Categories:

Veículo com multa pode ser transferido? Saiba o que fazer

O processo de compra e venda de um veículo usado costuma ser bastante simples depois da negociação, mas alguns pequenos detalhes devem ser considerados, como a possível existência de débitos vinculados ao carro. Se a transferência é feita de maneira incorreta, problemas com multas, por exemplo, podem prejudicar não apenas o comprador, mas também o vendedor, caso as multas aconteçam depois da venda.

É possível transferir veículo com multa?

Talvez você nunca tenha passado por essa situação, ou quem sabe essa é sua primeira vez comprando ou vendendo um veículo, e justamente por isso chegou até esse artigo.

Qualquer que seja o caso, a primeira coisa que podemos lhe dizer é que toda transferência de veículos deve acontecer, obrigatoriamente, dentro dos 30 primeiros dias. Ignorar a exigência é infração grave, com multa de R$ 195,23, além de 5 pontos da CNH.

No entanto, todo processo de transferência necessita de um novo CRV para ser válido e, para isso, é preciso que seja apresentado um comprovante de quitação de débitos, atestando que o carro não possui dívidas vinculadas, incluindo multas. Sem o documento, a transferência não pode ser concluída.

Precisar pagar a multa antes de fazer a transferência?

Existem casos onde durante a negociação e processo de transferência, uma ou mais multas possam estar em processo de defesa. Nesse caso, a transferência é permitida, desde que o novo comprador esteja ciente e de acordo. Isso porque em caso de defesa não ser acatada e a multa continuar válida, a Notificação de Imposição da Penalidade (NIP) será enviada para o endereço do novo proprietário.

Se esse não for o caso, as multas precisam ser quitadas, se você quiser finalizar a transferência com sucesso.

O que ainda acontece, em algumas situações, é de as dívidas do carro serem quitadas pelo comprador, mediante um desconto no valor do veículo. Dessa forma, o comprador usa parte do dinheiro da compra para fazer a quitação, antes de transferir.

Caso o veículo foi multado antes da compra para quem vai a multa?

Se o veículo tiver todos os seus débitos quitados e a compra ou venda for realizada corretamente, não significa que algumas surpresas não possam chegar algum tempo depois. Isso porque uma infração pode ter sido cometida durante ou logo antes da transferência, e sabemos que a notificação de infração pode levar semanas até chegar ao endereço.

A depender de quando isso tenha acontecido, é possível que a multa recaia sobre o atual proprietário. Dessa forma, a negociação posterior deverá acontecer entre as partes.

No caso do vendedor, algo importante a fazer é o comunicado de venda ao Detran. Isso é parte do processo, mas muitas pessoas acabam demorando para fazê-lo. O comunicado impede o caminho inverso do que falamos acima. Evita cobranças de multas de um carro que já tenha sido vendido.

Como consultar as multas de um veículo

A Zapay é uma opção bastante simples para você não apenas consultar os débito do seu veículo, mas também para negociá-los e parcelar o pagamento. Assim você consegue regularizar seus débitos e fazer a transferência com tranquilidade. Nós estamos vinculados ao sistema de 25 Detrans em todo o Brasil.

1.  Acesse o site da Zapay e crie sua conta. É rápido e gratuito;

2.  Na página principal, você vai encontrar um campo para inserir a placa do seu veículo;

3.  Após a busca, o sistema vinculado ao Detran apresentará os débitos, lembrando que não serão apenas as multas, mas também o seguro DPVAT, IPVA e Licenciamento;

4.   Na listagem de débitos, você pode selecionar os que pretende pagar e saber mais detalhes;

5.   Depois de selecionar o que deseja, o menu direito vai lhe apresentar as opções de pagamento à vista, mas também opções de parcelamento em até 12x.

6.   Selecione o número de parcelas, e vá até o final da página, na opção “Pagar Agora”

7.   Aqui te damos a opção de pagamento no cartão de crédito, PIX, Ticket Log e boleto bancário. Escolha a melhor forma para você, preencha os dados necessários e clique em “Pagar Agora”.

Além da Zapay, é possível consultar multas pelo aplicativo CNH digital ou pelo próprio site do Detran. Você vai precisar do Renavam do veículo, assim como do número da placa, CPF ou CNPJ do proprietário atual.

Conclusão

Nós começamos esse artigo falando sobre a simplicidade do processo de compra e venda de um veículo seminovo, mas ao mesmo tempo dos detalhes, que tentamos esclarecer para você.

O mais importante é concluir a importância de uma boa análise da situação do carro se você pretende comprá-lo, ou de mantê-lo em ordem se estiver vendendo. Além de evitar problemas para ambas as partes, você promove uma transferência tranquila, e evita que um possível comprador perca o interesse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *