Categories:

Desconto IPVA: vale a pena pagar à vista ou parcelado?

O Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é uma obrigatoriedade anual cobrada dos proprietários de veículos e, provavelmente, tanto motoristas quanto motociclistas devem saber que, quando pago antecipadamente, o desconto do IPVA é uma realidade. 

Agora, o que alguns talvez não saibam, é que o desconto pode ocorrer quando pago em outras datas posteriores. O que muda é a porcentagem desse desconto, que se reduz conforme o passar dos meses, antes do vencimento, claro.

Em caso de pagamento parcelado, o desconto também existe em alguns estados. Na região do Rio Grande do Sul, por exemplo, o desconto só acontece quando o parcelamento começa já no primeiro mês do ano.

Vale lembrar que cada estado tem autonomia para determinar a dinâmica de acerto do imposto, assim como os meses de início do recolhimento, divisão de datas pelas placas do veículo e percentual de descontos. Para ilustrar os formatos de descontos e parcelamentos, no decorrer deste artigo usaremos alguns estados como exemplo. 

É possível conseguir desconto no IPVA?

Como foi dito no tópico anterior, o desconto é proporcional à antecipação do pagamento do IPVA, mas existem mais maneiras de economizar.

Se o condutor não recebeu nenhuma multa no ano de emissão da guia do imposto, por exemplo, é possível acumular o desconto através do Cadastro do Bom Motorista, ou Registro Nacional Positivo de Condutores (RNPC). O modelo entrou em prática em 2021 através da Lei 14.071/2020, e ainda está sendo implementada nos estados brasileiros. Por isso, vale verificar se no seu estado as medidas já estão em funcionamento.

Além do RNPC, existe também o desconto através da porcentagem da UPF, a Unidade Padrão Fiscal, que muda de estado para estado, e determina qual o valor mínimo de cada parcela do IPVA.

As porcentagens de desconto têm vários fatores no seu cálculo: valor do automóvel, preço na tabela FIPE (Fundação de Pesquisa Econômica) e finalidade do veículo, como micro-ônibus de turismo ou escolar, táxi ou carro particular, transportes e etc. 

Como conseguir desconto no IPVA

À vista ou parcelado? A gente sabe que a opção varia de acordo com o planejamento financeiro e condições de cada um, então trouxemos aqui as particularidades de cada possibilidade. Assim, fica mais fácil entender e organizar o seu orçamento.


IPVA com desconto no pagamento à vista

O valor é automaticamente descontado do IPVA quando realizado o pagamento de acordo com as normas de cada estado. 

Então, para conseguir esse desconto à vista no IPVA, basta quitá-lo antes ou até o vencimento. 

Vale ressaltar que em alguns estados, o pagamento antecipado gera descontos mais altos, inclusive. Mas de qualquer forma, é simples, pagando o IPVA dentro do prazo, o desconto está incluso.

IPVA com desconto no pagamento parcelado

Já no caso do parcelamento do IPVA, o desconto é apenas concedido em algumas regiões, como o exemplo do Rio Grande do Sul, citado no início.

De qualquer maneira, quando o estado opera dessa forma e permite a redução no valor do imposto, ela também acontece automaticamente, quando o condutor quita a primeira parcela dentro do prazo de vencimento, ou com antecedência.

Os Detrans de cada estado possuem as regras aplicadas, e costumam divulgá-las já no final do mês anterior. 

Parcelamento de IPVA no cartão de crédito: como fazer?

Aqui na Zapay a gente te ajuda com isso, temos a maior cobertura nacional de consulta veicular, com um sistema integrado aos Detrans de 25 estados brasileiros, de todas as regiões do país.

Além do IPVA, você pode consultar e pagar parcelado outros débitos veiculares, como multas de trânsito, por exemplo. Tudo sem sair de casa! 

Qual é o prazo de pagamento?

O prazo de pagamento, como os outros quesitos, tem normas diferentes em cada estado. 

Em estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e vários outros, o último número de cada placa determina o mês de vencimento da primeira parcela ou do pagamento à vista. 

A exemplo do Acre, motoristas cujos carros têm placas que terminam em 1 e 2, podem pagar no final do mês de janeiro, dia 31. Enquanto o condutor que a placa do carro termina em 0, pode pagar até o final de agosto, também dia 31. 

Já no estado de Alagoas, para ter o desconto, todos os condutores, independente do número da placa, tem que pagar até dia 31 de janeiro.

Um outro estado que tem o esquema bem diferente é o Amapá: valendo para todas as placas, o valor pode ser dividido em três parcelas, pagas nos dias 15 de março, 15 de abril e 16 de maio, respectivamente. 

O que acontece se eu perder esse prazo?

A partir do primeiro dia após o vencimento do IPVA, já começam a correr juros e multa, convencionados em 0,33% do valor do IPVA por dia, até o limite de 20% do imposto, além da taxa Selic.

30 dias após o vencimento, o CPF do condutor poderá ser inscrito na “Dívida Ativa”, que é uma forma dos órgãos públicos, tanto federais quanto estaduais e municipais, de acompanhar as pessoas que não quitaram todos os valores pendentes na esfera pública. 

Estar com o CPF na Dívida Ativa implica em consequências certamente desagradáveis, como não conseguir crédito, ter dificuldade de se matricular em entidades de educação pública, abrir contas bancárias e até de se inscrever em concursos públicos.

Uma outra consequência do atraso é que rodar com o IPVA pode acarretar em uma multa gravíssima e 7 pontos na carteira, além do condutor ter o veículo apreendido. Isso acontece porque não quitar o IPVA faz com que você fique também com o Licenciamento atrasado

Em alguns estados, em caso de atraso com mais de 30 dias, o condutor perde o direito de parcelar o IPVA, como na Bahia.

Qual é a porcentagem de desconto?

A porcentagem de desconto no IPVA é mais alta quando o valor é quitado à vista, conforme já comentamos por aqui. Mas o valor da porcentagem é diferente em cada distrito, e cada estado também determina se oferece esse benefício quando o pagamento ocorre antecipadamente ou até o vencimento. 

Em São Paulo, o desconto muda de carros zero-quilômetro para carros usados: os motoristas com carros zero têm direito a 3% de desconto, e devem realizar o pagamento até cinco dias depois de emitir a nota fiscal e cadastrar o IPVA no site da Secretaria da Fazenda do estado. 

Os proprietários de carros usados, os “não-zero”, quando pagam até o vencimento em janeiro, à vista, recebem 9% de desconto. Um bom aumento, já que nos anos anteriores a porcentagem era 5%. 

Um desconto de 5% é direito dos proprietários que pagam o IPVA em fevereiro ou que optam por parcelar o valor em cinco vezes. As datas de vencimento se alteram de acordo com as placas, mas o esquema de pagamento e desconto é o mesmo. 

No estado de Alagoas, em compensação, só é possível conseguir o desconto se o IPVA é pago à vista com antecedência, e o desconto é de 5%. Se pago no vencimento, o valor é integral. 

O estado do Mato Grosso do Sul, na região centro-oeste, disponibiliza 15% de desconto no IPVA dos condutores que quitarem o valor integralmente e até o vencimento. O imposto pode ser parcelado em cinco vezes, mas o desconto deixa de ser válido. 

No sudeste, o Rio de Janeiro ainda não determinou o benefício para o pagamento à vista, mas nos últimos anos, o percentual ficava na média dos 3% até o vencimento. 

O estado do Paraná, na região Sul, mantém os 3% de desconto para o pagamento à vista, e aumentou a opção de parcelas, sem desconto, para cinco.

Qual é a melhor opção de pagamento: à vista ou parcelado?

O pagamento do IPVA é um compromisso financeiro anual que pode, às vezes, pesar no orçamento, sabemos disso. 

Se a quitação deste imposto já está dentro do seu planejamento financeiro, e você tem uma ideia do valor anual, é interessante que o pagamento seja feito à vista, visto que a possibilidade e o valor de desconto é maior. 

Agora, se o IPVA, de fato, pesar no orçamento, a opção de parcela pode aliviar na hora do fechamento. 

De qualquer forma, o importante é quitar ou iniciar o pagamento antes do vencimento, para que o imposto não se torne uma dor de cabeça burocrática e fiscal para você.

Conclusão

As legislações estaduais, apesar das diferentes regras de funcionamento em relação ao IPVA, são arquitetadas para que o condutor consiga arcar com o valor de maneira planejada, e os descontos são uma forma de incentivo à quitação do imposto.

Sem contar que uma boa porcentagem do IPVA retorna para obras e investimentos públicos de trânsito, saúde e educação. 

Esperamos que esse artigo tenha te ajudado a entender mais sobre os descontos no valor do IPVA, e o funcionamento desse imposto em cada distrito. Além deste, o Blog da Zapay tem uma série de outros conteúdos que vão desde assuntos relacionados ao IPVA, até dicas de economia de combustível, financiamentos e multas de trânsito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *