Categories:

Pintura RGB: saiba como funciona

Você não acha divertido mudar a cor do seu veículo dependendo da iluminação por onde ele passar? Tendo ele uma diversidade de cores dependendo do momento do dia, sem ter a necessidade de trocar de carro, apenas com um tipo de pintura diferente do seu veículo?

Com a pintura RGB você terá a oportunidade de ter um carro versátil e diferente da maioria por aí.

A pintura RGB faz parte de um grupo de tintas que juntas causam um efeito de mudança de cor do veículo, os pigmentos microscópicos refletem a iluminação, natural ou artificial, produzindo assim as cores do arco-íris na pintura do carro.

Precisa consultar situação do veículo e não sabe como fazer, clica no link que a Zapay te ajuda. 

Venha conhecer nosso aplicativo!

Com o app da Zapay você vai:

Consultar seu IPVA, licenciamento e Multas;

Parcelar tudo em até 12x com as menores taxas do mercado;

Ser avisado quando precisar renovar seus documentos.

APP Zapay

A pintura RGB vem da abreviação das cores Red (vermelho), Green (verde) e Blue (azul) que são as cores  primárias que existem no mundo. Cada uma dessas cores possui duzentas e cinquenta e seis tonalidades, desde a mais clara até a mais escura, e a combinação delas pode gerar mais de 16 milhões de possibilidades de cores.

A combinação dessas cores mais a absorção dos fótons, que são minúsculas partículas contidas na luz, causam o efeito arco-íris, às vezes de maneira mais forte ou mais fraca, dependendo da iluminação. 

O processo é feito por envelopamento ou plotagem da pintura RGB ou também conhecidas como pintura holográfica, camaleão e furta-cor. Existem algumas variações de tons metálicos que irão mudar de cor de acordo com a luz do ambiente e a movimentação do veículo.

Lamborghini dourada do Aubameyang
Lamborghini dourada do Aubameyang

Essa nova customização dos veículos virou moda entre alguns famosos internacionais nos últimos meses, e agora começou a chamar a atenção dos brasileiros, após um importante atacante do time do Barcelona, Pierre-Emerick Aubameyang ser visto desfilando sua Lamborghini com a pintura RGB, ele também possui um Aventador dourado com um efeito semelhante. A famosa socialite americana Paris Hilton também foi vista com o seu BMW i8 Roadster com uma pintura metálica rosada, também parecida com a holográfica, pelas ruas da Califórnia.

Existe uma tonalidade predominante a ser escolhida para a pintura RGB do veículo possibilitando que o cliente interessado escolha uma imensidão de cores e texturas, incluindo tons foscos que foram muito utilizados há alguns anos no Brasil com cores únicas.

BMW iX Flow: Carro que muda de cor

BMW IX Flow

A tecnologia tem sido tão revolucionária que além da pintura RGB, foi lançada em Las Vegas durante a CES 2022, que (Consumer Electronics Show) que é a maior feira de tecnologia do mundo, o carro que muda de cor ao toque de um botão, o modelo apresentado foi o BMW iX Flow, o nome que a BMW deu para essa tecnologia é  E Ink.

A superfície do carro possui uma pintura composta por milhões de microcápsulas, que tem diâmetro equivalente à espessura de um fio de cabelo humano e cada uma dessas partículas possuem pigmentos pretos e brancos. Ao acionar o botão, sinais elétricos são acionados podendo escolher qual das duas cores deve prevalecer naquele momento no veículo.

BMW iX Flow
BMW iX Flow: Carro que muda de cor

Uma das intenções da BMW com a possibilidade de mudança de cores entre o branco e o preto é que, além de se ter uma escolha estética, essas duas cores fazem com que o futuro proprietário possa se sentir mais confortável com seu veículo dependendo do clima, em dias de sol forte o branco reflete melhor a luz do sol, diminuindo o aquecimento do veículo e nos dias mais frios o preto ajuda o veículo a absorver melhor o calor do sol. Ajudando também a reduzir a potência de resfriamento e aquecimento do carro e, no caso de um carro elétrico, ajudará a aumentar a autonomia. O veículo ainda não está disponível ao consumidor.

Você sabe como fazer pintura automotiva?

Para fazer a pintura no modo “faça você mesmo”, você deverá primeiro de tudo lavar o carro, na sequência colocar fitas e papel nas áreas que não deverão ser pintadas, depois deverá usar a lixadeira elétrica para tirar a tinta antiga do local onde deseja pintar (se for todo o veículo, terá que lixar todas as partes). Misture o primer com os diluentes e aplique em todo local a ser pintado, espere secar e repita a ação. Agora é só utilizar um pulverizador com a tinta desejada, ela deve ser aplicada de três a quatro camadas. Aplique o verniz de revestimento transparente e retire a fita adesiva enquanto ele ainda estiver molhado. Depois que tudo estiver seco, faça o polimento. 

Mas a melhor maneira é contratar um profissional para ter um trabalho bem feito que não altere o valor do seu veículo. 

Existem três tipos mais comuns de pinturas em veículos: pintura sólida, pintura metálica e pintura perolizada.

  • Pintura sólida – são as chamadas de cores lisas, é o tipo mais básico, e utilizado na maioria dos veículos. Geralmente são as cores branca, vermelha e preta. São simples, fáceis e de custo mais acessível, não alterando o valor final do veículo em uma futura venda. As montadoras não cobram um preço extra se o veículo for nessas cores;
  • Pintura metálica – é uma tinta mais cara, que aumenta o valor do veículo, ela recebe uma carga de efeito formada por laca acrílica e flocos de alumínio que refletem a luz com mais precisão e causam o efeito mais brilhante nas cores, podendo mudar sutilmente de tonalidade dependendo da luz;
  • Pintura perolizada – é o tipo mais elaborado das tintas de veículo mais conhecidas no mercado. Ela é composta por pó de pérola e mica, dando um efeito de mudança de cor ao se olhar o carro de posições diferentes. Carros com cores peroladas costumam ser bem mais caros.

Como conservar a pintura do veículo preto?

  1. pare seu carro sempre em local coberto;
  2. não utilize solvente, querosene ou qualquer produto químico na lavagem do seu veículo;
  3. lave seu automóvel na sombra utilizando sempre shampoo próprio para veículos de ph neutro;
  4. lave imediatamente fezes de aves ou resíduo vegetal; 
  5. aplique sempre a cera e faça o polimento regularmente;
  6. para quem está no litoral é muito importante não deixar que a areia se acumule no veículo, pois o carro pode começar com um processo de corrosão.

Na verdade as dicas servem para qualquer cor de veículo, independente do tipo de tinta utilizada.

O que é uma pintura RGB? 

Apesar de nos referimos como pintura RGB, o processo é feito através de um envelopamento do veículo com uma película de vinil, que protege a pintura original do carro. Dessa forma, a cor do veículo é modificada, mas de uma maneira que a lataria do carro não corra risco de ser prejudicada ou alterada.

Para manter a pintura RGB com o envelopamento bonita por mais tempo, o carro deve ser lavado de maneira bem cuidadosa e delicada, podendo ser utilizado um pano de microfibra para não causar qualquer dano a coloração. E a manutenção do material utilizado também deve ser constante.

Como funciona pintura RGB em carros?

A pintura propriamente dita não é utilizada, o processo é feito através do envelopamento do veículo, que tem a vantagem na facilidade da aplicação e o custo que é mais em conta do que se fosse feita uma pintura tradicional, já que a pintura veicular sairia um valor muito maior. A aplicação poderá levar entre sete e vinte dias dependendo do modelo e do tamanho do veículo, para a retirada também é levado o mesmo tempo

O proprietário interessado em fazer a pintura RGB primeiro deverá escolher qual a tonalidade predominante que ele gostaria de ter no veículo, além da intensidade das demais cores e texturas, podendo fazer inclusive em tons foscos. 

Quanto custa a pintura RGB? 

Para fazer a pintura RGB através do envelopamento do veículo o interessado pagará entre  dois mil e quinhentos reais  a cinco mil reais, dependendo da qualidade do material utilizado e da empresa que fará o serviço. 

É bom ressaltar que o gasto pode ser muito maior já que como no nosso país o clima é quente, o tempo de vida do vinil que dá a cor para a pintura RGB pode soltar da lataria com muito mais rapidez do que em um veículo que utiliza o mesmo material em um país com o clima mais frio, então o proprietário do carro terá um custo extra para manter a manutenção da pintura RGB em dia. A qualidade da película também deve ser levada em conta. 

A durabilidade da pintura RGB é de três a cinco anos, já as cores básicas como o branco e o preto chegam a durar até dez anos.

Já uma pintura de veículos tradicional é usada no mínimo trinta e três litros de tinta, considerando um carro pequeno de cor branca ou preta, e o custo dessa tinta pode chegar a três mil reais dependendo do tipo utilizado, mais a mão de obra que pode variar entre dois mil a cinco mil reais.

O que diz o CTB sobre isso? 

Segundo o Código Brasileiro de Trânsito, o proprietário pode alterar a cor do carro seja com pinturas ou adesivamento desde que essa modificação não ultrapasse uma área total de 50% da parte externa do veículo, não podendo ser nas áreas dos vidros. Se essa alteração ultrapassar 50% de toda a área, é considerado uma mudança total na cor do veículo e para uma modificação geral o interessado precisará de uma autorização do Detran (Departamento de Trânsito), o órgão fará uma análise e se for aprovado, emitirá um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV) informando a nova cor no documento.

A regra vale para qualquer mudança da característica de fábrica do automóvel, seja para pintura, envelopamento, adesivagem e qualquer outro método que altere a cor visível original do veículo. É importante saber que no caso da pintura RGB será considerada a cor predominante e ela será colocada no documento, se essa não for distinguida por não ter uma cor que preencha a maior parte do veículo, a cor no documento ficará como cor fantasia. Qualquer nova alteração que modifique a atual do carro passará pelo mesmo procedimento.

O processo de mudança de cor do seu carro tem um custo, o solicitante pagará algumas taxas:

  • taxa de autorização para efetuar a mudança no valor de cento e trinta reais e noventa e quatro centavos;
  • taxa de vistoria do veículo a ser modificado que custa noventa e quatro reais, para carros de médio porte ou cento e quarenta e um reais e dezesseis centavos para veículos pesados;
  • taxa do novo Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) que sairá duzentos e setenta reais e noventa e cinco centavos. 

Então o interessado terá um custo de aproximadamente quinhentos reais para fazer a modificação na cor do seu veículo.

Saiba também o que o Código Brasileiro de Trânsito fala sobre farol de LED.

Posso levar multa? 

Se você modificou a cor do seu veículo, seja por qualquer tipo de tinta automotiva ou por envelopamento sem a autorização do órgão de trânsito responsável, você está cometendo uma infração e pode sim ser multado.

O CTB (Código de Trânsito Brasileiro) é muito claro dizendo que cada veículo deverá manter as suas características de fábrica e que qualquer alteração deve ser autorizada pelo Detran da sua cidade.

A multa será de cento e noventa e cinco reais e vinte e três centavos, sendo considerada uma infração grave, e o proprietário ainda terá 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

Não se esqueça que andar com seu carro com farol queimado também é uma infração e gera multa, assim como estacionar em calçadas, prejudicando quem passa a pé pelo local. É importante estar sempre com o veículo em perfeito estado e ter atenção com quem está a sua volta para sua segurança e dos demais que circulam pelas vias públicas. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *