Posto de combustível
Categories:

Golpe do posto de gasolina

No Rio Grande do Sul, uma cliente relatou que foi alvo de um golpe em um posto de combustível. Ela foi até o posto de combustível com o intuito de abastecer o valor de R$ 50, mas acabou tendo que arcar com uma conta de R$ 2.600. A cobrança indevida foi resultado da inclusão de quatro frascos de limpa bico injetor, entre outros, cada um com o valor de R$ 149, de acordo com a nota fiscal apresentada.

De acordo com o site do fabricante, o preço médio de venda para esses frascos de limpa bico injetor é de R$ 23. Essa grande discrepância no preço levanta questões sobre a prática de preços abusivos por parte do posto de combustível. Após a denúncia, a rede afirmou que demitiu o frentista e devolveu o dinheiro para a cliente.

Não é a primeira vez que postos de combustíveis no Rio Grande do Sul são alvos de denúncias e operações da polícia. Em junho de 2022 uma rede do estado foi fechada após vídeos comprovando o golpe dos frentistas, que empurram produtos superfaturados e desnecessários. Eles se aproveitam principalmente de pessoas que apresentam um maior desconhecimento sobre o veículo.

Neste caso, o dono do rede estimulava e ensinava os funcionários a maneira de aplicar o golpe com áudios enviados pelo WhatsApp aos frentistas. Eles chegavam a jogar óleo queimado no motor do veículo em um momento de distração do proprietário para insinuarem que o carro estava prestes a pegar fogo e que não poderia ser ligado, sem poder sair do local, a vítima cedia e aceitava os preços dos produtos.

Segundo a polícia, os alvos principais dos golpistas são mulheres, idosos e pessoas com veículos novos.

As autoridades alertam aos consumidores para que os mesmos busquem sempre um posto ou um mecânico de sua confiança para realizar qualquer tipo de serviços, para evitar cair em golpes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *