Categories:

Regularizar troca de motor: entenda como e por que fazer

A troca do motor de seu carro pode ser realizada por diferentes motivos. Você pode querer que ele rode por mais tempo com mais segurança, ou que sua potência renda mais, ou pode ter percebido, depois da compra, que o número do motor não está de acordo com as normas do DETRAN. 

De qualquer forma, a troca de motor é um procedimento mecânico relativamente simples, mas com um pouco de burocracia. 

Se você tem interesse em regularizar a troca de motor do seu carro, fique tranquilo, nós vamos explicar melhor como você deve fazer isso. 

Por que é importante fazer a regularização de motor?

A regularização do motor é importante para manter seu carro dentro das normas de registro do DETRAN. Isso porque, em alguns carros, o número do chassi está escrito no motor. 

E esse número é usado para a identificação do carro e prevenção de fraudes. 

Se você comprou um carro semi-novo direto do proprietário, por exemplo, é importante que verifique se o motor está regularizado: que o número de registro seja o mesmo dos documentos, que a potência do motor esteja, no máximo, até 10% – permitido pelo Contran – acima da potência original e que seu funcionamento está em ordem. 

O que pode acontecer se o condutor não regularizar o motor?

Como você pôde perceber, os motivos para se realizar a regularização do motor são bastante pertinentes. 

Eles garantem que você vai poder rodar em segurança e dentro das normas de trânsito determinadas pelo código nacional.

Além dos motivos para realizar a regularização, existem as consequências de não regularizar o motor que podem te incentivar a fazer uma vistoria e evitar uma grande dor de cabeça.

Com o novo carro em mãos, se você possui contrato com seguradora, pode ter dificuldades em renová-lo. 

Além desse contrato, existem as consequências administrativas: uma multa de R$127,69 é aplicada, junto de cinco pontos na carteira, e a possibilidade de o veículo ficar retido. 

Como realizar a regularização de motor?

A regularização do motor é relativamente simples de ser feita. É necessário levar o veículo para uma vistoria e ter em mãos alguns documentos para registro. 

A vistoria é realizada por uma empresa credenciada do Detran.

Se o seu carro veio sem o número de registro, é necessário ter o requerimento com firma reconhecida, junto do CRV e CRLV, além do certificado de vistoria e a autorização da unidade de trânsito onde o carro foi regularizado. 

Se você não conhece a procedência do motor do veículo, além desses documentos, é necessária a apresentação da nota fiscal de compra do novo com suas características: marca e número de cilindros.

Qual a necessidade de trocar o motor do veículo?

Como mencionamos anteriormente, você pode trocar o motor para melhorar a potência de seu carro. Isso é possível.

O Conselho Nacional de Trânsito, Contran, permite que a potência alcance 110% de sua capacidade. 

Além de querer aumentar a capacidade de potência, a troca de motor também pode ser realizada por causa de danos irreversíveis no motor, após colisões, por exemplo, ou por falta de manutenção ou problemas de fabricação. 

O motivo pode variar, mas lembre-se de que você ainda deve avisar, regularizar e registrar o novo número do motor no Detran. 

E, aí? Tranquilo o procedimento de regularização e troca de motor, certo?

Esperamos que esse conteúdo tenha elucidado como é simples e importante manter o departamento de trânsito informado sobre as alterações em seu veículo.

Continue com a gente aqui no blog e conheça o trabalho da Zapay. Temos conteúdos específicos para te informar sobre normas de trânsito, mudanças legislativas e até dicas de consumo de combustível. 

A Zapay possui a maior cobertura de consulta de multas e dívidas veiculares do país, com acesso a 25 Detrans de todas as regiões brasileiras. 

Você consegue checar seu status de multas e débitos como IPVA e licenciamento, além de fazer o pagamento em até 12x.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.