honda CR V
Categories:

Honda CR-V 2024: novo design, motor 2.0 híbrido e mais sustentável

No segundo semestre de 2023, chega às vias públicas brasileiras o novo Honda CR V, o SUV médio da Honda. Com novo design, motor 2.0 híbrido e uma proposta mais sustentável. Aliás, trata-se de um retorno de um utilitário esportivo bastante querido entre os brasileiros

As novidades para o Honda CR-V vão ainda além: para 2024, a montadora lançará a versão do SUV movido à célula de hidrogênio. Uma proposta inovadora, a partir de uma parceria com a General Motors, e que promete agitar o mercado automobilístico.  

Confira essas e outras novidades envolvendo o novo Honda CR-V no artigo a seguir.

– Design Honda CR-V

– Versões

– Motorização do Honda CR-V

– Movido a hidrogênio

– Parceria Honda e GM

Dica da Zapay: confira os lançamentos de 2023

Design Honda CR-V

Quando o assunto são os veículos utilitários esportivos, os famosos SUVs, muito condutores se animam com as novidades, afinal, nas últimas duas décadas o número de fãs desse segmento disparou. No mercado automotivo brasileiro (e também no global), é enorme a oferta de SUVs, para todos os gostos e bolsos. E é claro que a Honda não está de fora.

Depois da chegada do Novo HR-V, a montadora japonesa promete o novo CR-V também no Brasil. Sua chegada deve ocorrer no segundo semestre de 2023. Aliás, o novo design do SUV médio teve suas imagens registradas no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

O design do novo CR-V oferece nova identidade, com a parte frontal ostentando uma grade mais larga, além de bordas iluminadas e incorporação aos faróis de LED. Ainda: o para-choque dianteiro forma um L invertido e uma segunda entrada de ar foi instalada na parte inferior do carro, com duas peças cromadas.

Por sua vez, a parte traseira apresenta iluminação e para-choque com novo desenho, de modo que a placa está em nova posição e ficará no meio da tampa do porta-malas.  

Versões do novo CR-V

Para o mercado brasileiro, deve chegar apenas a versão híbrida, conhecida por Touring, que é a topo de linha. Trata-se de um modelo cujo sistema tem um motor 2.0 a gasolina e dois propulsores elétricos.

O novo CR-V conta com assistente de descida em rampas, novos airbags, alerta de ponto cego, leitor de placas de trânsito, assistente de permanência em faixa, dentre outros itens de segurança.

Para 2024, a montadora japonesa conta com uma grande novidade: o lançamento global do CR-V movido a hidrogênio. O carro será baseado na atual versão do SUV e contará com sistema de célula de combustível de próxima geração, além da função plug-in – que oferece conforto e conveniência dos veículos elétricos que podem ser recarregados em casa.

Em outros países, a Honda disponibilizou outras versões do CR-V, como a EX e EX-L. São modelos com motor 1.5 turbo, que gera 190 cv de potência e 24,7 kgfm de torque.

CR V Honda

Saiba mais sobre o que caracteriza um automóvel híbrido

Os veículos híbridos combinam um motor de combustão interna tradicional, geralmente a gasolina, com um sistema elétrico de propulsão. Vale destacar que existem dois tipos principais de veículos híbridos:

  1. Híbridos paralelos: nesses veículos, tanto o motor a combustão quanto o motor elétrico podem fornecer energia para as rodas. O sistema escolhe a fonte de energia mais eficiente para a situação vigente.
  2. Híbridos em série: nesse modelo o motor elétrico é a principal fonte de propulsão, enquanto o motor a combustão é utilizado para recarregar as baterias ou fornecer energia adicional em determinadas situações.

Motorização do Honda CR-V

A versão Touring, com o motor 2.0 a gasolina e dois propulsores elétricos, apresenta até 207 cv de potência e 34,1 kgfm de torque. Na versão comercializada nos Estados Unidos, país onde o modelo foi lançado em 2022, faz 17 quilômetros por litro de combustível, em média de consumo.

Já para a versão movida a hidrogênio, a Honda promete emissão zero de poluentes, o que contribuirá para a meta anunciada pela fabricante de fazer carros elétricos a bateria (BEVs) e veículos motivos a hidrogênio (FCEVs) – essa iniciativa tem como objetivo representar 100% das vendas globais da montadora japonesa até 2040.

Movido a hidrogênio

Vale a pena frisar que a Honda é uma das fabricantes de veículos automotores que defende a ideia de quem futuro que se proponha mais sustentável não depende exclusivamente de automóveis e motocicletas híbridos e elétricos. Essa premissa justifica o investimento feito pela montadora japonesa no desenvolvimento de novas tecnologias, como os propulsores movidos a hidrogênio.

Ainda em novembro de 2022, a Honda já havia revelado alguns detalhes sobre a proposta de veículos movidos a hidrogênio, os quais, ao invés do uso de gasolina, carregarão um tanque de alta pressão, com o objetivo de gerar eletricidade dentro de células de combustível para acionar o motor elétrico. Assim, o automóvel entrará em movimento, sem que seja necessário liberar dióxido de carbono (CO2) ou outro poluente na atmosfera.

O novo CR-V com motor a hidrogênio será produzido na fábrica de Marysville, em Ohio (Estados Unidos). A meta de vendas anuais da montadora é de cerca de 2.000 unidade do novo sistema ao longo dessa década – em 2030, o objetivo é que esse número aumente para 60.000 unidades anuais.

E engana-se quem pensa que o novo sistema visa apenas automóveis elétricos movidos a célula de combustível (FCEVs). O planejamento é que ele seja implementado também em veículos comerciais, tais como caminhões pesados e máquinas de construção.

O motor movido à celular de combustível de hidrogênio é uma parceria feita pela Honda e a General Motors (GM), chamado de sistema de próxima geração pela montadora japonesa. Aliás, a Honda pretende mais do que dobrar a durabilidade em comparação ao seu antigo sistema, que faz uso de célula de combustível, e reduzir os custos em dois terços.

honda CR-V

Parceria Honda e GM

O novo motor movido a hidrogênio é uma parceria (joint venture) entre a Honda e a General Motors (GM). As duas potências do mundo automobilístico firmaram uma parceria em 2017 para o desenvolvimento de sistemas de células de combustível compactos, de baixo custo e alto desempenho. 

Desse modo, a meta da Honda com o motor movido a hidrogênio é mais do que dobrar a durabilidade em comparação ao sistema de célula de combustível instalado no Honda Clarity Fuel Cell, de 2029, além de reduzir o custo para um terço.

O objetivo é, além de equipar tanto os carros da Honda quanto os da GM, vender essa tecnologia para outras empresas interessadas em utilizar esse tipo de sistema. A estimativa feita pela montadora é de que 60.000 unidades sejam vendidas em 2030.

Confira mais algumas informações sobre o nome Honda CR-V

Ao longo desse artigo, você conferiu que, para 2023, a Honda lança algumas novas versões de veículos já consagrados entre os fãs da marca e demais condutores, com destaque ao novo CR-V, que chega com a versão Touring híbrida. 

Os preços para que o amigo condutor possa garantir o novo CR-V na garagem giram em torno de R$300.000. Porém, oficialmente o valor para o Brasil não foi ainda anunciado pela montadora.

Do mesmo modo, quanto ao consumo do novo CR-V, ainda não há informações acerca da versão Touring híbrida. Porém, é possível que o consumo de bateria se assemelhe aos conceitos e:NP1 e NS1. Assim, o consumo de energia da bateria pode se aproximar de 68,8 kWh, o que possibilitaria a autonomia de 500 quilômetros ao SUV.

A nível de comparação, a versão anterior do CR-V fazia 10,4 quilômetros por litro de gasolina na cidade. Já na estrada, o carro fazia 11,9 quilômetros por litro de gasolina. 

Avatar image of Alessandra Comitre
Written by

Alessandra Comitre

Jornalista formada há mais de 15 anos, com 12 anos de experiência em produção e criação de conteúdo, edição de texto, e gestão de pessoas. Atualmente atuo como redatora e produtora de conteúdo SEO freelancer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *