Segunda via da CNH MG
Categories:

Segunda via da CNH MG

Solicitar a segunda via da CNH MG é uma obrigação de todo condutor mineiro que tenha sofrido algum problema com a documentação. É bastante comum a solicitação da segunda via ocorrer devido a perdas, furtos, roubos ou mesmo a deterioração do documento original. 

E isso não acontece apenas com os motoristas que residem no estado de Minas Gerais. Embora este artigo seja voltado para a segunda via carteira de motorista MG, condutores de todo o Brasil podem fazer uso das dicas universais para solicitar o documento no DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) da respectiva localidade.

A Zapay é uma mão na roda, como você já sabe, e por isso preparou este conteúdo repleto de dicas sobre a solicitação e a emissão da segunda via habilitação MG. Saiba quanto custa, quanto tempo leva o procedimento todo e como solicitar este processo. Leia e confira!

Quanto custa a 2ª via CNH MG?

Os condutores mineiros, sejam da região de Belo Horizonte, sejam das cidades do interior de Minas Gerais, devem desembolsar R$114,49 para a emissão da via da CNH MG.

A solicitação para emissão de segunda via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Permissão para Dirigir (PPD) ou Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC) é um serviço que pode ser realizado de forma eletrônica pelo site do DETRAN MG.

Podem solicitar esta nova via da CNH aqueles os quais os documentos passaram por extravio, como perda, furto ou roubo. Fique atento: condutores com CNH de outro estado deverão solicitar a transferência de prontuário no DETRAN/CIRETRAN antes de emitir o DAE. CIRETRAN é a sigla para Circunscrição Regional de Trânsito. Já DAE significa Documento de Arrecadação Estadual.

Quanto tempo para tirar a segunda via CNH? 

É importante que o motorista se prepare tanto financeiramente (para não ser pego de surpresa e sentir o planejamento familiar ser bagunçado) quanto no próprio calendário para entrega, para que possa se organizar nos dias sem o documento. Isso facilita tanto a rotina das famílias, que utilizam o veículo para o transporte de seus membros, quanto para aqueles que obtêm renda com o veículo, seja motorista de aplicativo, entregador, caminhoneiro, entre outras profissões que usam automóveis sob duas ou quatro rodas motorizadas.

Em média, é necessário esperar por dez (10) dias para que o DETRAN possa entregar o documento. Mas, vale dizer, esta é a média nacional. Em Minas Gerais, existem algumas particularidades.

Segundo o DETRAN MG, os condutores residentes em Belo Horizonte podem retirar o documento diretamente na UAI (Unidade de Atendimento Integrado) – você pode pegar as orientações no site do DETRAN MG – ou ainda aguardar a entrega dos Correios. Optando pelo serviço postal, o documento será enviado ao endereço do condutor que consta no sistema do DETRAN MG. O carteiro realizará três tentativas de entrega, e caso não seja atendido, a CNH ficará disponível no Centro de Distribuição de Documentos (CDD) mais próximo da residência do condutor por vinte (20) dias. Após esse período, será enviada para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) Praça 7.

Já os condutores residentes no interior de Minas Gerais podem optar pela entrega via Correios. O documento é enviado ao endereço do condutor que consta no sistema do DETRAN MG. O carteiro realizará três tentativas de entrega, e caso não seja atendido, a CNH ficará disponível no Centro de Distribuição de Documentos (CDD) mais próximo da residência do condutor por vinte (20) dias. Após esse período, será enviada para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI). Caso o município não possua uma Unidade de Atendimento Integrado, a carteira de motorista ficará disponível na Delegacia de Trânsito da cidade.

Como fazer para tirar segunda via da carteira de habilitação?

Para tirar a segunda via da CNH, você deve se dirigir ao DETRAN de sua localidade – é nele que ocorrerá o procedimento de solicitação da 2ª via da CNH. É possível também solicitar a 2ª via carteira de motorista em um Centro de Formação de Condutores (CFC).

No processo, você deve selecionar a opção para 2ª via CNH no site do órgão oficial e em seguida, informar os dados solicitados. O próximo passo é quitar a taxa de emissão do documento e, depois, aguardar por um período de até dez (10) dias, em média, para receber o documento em casa. Você pode ainda buscar a sua segunda via de CNH na unidade de atendimento presencial do departamento.

Atenção: não são todas as unidades do DETRAN que apresentam a opção de envio do documento via Correios – o DETRAN MG, por exemplo, oferece esta opção. Portanto, informe-se para saber como funciona este procedimento no departamento de sua localidade – assim, o motorista evita qualquer tipo de surpresa ou mesmo problemas.

Mora em outro estado brasileiro e quer saber mais sobre quais procedimentos devem ser feitos para solicitar a segunda via da sua CNH? Então, acesse este conteúdo especial preparado pela Zapay. 

Como solicitar a segunda via da CNH MG

Para solicitar a segunda via da CNH MG, o motorista deve ter em mãos o documento de arrecadação estadual (DAE) pago e também o documento de identidade atualizado com CPF (original).

Ao acessar o site do DETRAN MG, o condutor deve preencher o formulário eletrônico e clicar no botão “Pesquisar”. Caso o motorista seja residente de Belo Horizonte, ele deve escolher se deseja receber o documento pelos Correios ou retirar na UAI da Praça 7.

Assim, o DAE será emitido. Cabe ao condutor realizar o pagamento na rede bancária credenciada.

Atenção: caso a foto do motorista tinha sido registrada no DETRAN MG há mais de dois (2) anos, será necessário fazer um novo registro antes da emissão da 2ª via habilitação MG. Neste caso, é importante comparecer à unidade de atendimento do DETRAN/CIRETRAN MG. Fique atento!

Como solicitar a segunda via de CNH em outros estados

Rio de Janeiro

Segundo o DETRAN RJ, para quem tem CNH emitida no Estado do Rio de Janeiro, é necessário apresentar o original do documento de identificação, o original do Duda pago e o original do comprovante de residência – ou fazer a declaração de residência. O departamento destaca que “Não é possível realizar a alteração de dados na solicitação da segunda via da CNH. Caso seja necessário alterar dados, deverá ser efetuado o serviço de Alteração de Dados”.

Para os motoristas que tem a CNH emitida em outro estado brasileiro, é necessário que a Transferência da Carteira de Habilitação seja feita. 

A taxa cobrada para a emissão da segunda via da carteira de motorista, também chamada de Duda, é de R$173,03.

Se o motorista pagar o Duda em dinheiro, o serviço só poderá ser agendado em 24 horas. Se for em cheque, somente seis dias depois. Esses são os prazos para que o banco informe ao DETRAN RJ sobre a quitação dos pagamentos.

Para solicitar a segunda via da CNH por roubo ou furto, o motorista pode solicitar a isenção da taxa de segunda via do documento. A carteira de motorista deve ter sido emitida pelo DETRAN RJ e estar na validade. Para a obtenção do documento, é preciso comparecer ao DETRAN, na Avenida Presidente Vargas, 817, acesso 02 (sobreloja), das 8h às 17h (distribuição de senha até 16h30), e apresentar os seguintes documentos: originais do documento de identificação e do Registro de Ocorrência. O registro deve constar, por escrito, o nome do documento roubado ou furtado.

Diretamente na sede do DETRAN RJ, os condutores que coletarem foto e digital (atendimento completo) terão a segunda via disponível para a entrega no período de três (3) a cinco (cinco) dias. Para retirada de CNH emitida (serviço não agendado), a distribuição de senhas vai até às 16h30 conforme PORTARIA PRES-DETRAN.RJ Nº 5628/2019. 

Para quem não pode ir diretamente ao DETRAN RJ físico, basta procurar uma CIRETRAN (Circunscrição Regional de Trânsito) ou um Posto de Habilitação com Prova Eletrônica para autenticar a cópia do Registro de Ocorrência, que, posteriormente, poderá ser entregue em qualquer Posto de Habilitação para dar entrada no serviço. Essa solicitação será encaminhada via malote para a Sede do DETRAN RJ para inclusão do requerimento. Após isso, o solicitante deverá retornar ao Posto de Habilitação para colher foto e digital. Por fim, será dado um prazo para retirada da carteira de habilitação. Neste caso, o prazo de atendimento dependerá da logística do malote de cada Posto de Habilitação. 

Se você estiver na cidade do Rio de Janeiro, na região da Grande Rio ou no interior do estado, o procedimento é o seguinte: 

– Você deve pagar a taxa de serviço.

– Agendar a entrega da documentação em um dos postos. O agendamento pode ser feito no Portal do DETRAN RJ ou pela Central de Atendimento: (21) 3460-4040 / 3460-4041, de segunda a sexta, das 8h às 20h.

– Comparecer ao posto no dia marcado, com a documentação necessária.

Mas atenção: este serviço não poderá ser realizado caso existam outros requerimentos abertos. O encerramento ou exclusão do serviço anterior será necessário. Condutores com última CNH emitida em outro estado deverão, primeiramente, solicitar a transferência de habilitação antes de requerer a 2ª via da habilitação. 

Rio Grande do Sul

Por sua vez, os motoristas gaúchos que precisam da segunda via da CNH, devem seguir os seguintes passos, segundo o DETRAN RS. A solicitação da segunda via da CNH deve ser feita em um CFC do município de residência ou domicílio do condutor. Primeiramente, o departamento deixa bastante evidente quem pode se enquadrar na solicitação e segunda via e também quem tem direito à isenção de sua taxa:

“Quem perdeu, extraviou ou teve furtado ou roubado seu documento de habilitação, pode obter um novo documento com as mesmas informações daquele que possuía. Em caso de solicitação de 2ª via do documento por roubo, poderá ser solicitada a isenção de taxa, mediante a apresentação de Boletim de Ocorrência, o qual deverá ser registrado em órgão policial, constando no documento a descrição de ‘roubo’, bem como a relação de documentos roubados, dentre os quais, obrigatoriamente, a CNH.”

Para solicitar a segunda via de CNH, os passos a serem tomados são os seguintes:

  1. Comparecer a um CFC do seu município de residência ou domicílio.
  2. Apresentar a documentação necessária.
  3. Obter a GAD-E para pagamento da taxa referente à expedição do documento de habilitação (a guia também pode ser emitida antecipadamente pelo site do Detran RS). 
  4. Efetuar o pagamento da taxa de emissão do documento em qualquer dos bancos conveniados. O valor da taxa é de R$66,28.
  5. Aguardar a chegada do novo documento para retirada no CFC.

Desse modo, os documentos necessários para solicitar a sua CNH são: Boletim de Ocorrência informando roubo, perda ou extravio da habilitação; documento de identificação do condutor e cópia; cópia do CPF ou comprovante de inscrição no CPF, emitido através do site da Receita Federal (caso não conste no documento de identificação apresentado); comprovante de residência (conta de água, luz, gás, telefone, rede de internet, TV por assinatura, condomínio, referente ao último mês ou contrato de locação) e cópia ou declaração de residência assinada no CFC. Caso o endereço não tenha sofrido alterações desde o último serviço realizado, não será exigida a apresentação de comprovante de residência.

Para chegar em suas mãos, a segunda via da CNH leva cerca de cinco (5) dias úteis para ser emitida – é o prazo o qual ela fica disponível para retirada no CFC.

O motorista pode realizar o pagamento da GAD-E em um dos bancos conveniados. São eles: Banco do Brasil (só para clientes BB), Banrisul (incluindo sua rede de correspondentes bancários), Bradesco, Santander, Sicredi ou Lotéricas da Caixa. Clientes desses bancos podem utilizar os canais de atendimento facilitado disponíveis, tais como aplicativos, internet banking, caixas eletrônicos, WhatsApp (BB), entre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.