carro do batman
Categories:

Quais são os carros mais marcantes do Batman?

Quando um novo filme do Homem-Morcego é anunciado, há dois pontos que fervem as mentes e os corações dos fãs: quem será o novo intérprete de Batman e como será o Batmóvel. E não é para menos, afinal, estamos falando sobre fortes figuras da cultura pop ocidental.

Este artigo, mostra detalhes e curiosidades sobre o carro do Batman, destacando a evolução do veículo ao longo dos anos. Confira como é o novo carro do Batman, bem como alguns dos modelos clássicos, desde 1989. Embarque com a Zapay nesta aventura em Gotham City!

– Os 5 carros mais marcantes do Batman 

– Batmóvel de 1989 

– Batmóvel de 1995 

– Batmóvel de 1997 

– Batmóvel de 2005 

– Batmóvel de 2015 

– Batmóvel 2022 – Conheça o carro do Batman 100% elétrico

O site da Zapay é sempre uma mão na roda!

Conheça nossos serviços e aprenda como quitar os seus débitos veiculares.

Aqui você pode consultar placa do veículo.

Saiba como parcelar multas, IPVA, licenciamento em até 12 vezes no cartão de crédito.

Vem que a Zapay lhe ajuda a deixar sua vida veicular em dia!

Os 5 carros mais marcantes do Batman 

O Batmóvel pode ser considerado um dos ícones automobilísticos do cinema. E não é por acaso: sempre pronto para as ações do Homem-Morcego (também conhecido como Cavaleiro das Trevas), o veículo é sempre um show à parte, no que diz respeito à velocidade e à alta tecnologia nele empregada. Mais um detalhe que o deixa único: os modelos adotados são sempre lindos, com design inovador e com as características do Batman (Bruce Wayne).

O veículo apareceu pela primeira vez em Detective Comics #27 (revista em quadrinhos que introduziu o Batman), em 1939. Na época, o Batmóvel era um sedã e seu nome era “carro”. Apenas depois, o automóvel passou a ser mais tecnológico e característico com a identidade do herói da DC, ficando estacionado sempre na Batcaverna, localizada na mítica Mansão Wayne.

Confira a seguir quais são os cinco (5) principais carros que deram vida (ou melhor, inspiraram a carcaça) do Batmóvel.

Dica da Zapay: sendo o Batman ou não, é sempre importante calcular o combustível necessário para fazer uma viagem. Para tal, conheça a calculadora de gasolina.

o carro do batman

Batmóvel de 1989 

Este é o Batmóvel do filme dirigido por Tim Burton, conhecido como “Batman, o filme”. Trata-se de uma versão bastante sombria do veículo baseado no clássico dos gibis, contando ainda com um estilo Art déco. 

O veículo do filme foi montado em cima da plataforma de um Cadillac Eldorado 1976 e dirigido por Michael Keaton (o interprete do Homem-Morcego). Este Batmóvel podia chegar a 530 km/h, segundo a narrativa do filme, devido a um booster. Uma curiosidade: a cabine do carro foi baseada na aeronáutica. 

É possível conferir este veículo no Petersen Automotive Museum (Los Angeles – Califórnia).

Dica da Zapay: para que serve uma placa de trânsito? Conheça seus significados neste conteúdo. Vale ressaltar que a legislação de trânsito é válida para todos – sejam cidadãos comuns, sejam heróis da DC e da Marvel. 

Batmóvel de 1995 

O Batmóvel de “Batman Eternamente” foi absolutamente refeito, se comparado ao anterior. Sua base foi o chassi de um Chevrolet 350 ZZ3, que ostentava alta potência. Val Kilmer foi o ator escolhido para viver o Cavaleiro das Trevas e dirigir o veículo-protagonista, que apresentava barbatanas e asas diferenciadas, conferindo muito estilo e charme ao automóvel.

O filme foi dirigido por Joel Schumacher e conta uma das trilhas mais marcantes do cinema nos anos 1990: “Kiss from a rose”, interpretada pelo cantor Seal.

Batmóvel de 1997 

O Batman interpretado por George Clooney teve a chance de dirigir um Batmóvel renovado. O desenho do carro veio do Jaguar D-Type, em um misto com o Delahaye 165, com velocidade que passava de 220 km/h. Esta versão do carro icônico bastante se assemelhava ao modelo apresentado nos quadrinhos.

“Batman & Robin” também foi dirigido por Joel Schumacher.

carro do batman antigo

Batmóvel de 2005 

Para o primeiro filme da trilogia criado pelo diretor Christopher Nolan, em 2005, o Batmóvel apresentou um visual, mais uma vez, inovador e disruptivo, sendo uma mistura entre um tanque de guerra e uma Lamborghini. Os policiais do próprio filme, ao descreverem o veículo, não conseguem distinguir o modelo e apenas dizem que ele é preto e se parece com um tanque (de guerra).

Na película, o carro literalmente passava por cima dos demais veículos, com suas enormes seis rodas e impulsão, o que permitia que o Batmóvel pulasse entre telhados dos prédios de Gotham City.

Quem dirigia este veículo hiper tecnológico era o Batman interpretado por Christian Bale. E o veículo combinava com o clima do filme: bastante sombrio e conectado com o mundo real. Trata-se da primeira parte da trilogia de Nolan é “Batman Begins”.

Batmóvel de 2015 

Para muitos, o Batmóvel de 2015 é um cânone nos quadrinhos da DC. O veículo é considerado um dos mais tecnológico e sua base também era um tanque de guerra, que pesava quase quatro toneladas. 

O escolhido para viver o Cavaleiro das Trevas foi Ben Affleck e é ele quem dirige o veículo no filme “Batman vs Superman: a origem da justiça” – filme dirigido por Zack Snyder, cuja estreia aconteceu em 2016.

Este modelo de Batmóvel é um superesportivo alcançava incríveis 330 km/h, como velocidade máxima. Esta é a mesma velocidade máxima do Porsche 91 Turbo S, que pesa duas toneladas a menos.

O veículo conta com blindagem especial, sistemas de proteção e camuflagem, além de armamentos militares de última geração, como arpoes e metralhadoras retráteis de calibre .50.  

Batmóvel 2022 – Conheça o carro do Batman 100% elétrico

O veículo dirigido pelo Homem-Morcego, interpretado por Robert Pattinson, em “The Batman” (2022) é mais sóbrio e realista se comparado com o modelo hiper tecnológico dirigido pelo Batman de Ben Affleck.

O mais atual Batmóvel é um Dodge Charger, modelo 1968, que teve poucas alterações. O modelo marca bastante a identidade de um muscle car, com potência, tamanho e performance elevados para veículos fabricados entre as décadas de 1960 e 1970.

Com tal contexto, não é difícil de imaginar que o filme dirigido por Matt Reeves traz um Batmóvel “monstruoso” – tão gigante que intimida quem o observa passar. Ele apresenta para-choque de metal e rodas enormes, que ultrapassam os limites da carroceria. As saídas de escapamento ficam nas laterais e são salientes.

Este carro pode ser considerado uma mistura de “Super Máquina” (série televisiva) e automóveis pós-apocalípticos presentes em “Mad Max”. Apresenta ainda proteção do capô e faróis quadrados. 

E tem mais: este Batmóvel ostenta um poderoso motor traseiro, que fica exposto, dando ainda mais charme ao veículo. Ele utiliza um sistema retrátil, que funcionam como guelras de peixes – por isso é possível que o motor fique exposto. A tração neste automóvel pode ser dianteira, traseira ou nas quatro rodas – tudo depende da necessidade do Batman naquele momento.

O ar sóbrio, presente no Batmóvel de Matt Reeves, foi pensado para que a plateia se sentisse dentro do filme – com mais cara de vida real, ambiente sério e sem tom fantasioso. Faz sentido até mesmo para entender o protagonista, que beira os 35 anos, encaminhando-se cada vez mais para a maturidade. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *