Renault Duster Iconic TCe 2023
Categories:

Conheça os melhores carros para pegar estrada no Brasil

Gosta de viajar de carro? Confira 8 carros para pegar estrada

Pensou na combinação “carro estrada” e ficou na dúvida sobre quais os melhores modelos para este tipo de viagem? Fique tranquilo, pois a Zapay está aqui para lhe ajudar com dicas sobre carros na estrada, segurança, potência, conforto e performance nas vias públicas.

Coloque seu cinto de segurança e embarque nessa viagem com a Zapay!

– O que é um bom carro para pegar estrada? 

– Potência do motor 

– Quantidade de lugares 

– Capacidade do bagageiro 

– Conforto 

– Segurança 

– Quais são os melhores modelos para pegar a estrada? 

– Volkswagen Voyage 

– Renault Sandero Stepway 

– Renault Duster 

– Chevrolet Spin 

– Toyota Corolla 

– Ford EcoSport 

– Jeep Renegade 

– Honda HR-V

Dica da Zapay: confira nossas dicas para ter uma viagem segura.

O que é um bom carro para pegar estrada? 

Na hora de pegar a estrada, o motorista deve se atentar a alguns cuidados quanto ao estado de conservação do veículo, bem como se todos os itens de segurança estão à disposição do condutor e dos passageiros. Afinal, um bom carro para iniciar uma viagem oferece conforto, segurança e bom desempenho.

Há alguns aspectos que devem ser considerados, tais como a existência de um motor potente o suficiente para lidar com subidas e ultrapassagens, um sistema de suspensão que absorva bem os potenciais solavancos da estrada ou da rodovia, um interior espaçoso (que trata conforto e segurança aos ocupantes) e bom isolamento acústico para reduzir os ruídos do vento e do motor. 

É importante e recomendável que o automóvel apresente recursos de segurança avançados, como controle de estabilidade e freios ABS. Além disso, carros com boa economia de combustível também são vantajosos para viagens longas, por exemplo.

Dica da Zapay: conheça os melhores lugares para você viajar no Brasil de carro

Potência do motor 

Quando falamos sobre desempenho, é fundamental saber como é o funcionamento do motor do seu veículo. Aliás, o tipo de motor é o que motiva os condutores a escolherem determinados veículos ou simplesmente descartarem outros.

Para que a potência do motor não vire uma confusão na hora de escolher um veículo ideal para rodar na estrada, vale a pena o amigo condutor se familiarizar com as informações acerca do motor. Ou seja, o que significam os números relacionados às características do motor e do carro, como litros, cilindradas, cv, HP e válvulas. 

Afinal, são variáveis e unidades de medidas que todo motor apresenta e dizem respeito tanto à potência quanto ao desempenho do veículo.

Para que não reste dúvidas, a potência do motor diz respeito à sua capacidade de executar uma tarefa em um determinado tempo. Dessa forma, quanto mais potência o motor tiver, menos tempo será necessário. Trata-se do resultado advindo da relação entre o torque e a quantidade de rotação, que são os ciclos dos cilindros.

Quando um automóvel atinge altas velocidades em pouco tempo, quem permite que isso ocorra é o indicativo de potência do motor. 

Por sua vez, o torque diz respeito à quantidade de força motriz que é proporcionada pelo motor. É a força com que o cilindro de um motor é capaz de agir, de modo a gerar movimento. Desse modo, quanto maior o cilindro, mais torque ele é capaz de gerar.

Se seu veículo automotor apresenta motores com cilindros grandes, saiba que ele consegue deslocar mais peso com rotações mais baixas.

Contudo, existe um desafio para que torque e potência se conciliem, pois, para ter um torque alto, o tempo dos ciclos dos cilindros deve ser maior, o que diminui a quantidade de rotações. Quando se aumenta o giro, os cilindros acabam não tendo tempo suficiente para completarem o ciclo de eficiência – a consequência disso é que o torque diminui.

Vale dizer que a potência do motor é somente uma das variáveis que influenciam diretamente no desempenho do automóvel. É necessário considerar outros fatores, como peso, medidas das rodas e pneus, além de características aerodinâmicas e de eficiência do veículo para saber como se dá sua performance. O melhor caminho, amigo motorista, é avaliar os números do motor em conjunto.

Outra medida referente ao motor são as cilindradas, que dizem respeito à capacidade dos cilindros de receberem um volume determinado de mistura ar-combustível, sendo medidas em cm³. Assim, um automóvel com quatro cilindros de 1.000 cilindradas apresenta a capacidade de 250 cm³ por cilindro, por exemplo. 

É importante ter em mente que quanto maiores as cilindradas, mais combustível será gasto para manter o motor do carro funcionando. Porém, se o automóvel tiver cilindradas baixas (como 1.000 citado no exemplo), ele é mais recomendado para ser utilizado nas cidades, por consumir menos combustível e andar bem em baixas velocidades. 

Já os carros com cilindradas mais altas (aquelas acima de 1.600) apresentam melhor desempenho na estrada, devido às velocidades maiores, retomadas para ultrapassagens e trechos de serra.

A cilindrada do motor, que pode ser 1.0, 1.4, 1.6, dentre outras, pode ainda ser medida em litros. Por exemplo, um automóvel 1.0 possui um motor com capacidade para um litro de mistura ar-combustível em seus cilindros, que, por sua vez, somados, apresentam volume interno de 1.000 cm³ (cilindradas). No caso de carros de 1.6 litros, são 1.600 cm³ (cilindradas).

Outra medida importante é o cavalo-vapor (cv), também criada para designar potência do motor. Esta medida leva em consideração três grandezas: peso, tempo e distância. Desse modo, um cavalo-vapor significa que o motor tem capacidade para erguer um peso de 75 kg a um metro do chão em um segundo. Quando mais cv, maior é a potência do motor, pois move mais peso em uma velocidade maior.

O Horsepower (HP), ou cavalo de força, é a conversão do conceito original (cv) para o padrão do Sistema Internacional de Unidades. Um ponto de atenção: por isso o cv de um motor é sempre um pouco maior do que o seu HP. 

Mais uma informação que o motorista deve se familiarizar são as válvulas (v). Trata-se dos dispositivos responsáveis pela entra de ar e saído dos gases de combustão dos cilindros. Assim, quanto mais válvulas por cilindro, mais rápida é a troca de gases e maior será a admissão de ar.  

É preciso se atentar, pois, em ciclos mais lentos (quando o motor está me baixa rotação), a quantidade de ar nos cilindros pode atrapalhar, uma vez que a mistura perde a composição ideal. Desse modo, um motor com 16v tem melhor rendimento em rotação mais altas, de modo a perder o torque em rotações mais baixas. Por sua vez, um motor de 8v, apresenta o processo contrário. 

Assim posto, um carro cujo motor é de 8v pode ser uma boa opção para trafegar nas cidades. Se o carro tiver motor de 16v, ele é mais indicado para estradas e rodovias, pois tem o pico de toque em rotações mais altas, o que oferece melhor potência em ultrapassagens e velocidade final. 

Dica da Zapay: quer economizar no combustível e deixar a sua viagem ainda mais organizada? Então, use a calculadora de gasolina e não seja pego de surpresa.

carro-estrada

Quantidade de lugares 

Um dos principais motivos que tornam a quantidade de lugares disponíveis em um veículo bastante relevante em viagens é a acomodação de passageiros. Afinal, se você, amigo motorista, está viajando com um grupo de pessoas (familiares ou amigos), ter um carro com um número suficiente de lugares pode ser essencial para que todos fiquem não só bem acomodados, como seguros.

Isso evita que os passageiros fiquem apertados ou desconfortáveis durante o percurso, o que pode levar a uma experiência desagradável e cansativa. Além disso, um carro com mais lugares oferece maior flexibilidade ao planejar uma viagem. 

O condutor pode contar com espaço adicional para levar bagagens, equipamentos esportivos, suprimentos ou qualquer outro item necessário para a viagem. Ainda: ter lugares extras pode permitir que você dê carona a amigos ou familiares que desejem se juntar à viagem de última hora.

Outros pontos essenciais quando falamos do tamanho do veículo – e sua disponibilidade de lugares – são conforto e segurança. Vale ressaltar que mais lugares, normalmente, significam mais espaço para os passageiros se espalharem e se sentirem confortáveis. 

Durante uma viagem longa, especialmente em estradas sinuosas ou com muitas horas de condução contínua, o conforto é crucial para evitar fadiga e desconforto. Além disso, caso o amigo motorista tenha filhos ou precise transportar crianças, ter bancos adicionais pode garantir que todos viajem com segurança em assentos apropriados para sua idade, como a cadeirinha.

No entanto, é importante lembrar que a escolha do tamanho do carro e do número de lugares também depende das necessidades individuais de cada família, bem como de suas preferências de viagem. Quem, geralmente, viaja sozinho ou em pequenos grupos, pode contar com um carro com menos lugares, afinal é mais econômico e adequado às suas necessidades.

Dica da Zapay: sabia que você pode consultar placa do veículo de um jeito rápido e seguro? Basta acessar a plataforma na Zapay, tanto pelo site quanto pelo app. Aqui, você pode parcelar seus débitos veiculares em até 12 vezes no cartão de crédito. 

Conforto 

Quem não curte uma viagem repleta de momentos inesquecíveis compartilhados com a família e os amigos, não é verdade? E engana-se quem pensa que conforto é sinônimo de luxo, ele está associado às necessidades de cada família.

Por isso é essencial fazer um test drive do veículo antes de comprá-lo, afinal é neste momento que o motorista poderá saber se o carro é confortável para dirigir e se sua família está tendo uma boa experiência.  

Segurança 

Quando a viagem passa por estradas e rodovias, há chances de algumas situações de perigo bastante específicas destas vias, como altas velocidades, ultrapassagens, mudanças climáticas durante o percurso longo, longas distâncias e trajetos desconhecidos.

Assim, quando o condutor for escolher um veículo ideal para essas vias, é importante se atentar as componentes de segurança. Tais como: airbags, controle de tração e de estabilidade, freios ABS, equipamentos para transportar animais em segurança no carro, entre outros.

Quais são os melhores modelos para pegar a estrada? 

Conheça alguns dos modelos mais indicados para pegar estrada.

Volkswagen Voyage 

O Volkswagen está no Mercado brasileiro há mais de 30 anos e foi exportado para mais de 60 países. Trata-se de um sedan, derivado de um dos veículos mais queridos entre os brasileiros, o Gol. Em 2022, a montadora lançou seu último modelo no Brasil, na versão 1.0 de 84 cv e 10,4 kgfm de torque, que apresenta câmbio manual de cinco marchas.

Para o conforto do condutor, este carro apresenta itens como: ar-condicionado, direção hidráulica, sistema ABS, alerta de frenagem de emergência,  travamento elétrico das portas e vidros dianteiros elétricos e  alerta sonoro e visual para não utilização do cinto de segurança do motorista.

Renault Sandero Stepway 

O Renault Sandero Stepway 2023 é uma ótima opção para quem curte um veículo com um visual mais aventureiro. Ele está disponível em duas versões: Zen, com transmissão manual, e Iconic, com transmissão CVT. 

As duas opções apresentam o mesmo motor 1.6 de 118 cv e 15,9 kgfm de torque.

O Sandero Stepway conta os seguintes itens de série: alarme, Isofix alerta do cinto de segurança do motorista, sistema CAR, tecnologia stop/start, assistente de partida em rampa e controle estabilidade.

Renault Duster 

Mais uma opção da Renault, dessa vez para atender aos amantes de SUVs. A Duster, em sua versão 2023, apresenta motor 1.3 turboflex de 170 cv – o mesmo do Renault Captur.  

É possível escolher os modelos entre as versões Zen, Intense e Iconic, que são equipadas com o motor 1.6 de 120 cv e 16,2 kgfm com opção de câmbio manual e automático do tipo CVT. 

Uma curiosidade: o modelo Iconic pode ser encontrado com o motor 1.3, feito em parceria com a Mercedes. 

O Renault Duster apresenta como itens de série: desembaçador traseiros, vidros dianteiros e traseiros com função “um toque” e sistema antiesmagamento, volante com regulagem de altura e profundidade, assistente de frenagem de emergência, controle de estabilidade e tração, sistema multimídia Easy Link com tela de oito polegadas, start-stop e alerta de ponto cego.

Chevrolet Spin 

A Chevrolet Spin é perfeita para quem gosta de muita disponibilidade de espaço, com versões de cinco ou sete lugares, além do porta-malas de até 710 litros de volume. A montadora já oferece os modelos 2024, que são: Spin 1.8 LS AT, Spin 1.8 LTZ AT e Spin 1.8L Premier AT (que é o modelo com sete lugares).

A versão 1.8 L Premier AT oferece direção elétrica com regulagem de altura, bancos com revestimento premium, MyLink com tela de sete polegadas e espelhamento via Apple CarPlay e Android Auto.

Toyota Corolla 

O Toyota Corolla é um sonho para muitos brasileiros, por ser devido ao conforto e à mecânica. Para a sua versão 2024, a Toyota oferece um conjunto motriz híbrido flex, com a potência de 140 cv. E, para tal, não há nenhum tipo de recalibração do propulsor 1.8 quatro-cilindros 16V aspirado de ciclo Atkinson, que rende 98 cv de potência e 101 cv com etanol, sendo 14,5 kgfm de torque.

O motor elétrico é de 95 cv e 18,9 kgfm e a bateria de 1,3 kWh. Vale lembrar que todo o conjunto, apesar de preparado para receber tanto gasolina quanto etanol no tanque, vem importado do Japão. 

Ford EcoSport 

Um dos veículos que popularizou os SUVs, o Ford EcoSport é mais um dos carros muito queridos pelos brasileiros neste século.  As últimas versões são de 2021, ano em que saiu de linha. E há opções variadas: SE Direct 1.5 AT (PcD), SE 1.5, SE 1.5 AT, Freestyle 1.5, Freestyle 1.5 AT, Titanium Plus 1.5 AT e Storm 2.0 4WD AT. 

O motor 1.5 é três cilindros e gera 137/130 cv de potência, de modo a trabalhar de forma aliada com câmbio manual de cinco marchas ou o automático de seis. Já o motor 2.0 tem 176/170 cv de potência, é acoplado à transmissão automática de seis marchas e tem tração 4×4.

A versão mais básica da EcoSport apresenta os seguintes itens de série: airbag duplo frontal, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, faróis com follow me home, volante multifuncional com ajuste de altura e profundidade, banco do motorista ajustável em altura, ar-condicionado, dentre outros. 

Jeep Renegade

Um dos SUVs mais desejados desde que chegou ao Brasil, em 2015, o Jeep Renegade apresenta facelifit em sua versão 2023. Além disso, o carro oferece motor T270, que é um turboflex utilizado no Compass e Commander, e itens de série mais tecnológicos, como assistentes de direção semiautônoma.

Há cinco versões do Renegade disponíveis e todas contam com o motor 1.3 turbo de 185 cv e 27,5 kgfm de torque. Duas configurações serão combinadas ao câmbio automático de seis velocidade e tração 4×2, já as outras três versões, que são mais caras, serão equipadas com câmbio automático de nove velocidades e tração 4×4.

Apresenta como itens de série: câmera de ré, sistema multimídia de sete polegadas com Android Auto e Apple CarPlay sem fio, faróis Full LED, frenagem autônoma de emergência, alerta e assistente de mudança de faixa, detector de fadiga, dentre outros.  

 Honda HR-V

O novo HR-V chegou ao mercado brasileiro em agosto de 2022, com motor 1.5 aspirado – em outubro, chegaram os modelos com motor turbo. Há quatro versões disponíveis: EX Honda Sensing e EXL Honda Sensing, que são equipadas com o motor 1.5 DI i-VTEC Flex aspirado, além das versões Advance e Touring, que contam com o inédito motor 1.5 DI VTEC turboflex. Para estas opções, o câmbio é automático do tipo CVT, com simulação de sete marchas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *