martelinho de ouro
Categories:

Martelinho de ouro: como funciona?

Leu o termo “martelinho de ouro” e não faz a menor ideia do que seja? Não há problemas, esse artigo sobre o tema está aqui para lhe ajudar. Trata-se de uma técnica bastante eficaz para consertar pequenas batidas no veículo.

Além de conhecer o processo, suas vantagens e onde ele não pode ser aplicado, saiba quais são as ferramentas martelinho de ouro

– O que faz o martelinho de ouro? 

– Por que de ouro? 

– Quais são as vantagens do martelinho de ouro? 

– Onde o martelinho de ouro não se aplica? 

– Quais ferramentas são usadas? 

– Martelinho 

– Lixadeira Politriz Angular 

– Soprador Térmico 

– Ventosa

Dica da Zapay: tire suas dúvidas sobre funilaria e pintura automotiva e saiba diferenciar esses processos. 

O que faz o martelinho de ouro?

O martelinho de ouro diz respeito à uma técnica de funilaria, que teve origem nas fábricas de automóveis no século passado. O objetivo dessa técnica é remover amassados dos veículos que estavam sendo amontoados nas fábricas.

A priori, o martelinho tinha o nome de Desamassamento Sem Pintura (DSP). Ao longo do tempo, a técnica migrou das fábricas às ruas, já com a alcunha de martelinho de ouro, fazendo referência ao metal precioso.

Assim, o martelinho de ouro trata de uma técnica totalmente artesanal, que traz grandes benefícios ao veículo, afinal não faz uso de nenhum tipo de enchimento, massa, lixa – ou seja, com a técnica, é possível preservar o aspecto da pintura de fábrica, o que é bastante importante para que não haja depreciação do preço do automóvel.

Mas como funciona o martelinho de ouro? Com a técnica, há o repuxo por tração, de modo que não é incomum ver a utilização de ventosas para iniciar o processo. O objetivo é que haja aderência no local amassado do carro, de modo a força-lo a voltar à forma original por intermédio de leves golpes com as ferramentas adequadas para cada situação.

Vale dizer que os profissionais variam e aperfeiçoam os mecanismos do martelinho ao longo do tempo. Desse modo, não existe um conjunto específico de ferramentas para executar esse serviço, que pode variar de um lugar para outro, assim como o método usado. 

São martelos, ganchos com correntes, ferro próprio para reparar buracos internos, pedaços de madeira, soprador térmico ventosas e até mesmo tacos de bilhar (sim!) que compõem o conjunto do martelinho de ouro (ou são instrumentos que podem fazer parte de tal conjunto).  

Tenha em mente, amigo condutor, que o martelinho de ouro não resolve todos os tipos de amassados que um veículo pode apresentar, afinal, há sinistros em que os danos são mais graves e, consequentemente, precisam de maior atenção. Nesses casos, acionar o seguro veicular é importante para minimizar os gastos. 

Dica da Zapay: confira os detalhes sobre o polimento automotivo e veja se vale a pena utilizar esse serviço em seu carro. 

Por que de ouro? 

O nome martelinho de ouro pode soar esquisito aos ouvidos de alguns condutores, porém, há uma explicação para tal. A técnica recebeu esse nome pois faz referência a uma das principais ferramentas para a execução desse conserto, com toque suave e preciso – o ouro. 

Dica da Zapay: fique por dentro sobre quais são os melhores carros antigos nessa lista especial preparada pela Zapay! 

Quais são as vantagens do martelinho de ouro? 

O martelinho de ouro é uma técnica bastante recorrente devido às vantagens apresentadas. Confira algumas delas:

  1. Reparo rápido: o martelinho de ouro pode executar pequenos reparos, de forma muito rápida. Desse modo, se o carro tiver pequenas batidas e dano à lataria que não demandam pintura ou algo mais específico o martelinho pode ser de grande ajuda – o mecânico especializado pode realizar o serviço em até uma hora com a referida técnica. 
  2. Bom custo benefício: o martelinho de ouro pode aliar rapidez e custo relativamente baixo. Desse modo, fica mais leve ao bolso do condutor recorrer a essa técnica quando for possível do que contar com todo o serviço de pintura e chapeação, que envolve outros tipos de processos (e torna o conserto mais caro).
  3. Resolução de pequenos problemas: com o martelinho de ouro é possível resolver pequenos problemas na lataria, mas que incomodam o condutor. Sabe aquela batidinha, marca de chuva de granizo ou o atrito causado pelo tempo? O martelinho pode ajudar!
  4. Manutenção de peças originais do automóvel: a técnica auxilia ainda a manter as peças originais do automóvel, uma vez que faz a promoção da manutenção das peças e não suas respectivas trocas. O resultado é alcançado quando o martelinho é manuseado por profissionais experientes e de confiança.
  5. Evita uma reforma mais profunda: o martelinho de ouro é uma técnica cuja execução é rápida, uma vez que soluciona os problemas mais superficiais da lataria de um veículo. Com tais características, a técnica evita que uma reforma mais profunda seja realizada – o que sairia mais caro e deixaria o carro parado por mais tempo.
  6. Não gera danos à pintura do automóvel: a técnica não faz uso de lixas, massas nem produtos que danificam a pintura do carro. Por conta disso, o martelinho faz com que o aspecto original do veículo seja mantido, tanto na cor quanto na textura da tinta.
  7. Valorização do carro em caso de venda: o martelinho é um aliado quando o assunto é revenda, pois ele ajeita os pequenos danos da lataria, mantém peças e pinturas originais, além de garantir aspecto como de fábrica. 

 

kit martelinho de ouro

Onde o martelinho de ouro não se aplica? 

O martelinho de ouro pode ser útil para diversas situações que demandam reparos mais superficiais na lataria do carro. Caso seu veículo apresente amassados maiores para o reparo outras técnicas são mais indicadas. Lembre-se: o objetivo do martelinho de ouro é ajustar pequenas batidas ou amassados.

Na situação em que um automóvel sofreu batidas mais fortes, são grandes as chances do reparo necessitar de pintura e funilaria. Para tal, um serviço de funilaria e pintura, com profissionais experientes, será necessário, afinal trata-se de um trabalho delicado e repleto de detalhes para que a aparência original do carro seja resgatada.

Outra situação em que o martelinho de ouro é ineficiente é quando há necessidade de troca da lataria devido a um dano forte e sem conserto. Nesse cenário, é recomendável uma troca da peça – serviço que o martelinho de ouro não realiza.  

Quais ferramentas são usadas?

Ao longo desse artigo, você aprendeu que o martelinho de ouro é uma técnica utilizada na reparação de pequenos amassados e deformações na lataria de veículos, sem que haja a necessidade de repintura. 

As ferramentas usadas no martelinho de ouro são projetadas para trabalhar com precisão e delicadeza, com o objetivo de restaurar a forma original da superfície sem danificar a pintura. A seguir, conheça alguns exemplos de ferramentas usadas no martelinho de ouro:

  1. Martelos de borracha: são martelos com cabeças de borracha de diferentes tamanhos e formatos. Eles são usados para bater suavemente na área amassada, ajudando a moldar a lataria de volta à sua forma original.
  2. Alavancas: são ferramentas finas e curvas que permitem ao técnico acessar áreas de difícil alcance. Elas são usadas para empurrar suavemente a lataria de volta à posição correta.
  3. Varetas de aço: esses instrumentos são hastes longas e finas de aço, frequentemente com pontas variadas, que permitem ao profissional acessar locais difíceis e aplicar pressão em pontos específicos.
  4. Refletores de luz: são usados para iluminar a superfície da lataria de maneira acentuada, o que ajuda o mecânico a identificar imperfeições e áreas que precisam de ajustes.
  5. Ventosas de sucção: são usadas para puxar suavemente a lataria de volta à sua forma original. Elas criam uma pressão negativa que ajuda a desamassar a área danificada.
  6. Ferramentas específicas: há várias ferramentas especializadas disponíveis para diferentes tipos de amassados e situações de batidas. Algumas são projetadas para áreas estreitas, enquanto outras são mais adequadas para superfícies planas ou curvas.

 

É importante frisar que o martelinho de ouro é uma técnica que exige habilidade e experiência por parte do profissional contrato para executar o serviço. Afinal, o objetivo é restaurar a lataria sem causar danos à pintura original e – e não ter dores de cabeça.  

Assim, a seleção e o uso adequado das ferramentas são essenciais para obter resultados satisfatórios. Saiba mais sobre alguns desses instrumentos nos tópicos a seguir.

Martelinho

Como o próprio nome da técnica entrega, o martelinho é fundamental para o processo. Há modelos específicos de martelo para a lataria do veículo, é importante saber. Eles costumam apresentar pontas mais finas, o que permite que o trabalho possa ser bastante minucioso.

Lixadeira Politriz Angular

A lixadeira politriz angular é usada para polir veículo, de modo que possui uma rotação menor e, devido a essa característica, o profissional pode ter mais facilidade para manuseá-la com precisão. 

Recomenda-se que o polimento da peça danificada seja feito antes do início de seu preparo com o martelinho de ouro. Vale destacar que a lixadeira também é utilizada para a remoção de materiais deteriorados, além da preparação para revestimentos da lataria. 

 Soprador Térmico 

O soprador térmico tem uma função que pode soar bastante óbvia: soprar ar quente. Esse instrumento atinge três estágios de temperatura, a depender da potência escolhida pelo profissional. 

Mas qual é o efeito prático do soprador térmico? Ele é voltado à aplicação e à secagem de tinta automotiva. Ou seja, o soprador térmico é uma ferramenta versátil que gera ar quente de alta temperatura e fluxo de ar controlado, sendo utilizado em diversas aplicações, desde trabalhos de reparação até projetos de artesanato e construção. 

A utilização mais comum do soprador térmico está no setor automotivo, com destaque ao processo de martelinho de ouro, onde pode ser usado para auxiliar na remoção de amassados e no amolecimento de partes da lataria para facilitar os reparos.

Vale destacar que o soprador térmico é composto por um corpo de plástico ou metal, que abriga um elemento de aquecimento elétrico e um ventilador. Quando ligado, o elemento de aquecimento é ativado e começa a gerar calor. Assim, o ventilador puxa o ar ambiente, de modo a fazê-lo passar pelo elemento de aquecimento aquecido. O ar quente é então expelido pela extremidade da ferramenta, criando um fluxo de ar quente de alta temperatura.

No martelinho de ouro, o soprador térmico é usado para os seguintes serviços: 

  1. Amolecimento da lataria: em alguns casos, a aplicação de calor na lataria do veículo pode ajudar a torná-la mais maleável, facilitando a remoção de amassados. O calor suaviza o metal, tornando-o mais flexível e reduzindo o risco de quebra durante o processo de reparação.
  2. Remoção de adesivos e tintas: o calor do soprador térmico pode ser utilizado para amolecer adesivos, tintas e selantes, o que ajuda em sua remoção sem danificar a superfície subjacente.
  3. Moldagem e modelagem: em certas situações, o soprador térmico também é usado para moldar ou modelar peças de plástico, como para reparar para-choques de plástico ou outras peças automotivas.

Ventosa

Por sua vez, as ventosas – também conhecidas como chupetinhas – aderem muito bem ao metal dos automóveis, sendo usadas pelos profissionais do martelinho de ouro com o objetivo de auxiliar diretamente no desamassar da lataria.

Não por acaso, as ventosas de sucção são ferramentas importantes no processo de martelinho de ouro. Afinal, elas desempenham um papel crucial na remoção de amassados leves e deformações na lataria de veículos. Essa técnica é especialmente útil quando o amassado possui uma forma mais ampla e a lataria não está muito enrugada ou distorcida.

A ideia por trás das ventosas de sucção é criar um vácuo entre a superfície da lataria e a ventosa em si. Isso é feito pressionando a ventosa contra a superfície amassada e, em seguida, puxando-a com força. Ao criar uma diferença de pressão entre o interior da ventosa e o ambiente externo, a sucção resultante pode ajudar a trazer a lataria de volta à sua forma original.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *