Imagem com várias placas de trânsito
Categories:

Placas de trânsito: guia atualizado com símbolos e significados

As placas de trânsito têm função essencial, educativa e informativa no auxílio de condutores e pedestres em vias públicas. Entendê-las é fundamental para garantir a segurança de todos!

Neste guia completo das placas de trânsito, dividimos o material em três partes principais para facilitar o seu entendimento:

  • Placas de trânsito vermelhas
  • Placas de trânsito amarelas
  • Placas de trânsito azuis, verdes ou brancas

Nos acompanhe e entenda todas as placas de trânsito de uma vez por todas!

Placas de trânsito vermelhas: são as placas de regulamentação do trânsito

As placas de trânsito vermelhas, também conhecidas como placas de regulamentação, ou placas de trânsito vermelhas, tem como finalidade informar aos usuários as condições, proibições, obrigações ou restrições no uso das vias.

Suas mensagens são imperativas e o desrespeito a elas constitui uma infração ao CTB. Não por acaso, estas placas são muito mais comuns em ruas e avenidas do que em rodovias.
Placas de trânsito vermelhas: todas as placas de regulamentação
Vale ressaltar que algumas informações complementares são também são encontradas nas placas de trânsito vermelhas: horários, períodos de atividade, características e uso do veículo, condições de estacionamento, dentre outras.

Um exemplo dessa necessidade de informação complementar na placa de trânsito vermelha são as placas de estacionamento proibido perto de escolas (já que durante os finais de semana não se costuma ter aula), também são assim as placas do rodízio em SP e também as placas que indicam exceções para pessoas com deficiência, por exemplo.

Entenda ainda mais as 50 placas de trânsito vermelhas (de regulamentação)

Caso queira se aprofundar nas especificidades de cada placa de trânsito, temos um conteúdo separado para cada um, para que você fique afiado no tema. Confira:

Placas de trânsito amarelas: são as placas de advertência

As placas de trânsito amarelas, ou placas de advertência, tem como objetivo alertar os usuários da via para condições potencialmente perigosas, indicando sua natureza.

Sua forma padrão é quadrada, devendo uma das diagonais ficar na posição vertical. À sinalização de advertência estão associadas as cores amarela e preta.
Placas de trânsito amarelas: todas as placas de advertência
Ressaltam-se também aqui informações complementares que, quando ocorrerem, devem ser inscritas em placa adicional ou incorporada à placa principal, formando um só conjunto, na forma retangular, admitida a exceção para a placa adicional contendo o número de linhas férreas que cruzam a pista.

As cores da placa adicional devem ser as menos dos sinais de advertência.

Entenda ainda mais as placas de trânsito amarelas (de advertência)

Caso queira se aprofundar nas especificidades de cada placa de trânsito amarela, temos um conteúdo separado para cada uma, para que você fique afiado no tema. Confira:

Placas de trânsito azuis, verdes ou brancas: são as placas de indicação

As placas de indicação trazem como finalidade identificar as vias e os locais de interesse, bem como orientar condutores de veículos quanto aos percursos, destinos, distâncias e serviços auxiliares, podendo também ter como função e educação do usuário.

Suas mensagens possuem caráter informativo ou educativo.
Placas de trânsito azuis, verdes ou brancas: todas as placas de indicação
As placas de trânsito de indicação possuem ainda subcategorias, sendo que cada uma delas representada um segmento:

Placas de trânsito x Sinalizações: qual a diferença?

Alguns motoristas e pedestres podem confundir um pouco o que é placa de trânsito e o que é sinalização. Se este for seu caso, pode ficar muito tranquilo, pois a Zapay está aqui justamente para lhe ajudar com estas dúvidas. Na verdade, confundi-las não é algo tão estranho assim, uma vez que uma complementa a outra.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), as placas de trânsito são os elementos colocados na posição vertical, fixados ao lado ou suspenso sobre as vias públicas, como ruas, avenidas, rodovias, entre outras. Nas placas, é possível ler informações dispostas a partir de palavras ou símbolos para orientar motoristas e pedestres. Elas são legalmente definidas e podem ser provisórias ou permanentes no local escolhido para constarem.

Por sua vez, a sinalização trata do conjunto de informações presentes nas placas, de modo a garantir segurança, fluidez e organização a todos os envolvidos no trânsito, dentre motoristas, pedestres e demais membros.

Essa diferenciação entre os termos nos ajuda a compreender porque existe o conceito de sinalização vertical, que é justamente a junção destes dois conceitos de trânsito, que, como se pode perceber, são inseparáveis para uma comunicação efetiva.

Sinalização Horizontal

 Sinalização Horizontal

Segundo o CTB a sinalização horizontal trata-se de um subsistema da sinalização viária que se utiliza de linhas, marcações, símbolos e legendas, pintados ou apostos sobre o pavimento das vias.

Têm como função organizar o fluxo de veículos e pedestres, controlar e orientar os deslocamentos em situações com problemas de geometria, topografia ou frente a obstáculos, além de complementar os sinais verticais de regulamentação, advertência ou indicação. Em casos específicos, tem poder de regulamentação.

Quem é o responsável pelas placas de trânsito?

Segundo o artigo 19 do CTB, o Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) é o órgão máximo executivo de trânsito da União, e ele tem como uma de suas funções “Organizar, elaborar, complementar e alterar os manuais e as normas de projetos de implementação da sinalização, dos dispositivos e equipamentos de trânsito aprovados pelo CONTRAN”, Conselho Nacional de Trânsito, o órgão máximo normativo do Sistema Nacional de Trânsito.

Desse modo, cabe ao DENATRAN regulamentar as sinalizações de trânsito nas vias brasileiras.

Reforçamos aqui a importância de todos os sinais de trânsito, afinal eles orientam as regras de tráfego, informam sobre as condições da via e alertam sobre proibições, restrições e obrigações no uso do local.

Elencamos as 7 placas de trânsito mais recorrentes

Todas as placas de trânsito apresentam extrema importância para o fluxo das vidas públicas, isso você já sabe. Reforçamos agora as sete (7) placas mais recorrentes no dia a dia do motorista. Confira!

  1. Parada obrigatória.
  2. Dê preferência.
  3. Proibido estacionar.
  4. Velocidade máxima.
  5. Altura máxima.
  6. Curva acentuada.
  7. Use cinto de segurança.

Quer saber mais sobre os sinais de trânsito que todo motorista deveria conhecer? Então, acesse este conteúdo especial preparado pela Zapay.

Levou multa por não respeitar a placa? Conte com a Zapay!

Caso você tenha sido multado por não obedecer alguma sinalização de trânsito ou alguma regra do CTB, saiba que a Zapay pode lhe ajudar com mais essa.

A Zapay, como você já sabe é uma mão na roda, e com nossos serviços você pode pagar multas, licenciamento, IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor), dentre outras taxas. Acesse nosso site e confira!
Venha conhecer nosso aplicativo!

Nele é possível Consultar seu IPVA, licenciamento e multas de forma totalmente gratuita e online, além de poder parcelar tudo em até 12x!


APP Zapay