultas e clientes atendidos. 

A startup quer se posicionar no mercado como a primeira opção do consumidor. “Estamos no mercado como a empresa que quer facilitar a vida do consumidor. Para isso, cada vez mais estamos trabalhando por meio de API (Interface de Programação de Aplicações) e oferecendo todos os serviços de maneira digital”, reforça Callebe. 

Com perfil de clientes diversificado, a Zapay atende as necessidades de todos os públicos quando o assunto é regularizar a situação do veículo. A solução é distribuída com postos físicos, no site da empresa, por meio das páginas de parceiros que terão a funcionalidade da Zapay dentro delas e também pelos parceiros que tem como clientes proprietários de veículos. 

Cashback Mastercard

Para clientes Credicard, a partir de hoje (28), os débitos poderão ser pagos com o cartão. Tudo pode ser feito pelo celular, a opção de pagamento facilitado está disponível na Loja de Benefícios do app e vale para os cartões Credicard Zero e Credicard On.

O processo é simples: basta entrar na Loja de Benefícios do app, clicar na seção da parceria com a Zapay e informar a placa do veículo para ter acesso a todos os débitos. Sem burocracia nem espera, o cliente pode selecionar os débitos que deseja quitar e seguir com a opção de pagamento no cartão de crédito, que pode ser feito à vista ou em até 12 vezes. Após a autorização do pagamento no cartão Credicard, os débitos seguem para quitação junto ao Detran,  o que acontece em um prazo de 12 a 48 horas úteis.

“Estamos sempre buscando deixar a vida de nossos clientes mais prática, para que tenham mais disponibilidade para o que é importante em sua vida – nossa motivação é identificar o que toma tempo e trazer mais simplicidade para as tarefas do dia a dia. Essa parceria chega especialmente para desburocratizar um processo que todos que possuem algum veículo precisam enfrentar, pelo menos uma vez por ano. E além da facilidade e da possibilidade de parcelamento, o cliente Credicard pode reverter o pagamento em benefícios, como mais cashback no fim do mês”, destaca Priscila Ciolli, superintendente da Credicard. 

Em quanto tempo os débitos estarão liquidados no Detran?

Online

Toda transação feita em nosso site, passa por uma análise de segurança que pode levar até 48 horas úteis. Após a aprovação do pedido, os débitos irão ser liquidados junto a rede bancária. Depois desse processo, o DETRAN solicita até 2 dias úteis para que os débitos sejam baixados no sistema. Vale lembrar que, alguns débitos podem quitar mais rápido e outros podem demorar um pouco mais, como no caso de dívida ativa ou de débitos que forem de órgãos diferentes.

Físico

Diferente do online, no atendimento presencial, não há análise, ao concluir a transação, basta aguardar a quitação junto ao órgão, que pode levar até 2 dias úteis.

Estados suportados

  • Alagoas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraíba
  • Paraná
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • São Paulo

Fonte: Matéria publicada pelo IG na seção de Economia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *