CNH digital
Categories:

O que é a CNH social e por que ela é tão importante?

Muitos brasileiros sonham em conseguir tirar Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que todos nós conhecemos como carteira de motorista, para poder dirigir ou pilotar um veículo seguindo as normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). No entanto, muitas pessoas acabam se frustrando ou até mesmo desistindo de ser um motorista habilitado pelo valor que o processo requer. A CNH Social é um projeto gerenciado pelo Governo Federal, que tem o objetivo de garantir que pessoas sem recursos financeiros possam tirar a carteira de motorista de forma gratuita ou com grandes descontos. Esse projeto é bastante importante para democratizar o acesso à CNH, já que a carteira de habilitação pode auxiliar em um processo seletivo de uma vaga de emprego, ou permitir que o condutor habilitado trabalhe como motorista de aplicativo, por exemplo. Continue conosco neste artigo que vamos te explicar como o projeto funciona!

O que é a CNH social?

A ideia é estimular os brasileiros a serem motoristas habilitados. A CNH social funciona como uma política pública para alcançar quem possui baixa renda e não pode arcar com os custos do processo para tirar a carteira de motorista.

Portanto, a CNH social oferece a isenção das taxas do Detran, facilitando o processo da habilitação B para pessoas com vulnerabilidade econômica. 

A inscrição pode ser feita em diversos estados do Brasil, e o candidato deve se enquadrar nas regras que foram estabelecidas pelo poder público.

Como funciona a CNH social?

A CNH social é um programa que oferece alguns benefícios para certos grupos de brasileiros, da mesma forma que a CNH para PCD.

É preciso saber que as vagas são limitadas e não são todos os estados do Brasil que oferecem a CNH social, portanto, confira a disponibilidade do programa no Detran aí do seu estado, ou confira nossa lista mais abaixo.  

Infelizmente, é comum que pessoas se passem por um oficial do Detran online oferecendo a CNH social, geralmente para coletar as suas informações e aplicar golpes utilizando-as. Então, muito cuidado caso você seja abordado.

Assim como com a tradicional, o candidato ao programa da CNH social irá passar por todas as etapas do processo previstas pelo CTB:

  • Aulas teóricas e exame;
  • Aulas práticas e exame;
  • Exames médicos.

Considerando o quanto o programa da CNH social é benéfico aos seus usuários, o processo para avaliação dos candidatos exige requisitos que podem variar de acordo com as normas do Detran de cada estado.  

Como se cadastrar para a CNH social?

O cadastro oficial não é realizado via Whatsapp, então caso alguém entre em contato com você, sem que tenha sido solicitado, não responda e bloqueie o número! Como mencionado anteriormente, a CNH social é disponibilizada apenas em alguns estados do Brasil, portanto, o cadastro é realizado somente no órgão responsável de cada região, sendo o Detran ou CIRETRAN. Fique atento às informações oficiais do seu estado e não realize o cadastro em sites desconhecidos. O cronograma do processo é sempre disponibilizado com antecedência e fica disponível na categoria “CNH social” ou “CNH gratuita”, nos sites dos Detrans.

CNH social pelo Detran

Confira os passos para solicitar a CNH social pelo Detran:
  1. Entre no site do Detran do seu estado;
  2. Procure a categoria “CNH social”, “CNH popular” ou “CNH gratuita”;
  3. Cadastre todas as informações solicitadas;
  4. Aguarde a análise do Detran.
Você também pode se encaminhar ao Detran da sua cidade e solicitar o cadastro para o programa. O período para inscrições pode variar de acordo com a região, portanto, procure saber as datas para não perder o prazo!

CNH social pelo SEST/SENAT

Você pode se inscrever no site do SEST/SENAT, onde só é preciso seguir o passo a passo indicado e aguardar a análise do seu perfil. Assim como o Detran, o período de inscrição depende do estado em que você mora, então fique ligado e busque informações diretamente em meios oficiais! 

Quem criou a CNH social?

A ideia da CNH social foi pensada em 2011, pelas companhias de Serviço Social do Transporte (SEST) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT).

O projeto foi apresentado ao Governo Federal, que através do Detran deu início ao programa, auxiliando diversas pessoas a conseguir a carteira de motorista com descontos ou até mesmo totalmente gratuita.

Quem tem direito à CNH social?

Como dissemos anteriormente neste artigo, o programa não é válido em todo o país, passando a depender do estado e das regras estabelecidas pelo Detran de cada estado.

Porém, em todos os estados que aplicam o programa, os requisitos principais são:

  • Ter mais de 18 anos de idade;
  • Ser estudante de rede pública;
  • Saber ler e escrever;
  • Ter a renda familiar de até dois salários mínimos;
  • Estar desempregado há mais de um ano;
  • Agricultores que recebam até dois salários mínimos mensalmente;
  • Ex-presidiários que recebam até dois salários mínimos por mês;
  • Pessoas sem nenhum tipo de registro na carteira de trabalho.

Ainda, alguns estados podem solicitar a confirmação cadastral em outros programas sociais como o CadÚnico, Bolsa Família, entre outros. Depois da inscrição para participar do projeto, existe uma triagem para uma seleção dos candidatos.

Documentos necessários para a CNH social

Seguindo os critérios que já comentamos, os documentos necessários para a CNH social são:

  • Documentos de identidade (RG, CPF ou Certidão de Nascimento);
  • Comprovante de renda (do candidato e pessoas que moram na mesma casa);
  • Comprovante de residência;
  • Histórico Escolar, caso o candidato seja estudante.

Estados que participam da CNH social 2022

Atualmente, são poucos os estados que participam do programa, ainda que o projeto esteja ganhando cada vez mais regiões brasileiras. Por enquanto, essa é a lista onde a CNH social já está estabelecida:

  • Pernambuco;
  • Espírito Santo;
  • Goiás;
  • Paraíba;
  • Amazonas;
  • Rio Grande do Sul;
  • Minas Gerais.

Conclusão

O programa da CNH social é muito importante para nós brasileiros, pois ela facilita o processo da habilitação para pessoas que não tem condições de arcar com os custos da autoescola, exames e demais gastos referentes à carteira de motorista.

Com isso, a pessoa que se enquadra nos requisitos para participar do programa ganha uma ótima oportunidade para ser um motorista habilitado, facilitando que o mesmo possa exercer alguma atividade trabalhista relacionada com a habilitação.

Esperamos que este artigo tenha ajudado você a entender o que é a CNH social, qual o seu objetivo, quais os seus requisitos e como realizar a inscrição.

Caso você possa se inscrever no programa, desejamos boa sorte, futuro motorista!

E já que falamos tanto sobre habilitação neste artigo, saiba que é importante estar sempre atento às multas e outros débitos veiculares pendentes, como IPVA e licenciamento. Na correria do dia a dia, é fácil deixar escapar o pagamento destas dívidas, e se complicar com juros e outros prejuízos que eles podem trazer.

Mas fica tranquilo que com isso a gente pode te ajudar. Aqui na Zapay, além do nosso blog, você tem a maior cobertura nacional de consulta de débitos veiculares. Nosso sistema é vinculado aos Detrans de 25 estados brasileiros. Além da consulta, você ainda consegue pagar tudo sem sair de casa, com um parcelamento de até 12x.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *