tabela fipe moto
Categories:

Consulte a Tabela FIPE de motos e veja o valor da sua usada

Saiba como funciona a Tabela FIPE moto e aprenda como realizar consultas neste importante banco de dados, atualizado todos os meses.

Ainda: conheça a Tabela FIPE motos, sua importância em negociações, contratação de seguros e informações sobre depreciação.

– Entenda o Que é a Tabela FIPE 

– Como é Calculada a Tabela FIPE 

– Como Está a Tabela FIPE de Motos em 2023 

– Influência da FIPE no valor do seguro 

– Como Consultar a Tabela FIPE de Motos 

– Consultando motos 0 km e usadas 

– Moto 0 km na FIPE 

– Moto usada na FIPE 

– Veja Como Acontece a Depreciação de Motos 

– Cuidados para diminuir a desvalorização da sua motocicleta

Dica da Zapay: conheça as 5 motos mais econômicas e escolha uma para chamar de sua.

Entenda o que é a Tabela FIPE 

A Tabela FIPE é organizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas. Trata-se de uma instituição de direito privado sem finas lucrativos, criada em 1973. Cabe à FIPE realizar a análise de fenômenos econômicos e sociais, fazendo uso dos princípios da Economia para as pesquisas.

A Tabela FIPE expressa os preços médios de automóveis e motocicletas no mercado nacional, de modo a servir apenas como um parâmetro para negociações ou avaliações. Os valores levantados e apresentados são sempre em reais (R$) do mês e ano de referência.

Vale pontuar que os preços efetivamente praticados podem variar a depender de fatores como: região, conservação, cor, acessórios ou outras razões que possam influenciar as condições de oferta e procura por um determinado veículo. 

Na pesquisa, é apresentado o ano do veículo, que diz respeito ao ano do modelo. Ainda: não são considerados os automóveis para uso profissionais e especial nas pesquisas da Tabela FIPE. 

Diante desta estrutura, a Tabela FIPE funciona como uma base para a negociação de veículos automotores, em geral. Para que o comprador e o vendedor de motos, por exemplo, possam ter uma ideia do preço médio praticado no mercado naquele mês, eles podem fazer a consulta no site da FIPE – https://veiculos.fipe.org.br/

A Tabela FIPE conta com atualizações mensais, feitas a partir da coleta de preços de veículos novos, seminovos e usados à venda em todo o território brasileiro. Esta organização de dados proporciona ao consumidor acesso a informações recentes sobre o valor de mercado de um veículo especifico, que ele deseje vender ou comprar. Não por acaso, a tabela é consultada como pesquisa prévia antes que uma negociação inicie.

Além no acesso pelo endereço do site da Tabela FIPE, é possível também baixar o aplicativo da entidade em um smartphone, o que torna as pesquisas ainda mais práticas – afinal, os celulares modernos trazem muitas facilidades eletrônicas no que diz respeito ao acesso à informação. O app está disponível para os sistemas Android e iOS.

O usuário deve inserir os mesmos dados tanto no site quanto no aplicativo, que funcionam a da mesma maneira, com filtros de pesquisa. Assim, é possível saber os dados a partir do tipo de veículo, marca, ano e modelo. Tais categorias facilitam para que o comprador e o vendedor possam saber o valor de avaliação de uma motocicleta, por exemplo. 

Dica da Zapay: fique por dentro sobre a diferença entre moto ou motoneta. Spoiler: atente-se à posição das suas pernas

tabela fipe motos

Como é Calculada a Tabela FIPE de moto?

Vale a pena reforçar que as pesquisas feitas pela equipe da FIPE, acerca dos preços médios de veículos no mercado brasileiro, são realizadas mensalmente. E como esses dados são obtidos? A Zapay lhe ajuda: por intermédio de visitas, pesquisas em site, telefonemas, dentre outros meios.

É importante frisar que a economia de cada uma das regiões brasileiras é considerada durante a avaliação da FIPE, da mesma forma que as condições nas quais os veículos são expostos. 

Como o levantamento da fundação diz respeito aos preços médios dos veículos, todos os valores considerados discrepantes são desconsiderados. Desse modo, por exemplo, as motos que estão com o valor muito baixo, por conta de problemas de conservação (dentre outros) e os que estão muito caros, valorização que pode ocorrer com veículo com muitos acessórios, são descartados.

Com estes detalhes, chega-se ao valor médio que é cobrado por modelo de veículo. Ao acessar a página da FIPE, o usuário pode encontrar o preço de uma moto de modelo e ano determinados. Com tantos detalhes e atualizações frequentes fazem com que a tabela seja usada como referência.

O amigo motorista deve se atentar ao fato de que alguns fatores podem influenciar no preço da moto desejada e que não necessariamente são considerados na pesquisa. Vale reforçar que, por exemplo, a região, a cor, o modelo, o ano, os acessórios, dentre outros são pontos considerados para a definição do valor que o vendedor estipula. 

Em virtude desse cenário, é possível que o condutor encontre uma moto que possa apresentar preço mais caro ou mais barato do que o valor encontrado na Tabela FIPE de motos. 

Dica da Zapay: saiba qual é a moto mais cara do mundo

Como Está a Tabela FIPE de Motos em 2023 

Como a Tabela FIPE é regularmente atualizada, considerando mês a mês, ela se torna uma referência quando o assunto são os valores dos veículos automotivos. Por exemplo, a Zapay escreve esse artigo em julho de 2023 e esse mesmo mês já pode ser usado como referência. 

Desse modo, hoje, ao fazer uma pesquisa na Tabela FIPE, o usuário pode selecionar mês e ano desde janeiro de 2001 até julho de 2023 ou mês de referência futuro, caso esse conteúdo seja lido de agosto em diante. 

Graças a tal abrangência que é possível encontrar os valores atualizados acerca de sua motocicleta ou ainda daquela que o amigo condutor deseja comprar. 

Vamos a um exemplo prático, no site da FIPE. Ao pesquisar pela Honda Pop 100 110i nova (zero quilômetro), tendo julho de 2023 como mês de referência, encontra-se como valor R$11.563,00. Já o mesmo modelo, ano 2020, custa R$9.231,00.

Este tipo de parâmetro é importante tanto para as negociações de compra e venda, quanto para o orçamento e contrato de seguro para moto – documento que também se embasará na Tabela FIPE.

Influência da FIPE no valor do seguro da moto

Conforme adiantamos no tópico anterior, o uso da Tabela FIPE vai além da consulta para conhecer os valores na hora de negociar um veículo automotor. Os preços médios que ali aparecem, mês a mês, servem também de referência a outros aspectos, como o seguro do automóvel ou da motocicleta.

Mas como assim? É a partir da avaliação da moto ou do carro na tabela que a seguradora poderá calcular a necessidade de recorrer à indenização, caso aconteça roubo, furto ou acidente com a moto. 

Vale dizer que estes pontos são previamente firmados no contrato feito entre o proprietário do veículo e a empresa seguradora, através da apólice se seguro. Desse modo, o valor que o proprietário terá direito a receber será determinado, em parte, pelo preço médio da moto em questão na Tabela FIPE. 

Engana-se quem pensa que a definição do valor da indenização é feita com base no mês em que o proprietário contratou o seguro. É fundamental ter em mente que o valor a ser pago é definido com base no preço médio estipulado no mês em que a solicitação foi feita pelo dono do veículo junto à empresa seguradora. 

Assim, a indenização a ser paga é influenciada diretamente pela valorização ou pela desvalorização da moto que sofreu o acidente ou o roubo/furto. Caso a o veículo tenha sofrido um acidente e apresente perda total, o dono pode solicitar à seguradora a devida indenização.

Imagine a situação em que no momento de assinatura do contrato com a empresa de seguros, a moto estivesse custando R$20.000,00. Dois anos depois, um acidente aconteceu e o proprietário acionou o seguro – e, neste momento, o valor da moto é de R$15.000,00.  Qual seria o valor da indenização? Nesse cenário, o valor indenizatório seria de R$15.000.

Para que o motorista possa receber os R$20.000,00, o valor do veículo no momento do acidente deveria ser de R$20.000,00, na Tabela FIPE. Caso houvesse uma supervalorização, como vimos recentemente, e no momento do acidente o valor da moto na tabela fosse de R$25.000,00, este seria o valor a ser recebido pelo proprietário da moto, por direito.

Por isso, amigo motociclista, fique sempre atento e acompanhe a avaliação de seu veículo junto à Tabela FIPE.

tabela fipe de moto

Como consultar a Tabela FIPE de motos 

Consultar a Tabela FIPE de motos é uma tarefa simples e fácil, amigo condutor. Vale reforçar que, para saber o valor de um moto neste agrupamento de dados, é necessário usar o site da FIPE ou o app.

Confira o passo a passo para realizar a consulta:

  1. Abra a página da FIPE ou o app e clique em “Índices e indicadores”.
  2. Role a página para baixo e selecione a opção “Preço médio de veículos” – nesse caminho, o usuário é direcionado à tabela.
  3. Na parte final da nova página que se abrirá, é necessário clicar em “Consulta de motos”.
  4. O cidadão pode fazer a pesquisa comum ou optar pela consulta com o código FIPE.
  5. Caso escolha a pesquisa comum, deve indicar o período de referência, a marca, o modelo e o ano da moto.
  6. Por sua vez, se a escolha por pela pesquisa com código FIPE, o usuário deve selecionar o período de referência, informar o código da moto e selecionar o ano do veículo.
  7. Depois, é necessário clicar no botão “Pesquisar”. As informações sobreo valor médio da moto surgirão, de acordo com o período selecionado. 

Consultando motos 0 km e usadas 

Vamos agora para o exemplo prático acerca da consulta de motos novas (zero quilômetros) e motos usadas.  Mais precisamente, utilizaremos as pesquisas com a YBR 125, da Yamaha.

Moto 0 km na FIPE

A versão zero quilômetro da YBR 125 Factor Ed/Flex, na consulta feita em julho de 2023, custa R$16.132,00. Para chegarmos a tal resultado, foi necessário seguir cada um dos passos do tópico que ensina sobre como fazer a consulta – não se esqueça disso.

Moto usada na FIPE 

Por sua vez, a versão 2020, da YBR 125 Factor Ed/Flex, também na consulta feita em julho de 2023, custa, em média, R$11.997,00. Para tal, seguimos os mesmos passos para a realização da pesquisa. 

Nesse cenário, caso algum dono de um modelo YBR 125 Factor Ed/Flex (2020) pretende negociá-la agora, ele possivelmente não conseguirá o mesmo valor pago na compra, devido à depreciação que todo veículo sofre. 

Veja como acontece a depreciação de motos 

Acontece com todos os veículos automotores: a depreciação é uma certeza, amigo motorista. Ela diz respeito à perda do valor médio de venda ao longo do tempo, entre os meses e também entre os anos, conforme pudemos notar no exemplo acima com a YBR 125.

Aliás, a depreciação já ocorre assim que o veículo sai da concessionária. Caso o amigo condutor compre uma moto zero quilometro neste ano e tente vende-la ainda em 2023, o valor de mercado dela será cerca de 25% mais baixo. 

Desse modo, acompanhar as atualizações da Tabela FIPE pode auxiliar o motorista a visualizar o quanto de depreciação a moto já sofreu. Para tal, é necessário fazer uma pesquisa para constatar que o valor estará menor. 

Embora a perda de valor de venda no mercado seja inevitável, há alguns gestos que o proprietário da moto pode fazer para interferir neste processo. O principal é cuidar bastante do veículo, afinal a forma como cada dono zela pelo bem impacta diretamente a motocicleta e seu valor no mercado.

Cuidados para diminuir a desvalorização da sua motocicleta

Confira alguns cuidados importante para diminuir o impacto da desvalorização da sua moto:

  1. Faça todas as revisões na moto. Este zelo evita que o veículo desenvolva algum problema de difícil resolução, o que poderia desvalorizar o bem.
  2. Repare na pintura do veículo. Se a motocicleta estiver bonita, com a pintura e o brilho em dia, ela agradará os olhos de potenciais compradores, um ponto a ser considerado na negociação.
  3. Submeta a moto a manutenções preventivas. Fazer alguns reparos evita potenciais danos maiores e a desvalorização mais acentuada. 
  4. Tenha postura segura no trânsito. Esse cuidado diminui as chances de acidente, de modo a preservar o veículo.
  5. Permaneça com a mesma motocicleta o menor tempo possível. Caso isso seja possível, evitará perda de valor na hora da troca, considerando o preço que o dono pagou. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *