detran am
Categories:

Conheça os serviços do Detran Digital Manaus

DETRAN Digital AM

Nada como contar com facilidade e praticidade na hora de consultar informações sobre o seu veículo ou ainda quitar débitos veiculares, não é mesmo?! Para trazer conforto ao condutor, há o DETRAN Digital, plataforma na qual você poderá conhecer melhor neste artigo.

Mais especificamente, saiba mais sobre o DETRAN Digital Manaus ou DETRAN AM Digital e deixe a sua vida burocrática e a do seu veículo sempre em dia. Coloque seu cinto de segurança e embarque nessa viagem com a Zapay!

– Tudo sobre o DETRAN AM 

– DETRAN AM digital 

– Como consultar placa no DETRAN AM? 

– Como consultar o licenciamento? 

– Multas DETRAN AM

Tudo sobre o DETRAN AM 

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (DETRAN AM) é uma das autoridades de trânsito para as cidades deste estado. Cabe a ele, por exemplo, avaliar a capacidade física, mental e psicológica dos aspirantes a motorista – ou seja, aqueles que desejam ter a formação oficial para conquistar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Todos os profissionais envolvidos neste processo, como médicos, psicólogos e técnicos ligados aos Centro de Formação dos Condutores são credenciados pelo DETRAN.

Além da formação, o DETRAN AM é responsável também por fiscalizar os motoristas e credenciar fabricantes de placas em sua jurisdição. Em suma, o DETRAN AM planeja, coordena, fiscaliza e executa a Política Estadual de Trânsito com foco, sobretudo, à preservação da vida e à garantia de um trânsito seguro.

O DETRAN AM oferece ainda a CNH Social Manaus, iniciativa criada para habilitar pessoas de baixa renda ou que estejam desempregadas e, consequentemente, não têm condições de pagar por uma carteira de motorista. Este projeto também é conhecido como DETRAN Cidadão. Dentro dele, há ainda dois programas, que são: Motociclista Legal e CNH na Escola. 

A partir da prestação de serviços aos amazonenses, o DETRAN AM ajuda o condutor com os seguintes processos:

  1. Primeira e segunda via de CRLV (DUAL) – emissão do Certificado de Registro de Licenciamento, documento de porte obrigatório.
  2. Primeira a segunda via de CRV (DUT) – emissão de um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV ou CRLV-e), motivado por dano, rasura, preenchimento incorreto ou indevido, extravio, roubo ou furto do documento original.
  3. Primeira e segunda via de CNH – emissão de uma nova carteira de motorista, por solicitação do motorista, por causa de dano ou rasura, extravio, roubo ou furto do documento. 
  4. Primeira e segunda via de placa, tarjeta ou lacre.
  5. Primeira e segunda via de protocolo de CNH.
  6. Agendamento: permite agendar atendimento presencial nos diversos postos do DETRAN AM para que diversos serviços possam ser acessados, tanto para o condutor quanto para o veículo.
  7. Alteração de característica do veículo, incluindo instalação de GNV: voltado ao serviço de alteração de característica do automóvel. 
  8. Alteração de dados do proprietário: serviço para quando há mudança de nome ou endereço, por exemplo.
  9. Andamento do processo de Habilitação.
  10. Dentre outros.

Dica da Zapay: fique por dentro sobre como fazer a renovação CNH Manaus. Não vacile!

DETRAN AM digital 

Trata-se do serviço digital do DETRAN AM. Nele o condutor poderá obter informações sobre o veículo, a carteira de habilitação, consultar débitos, imprimir boletos, dentre outros. 

Confira alguns dos serviços disponíveis com o DETRAN AM Digital:

  1. Solicitação de 2ª via de CRV.
  2. Solicitação de 2ª via de CRLV.
  3. Consulta de dados da habilitação, QR Code para a carteira de habilitação digital, consulta de restrições da habilitação e consulta de pontuação da habilitação.
  4. Transformação de notificação de autuação em penalidade.
  5. Cadastro de endereço de CNH.
  6. Autorização de estacionamento para idoso.
  7. Vinculação ou desvinculação do veículo ao cadastro do proprietário.
  8. Consulta de financiamentos.
  9. Consulta de débito e restrições.
  10. Conversão de autuação em advertência.
  11. Conversão de autuação em penalidade.
  12. Alteração de endereço do veículo.
  13. Mudança de placa modelo Mercosul.
  14. Recolocação de placa.
  15. Emissão de CRLV-e.
  16. Emissão de 2ª via de CRV.

Quer fazer um agendamento utilizando o DETRAN AM? Então, confira quais são as etapas necessárias:

a) Acesse o serviço de agendamento eletrônico, para tal, entre no “Portal Institucional DETRAN – AM” e clique na opção “Agendamento”. Outro caminho é acessar o DETRAN Digital e clicar em “Agendamento”.

b) Em seguida, você deve preencher seus dados pessoais obrigatórios, como nome completo, CPF e número de telefone. O endereço de e-mail é considerado um dado opcional. 

c) Depois, escolha o tipo de serviço que deseja: “CNH” ou “Veículos”.

d) Nesta etapa, o condutor deve selecionar o serviço. Caso opte pela categoria “Veículos”, é necessário informar o número do RENAVAM (Registro Nacional de Veículos Automotores) ou o número do chassi do automóvel. Já se serviço escolhido for o “Primeira Habilitação” faz-se preciso o preenchimento de um formulário de pré-cadastro. Fique atento!

e) Em seguida, clique no botão “Selecionar”. Escolha a data, o local disponível e um horário disponível.

f) Clique na opção “Concluir” e confira os dados informados.

g) Finalmente, imprima o comprovante do agendamento. Basta comparecer ao local escolhido, no dia e hora determinados, e realizar o procedimento solicitado.

Dica da Zapay: conheça os melhores lugares para viajar no Brasil de carro.

detran digital am
Como consultar placa no DETRAN AM? 

É sempre importante o motorista ter em mente que, com a placa do seu veículo automotor, é possível consultar muitas informações e saber como está a situação do carro. Portanto, dentro do sistema do DETRAN AM, o motorista precisa ter em mãos todo o código alfanumérico da placa para acessar o sistema (além de cadastro prévio).

Além de entrar no sistema diretamente no site do DETRAN AM, cujo endereço eletrônico é https://www.detran.am.gov.br/, é possível acessar os dados também pelo site ou pelo aplicativo da Zapay. Afinal, nossa base de dados extrai as informações diretamente das bases dos DETRANs de todo território nacional. 

Dessa forma, o condutor pode ter acesso à situação do carro e a diferentes formas de pagamento para sanar os débitos veiculares. Com a Zapay, aliás, o motorista pode quitar multas, licenciamento, IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículo Automotor) e outras taxas em até 12 vezes no cartão de crédito.

Além do número da placa, o RENAVAM também pode ser muito útil para que o dono do automóvel ou da motocicleta saiba mais sobre a situação do veículo.

Como consultar o licenciamento? 

É fundamental que todo proprietário de veículo e todo motorista saibam sobre a importância do licenciamento veicular. Trata-se de um dos documentos mais fundamentais do automóvel, afinal, é ele quem informa se as multas e o IPVA foram quitados, de modo a autorizar o veículo a andar pelas vias públicas. 

Ainda: o licenciamento também comprova que o carro em questão está seguindo a legislação acerca de segurança e meio ambiente. 

O amigo condutor também pode realizar esta consulta no site ou no app da Zapay, utilizando o número da placa do veículo. Para emitir o CRLV-e, é necessário, primeiramente, a confirmação e o registro do pagamento do licenciamento – fique ligado!

No caso dos condutores que utilizem os trabalhos do DETRAN AM, o CRLV-e é obtido através do acesso no DETRAN Digital.

Multas DETRAN AM

Conforme já destacamos neste artigo, o DETRAN AM tem como função fiscalizar o trânsito. E cada erro cometido pelo condutor é avaliado segundo as diretrizes do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Desse modo, as infrações são classificadas por níveis de gravidade, podem ser leves, médias, graves ou gravíssimas. 

Quanto mais risco à vida e ao trânsito, mais grave é a infração e mais pesada é a penalidade (tanto na pontuação descontada na CNH quanto no valor a ser pago). Não vacile, pois, a depender da quantidade de pontos somados, o motorista pode perder a carteira de habilitação.

Ao cometer uma infração de trânsito, o agente de trânsito toma nota e a entidade responsável encaminha a notificação de autuação ao endereço do motorista. Vale dizer: segundo a Constituição Brasileira, todo cidadão tem direito à defesa – caso ele entenda que a notificação é descabida, tem todo o direito de entrar com um recurso para reverter a situação. 

Caso o condutor não realize a quitação da multa dentro do prazo previsto na notificação de autuação, haverá uma punição no bolso: a penalização fica sujeita ao pagamento de juros de mora e ao aumento do valor inicial estabelecido. Em caso de atraso longo, é importante o condutor ficar ainda mais ligado, pois corre o risco de entrar na Dívida Ativa, situação que pode trazer como consequência o bloqueio de bens.

Vale destacar que os DETRANs inscrevem em Dívida Ativa débitos de multas que são de sua competência e que o condutor não tenha efetuado o pagamento, mesmo com os prazos legalmente fixados já esgotados. 

Confira alguns trechos do artigo 22, do CTB, que destaca as ações que competem aos órgãos ou às entidades executivos de trânsito dos Estados e do Distrito Federal (como é o caso do DETRAN), no âmbito de sua circunscrição:

  1. Cumprir e fazer cumprir a legislação e as normas de trânsito, no âmbito das respectivas atribuições.
  2. Realizar, fiscalizar e controlar o processo de formação, aperfeiçoamento, reciclagem e suspensão de condutores.
  3. Expedir e cassar Licença de Aprendizagem, Permissão para Dirigir e Carteira Nacional de Habilitação, mediante delegação do órgão máximo executivo de trânsito da União.
  4. Vistoriar, inspecionar as condições de segurança veicular, registrar, emplacar e licenciar veículos, com a expedição de documentos, como CRV e de Licenciamento Anual, mediante delegação do órgão máximo executivo de trânsito da União.
  5. Estabelecer, em conjunto com as Polícias Militares, as diretrizes para o policiamento ostensivo de trânsito.
  6. Executar a fiscalização de trânsito, autuar e aplicar as medidas administrativas cabíveis pelas infrações previstas no CTB.
  7. Aplicar as penalidades por infrações previstas no CTB, notificando os infratores e arrecadando as multas que aplicar.
  8. Arrecadar valores provenientes de estada e remoção de veículos e objetos.
  9. Comunicar ao órgão executivo de trânsito da União a suspensão e a cassação do direito de dirigir e o recolhimento da CNH.
  10. Coletar dados estatísticos e elaborar estudos sobre acidentes de trânsito e suas causas.
  11. Credenciar órgãos ou entidades para a execução de atividades previstas na legislação de trânsito, na forma estabelecida em norma do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito).
  12. Implementar as medidas da Política Nacional de Trânsito e do Programa Nacional de Trânsito.
  13. Promover e participar de projetos e programas de educação e segurança de trânsito de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo CONTRAN.
  14. Integrar-se a outros órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito para fins de arrecadação e compensação de multas impostas na área de sua competência, com vistas à unificação do licenciamento, à simplificação e à celeridade das transferências de veículos e de prontuários de condutores de uma para outra unidade da Federação.
  15. Fornecer, aos órgãos e entidades executivos de trânsito e executivos rodoviários municipais, os dados cadastrais dos veículos registrados e dos condutores habilitados, para fins de imposição e notificação de penalidades e de arrecadação de multas nas áreas de suas competências.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *