Categories:

O que é GRD Bradesco?

Hey, motorista do estado do Rio de Janeiro! Quando o assunto é o pagamento do IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículo Automotor) do seu automóvel, você sabe qual é o caminho a seguir? Já ouviu falar sobre a GRD Bradesco? Não faz a menor ideia do que seja?! Fique tranquilo, pois a Zapay está aqui para lhe dar uma mãozinha sobre estes temas.

Um spoiler sobre o conteúdo preparado para este artigo é que a GRD Bradesco RJ é a guia que precisa ser emitida para que você, proprietário de veículo, consiga pagar o imposto do seu automóvel na data indicada, segundo o número final da placa.

Sendo assim, embarque nessa, aperte os cintos e venha com a Zapay para saber informações e dicas para fazer a consulta GRD Bradesco – e quitar os seus débitos. Confira!

Entenda as siglas referentes ao pagamento de taxas no Rio de Janeiro:

DETRAN RJ – diz respeito ao Departamento Estadual de Trânsito designado a atender o estado do Rio de Janeiro.

GRD Bradesco – é a Guia de Regularização de Débitos, regulamentada pela Resolução SEFAZ nº23/2019, destina-se ao recolhimento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotivos). A GRD é emitida na forma de boleto de cobrança bancária e pode ser paga em qualquer banco ou instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil – BCB. Para saber mais sobre a GRD, leia este conteúdo. 😉

DUDA – trata-se do Documento Único do DETRAN de Arrecadação. Ele representa o valor cobrado pelo DETRAN RJ a título de remuneração. Ou seja, é uma taxa paga ao DETRAN RJ para diversos serviços, tais como licenciamento de veículos, vistoria anual, mudança ou inclusão de categoria e expedição da carteira de motorista.

GRM – esta sigla diz respeito à Guia de Recolhimento de Multas, que pode ser pago no banco conveniado aos serviços do DETRAN RJ, que é o Bradesco. Tem como objetivo de padronizar os ingressos na conta do Tesouro, aumentar o controle e a transparência na classificação das receitas, além de aprimorar o gerenciamento das disponibilidades financeiras da Prefeitura. Saiba mais neste artigo da Zapay.

O que é GRD Bradesco?

Para não começarmos com nenhuma dúvida, vamos à pergunta que guia este artigo: mas, afinal, o que é GRD? Sem enrolação: trata-se da Guia para Regularização de Débitos do IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículo Automotor).

A GRD é regulamentada pela Resolução SEFAZ n° 23/2019 e destina-se ao recolhimento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). Ela é emitida na forma de boleto de cobrança bancária e pode ser paga em qualquer banco ou instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil – BCB.

Segundo a Secretaria de Estado da Fazendo do Rio de Janeiro, a GRD deve ser emitida pelo contribuinte pelo Banco Bradesco, no site da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ), mediante a digitação do número do RENAVAM (Registro Nacional de Veículo Automotores). Essa explicação justifica a própria chamada deste conteúdo, que une a GRD ao Bradesco, uma vez que esta guia deve ser emitida pelo referido banco – então, é uma forma de reforçar o passo a passo correto para que o contribuinte possa quitar corretamente a GRD.

Vale dizer que o pagamento da GRD deve ser efetuado em moeda corrente. Ainda conforme a explicação da Secretaria de Estado da Fazendo do Rio de Janeiro, caso o contribuinte seja correntista do banco arrecadador (o Bradesco), o pagamento poderá ser efetuado por meio de débito em conta, pelos canais de autoatendimento disponibilizados pelo banco (caixa eletrônico, terminal de autoatendimento, home banking, app via celular, entre outros) ou em seus correspondentes bancários, inclusive casas lotéricas.

Se você quiser ter mais informações sobre a GRD, basta acessar o Portal do IPVA da SEFAZ-RJ. Dica: tenha em mãos o número do seu RENAVAM para realizar a consulta do débito.

Como funciona?

Segundo o portal da Secretaria de Estado da Fazendo do Rio de Janeiro, a Guia para Recolhimento de Débitos (GRD) está disponível desde 11 de janeiro de 2022 – oferecendo um desconto de 3% para aqueles que optarem pelo pagamento à vista. Ainda: o IPVA 2022 relativo a veículos automotores terrestres deverá ser pago em cota única ou em três (3) parcelas mensais, por meio da GRD. Fique atento a esta informação sempre.

Mas e como emitir a GRD? Vem que a gente lhe explica o passo a passo, segundo as informações da Secretaria de Estado da Fazendo do Rio de Janeiro:

  1. A GRD para pagamento do IPVA pode ser obtida através da Internet no link Emissão da GRD e também na página do Banco Bradesco S.A. 
  2. O caminho para gerar o boleto da GRD é:  acessar o site do Bradesco (www.bradesco.com.br→ clicar em “Produtos e Serviços” → em seguida, acessar a aba “Mais Produtos e Serviços” → clicar em “Pagamentos” → encontrar a lista “Tributos” e clicar em “DETRAN RJ – GRD, DUDA, GRM e GRT” e depois em “Gerar Boleto”.

Sobre as taxas do DETRAN RJ, um ponto de atenção importante: desde 2019, diferentemente do que ocorria em anos anteriores, na GRD de todos os exercícios passou a vir apenas os valores relativos ao imposto IPVA, não mais incluindo as taxas devidas ao DETRAN RJ. Portanto, fique atento.

Considerando este ponto, as taxas de “Licenciamento de Veículos, Vistoria Anual e Emissão de Laudo de Gases Poluentes” e de “Emissão Anual do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo” devem ser pagas por meio da Guia de Recolhimento de Taxas, a GRT, seguindo as instruções que constam no site oficial do DETRAN RJ. Acesse: www.detran.rj.gov.br.

Calendário de vencimento do IPVA no Rio de Janeiro

Já que estamos falando sobre a GRD, que tem tudo a ver com o IPVA, nada mais justo do que você ficar por dentro das datas de vencimento deste imposto em 2022. A distribuição das datas está sempre relacionada ao número final da placa do seu veículo – uma lógica seguida em todos os anos. Confira a seguir qual é a data relacionado ao seu veículo  

Final de Placa

Vencimentos

Cota Única ou 1ª parcela

2ª parcela

3ª parcela

0

21/jan

21/fev

23/mar

1

24/jan

23/fev

25/mar

2

25/jan

24/fev

28/mar

3

26/jan

25/fev

29/mar

4

27/jan

03/mar

04/abr

5

28/jan

04/mar

05/abr

6

31/jan

07/mar

06/abr

7

01/fev

08/mar

07/abr

8

02/fev

09/mar

08/abr

9

03/fev

10/mar

11/abr

 

Quer saber mais sobre os débitos relacionados à GRD e à legislação que os ampara? Então, acesse os links a seguir e saiba mais sobre como processo burocrático é montado e quais são os embasamentos.



Serviços que podem ser feitos com o Bradesco

Utilizando os serviços do Bradesco, voltados para suprir necessidades do Estado do Rio de Janeiro, saiba quais são os contatos tirar dúvidas sobre tributos e taxas veiculares e também os boletos que podem ser gerados. Confira! 

– IPVA (telefone):

21 2334 4500
21 2334 4925
21 2334 4926
21 2334 4927
21 2334 4928

Inspetoria de IPVA (telefone):

21 2334 2705
Atendimento das 9h às 16h.

Outras taxas (telefone):

0800 0204040
DETRAN RJ, atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h e aos sábados, das 8h às 18h.

DPVAT (acesso no site):

A Secretaria da Fazenda do Estado do Rio de Janeiro informa que, de acordo com a Lei Estadual nº 7.718, de 09 de outubro de 2017, os boletos para pagamento integral ou parcelado do seguro obrigatório – DPVAT, devem ser emitidos no site https://pagamento.dpvatsegurodotransito.com.br

Veja os boletos que você pode emitir (acesso no site):

  • GRD – IPVA / Taxa de licenciamento anual / taxa de emissão CRLV
  • DUDA – Documento único do DETRAN de arrecadação
  • GRT – Guia de Regularização de Taxas (Taxa de Licenciamento Anual/Taxa de Emissão CRLV)
  • GRM – Guia de Recolhimento de Multas
  • Informações de Pagamentos Efetuados

Para gerar boleto: https://www.ib7.bradesco.com.br/ibpfdetranrj/debitoVeiculoRJLoader.do

Conheça outras siglas importantes para a sua vida no trânsito:

DPVAT – Você sabe o que é seguro DPVAT? Com um nome autoexplicativo, o DPVAT é o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, ou por sua Carga, a Pessoas Transportadas ou Não (Seguro DPVAT). Ele entrou em vigor pela Lei n° 6.194/74, com o objetivo de amparar as vítimas de acidentes de trânsito em todo o território nacional, não importando de quem seja a culpa dos acidentes. Em outras palavras, uma forma de simplificar e fazer justiça por meio de uma indenização a quem foi vítima do trânsito, de alguma forma. A Zapay preparou um artigo com mais informações sobre o seguro DPVAT. Acesse o link aqui e descubra.

SNE – O Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) é uma solução e também um aplicativo do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito) que permite enviar as notificações e os alertas, além de comunicados e documentos em formato digital, para empresas e cidadãos brasileiros. Trata-se de um serviço que pode ser utilizado por órgãos e entidades públicas, em todas as esferas. O requisito necessário para utilização é ser órgão autuador integrante do Sistema Nacional de Trânsito, que registra infrações de trânsito na base do Registro Nacional de Infrações do DENATRAN, o RENAINF. Há uma explicação para este corte sobre quem pode utilizar o SNE: são esses órgãos os 27 DETRANS (Departamento Estadual de Trânsito) dos estados e as prefeituras vinculas, além da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e os Departamentos de Estradas de Rodagem (DER).

DENATRAN – Trata-se do Departamento Nacional de Trânsito, um órgão que responde à Secretaria Executiva do Ministério da Infraestrutura, com sede em na capital do país. Ele tem vários departamentos, cada um deles com missões específicas para coordenar dentro do Sistema Nacional de Trânsito. Apesar de responder ao Ministério da Infraestrtura, ele possui autonomia administrativa e técnica, e jurisdição sobre todo o território nacional. Desse modo, faz cumprir as leis previstas no código de trânsito brasileiro, além de coordenar outros órgãos para fiscalizar a execução da Política Nacional de Trânsito. Além de supervisionar a legislação de trânsito e fazer tudo em seu poder para que ela seja cumprida, o DENATRAN é responsável por criar métodos para aprendizagem e habilitação de motoristas, emitir documentação, registro e licenciamento de veículos. Sendo assim, o motorista não vai ter que lidar direto com o DENATRAN para tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou fazer registrar o seu veículo. Porém, é o DENATRAN que efetiva esses registros tanto da CNH quanto da documentação do veículo. Se tiver dúvidas, é só dar uma olhada agora na sua habilitação ou o registro do seu automóvel, já que lá vai estar o papel timbrado da entidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.