Categories:

Pista de Rolamento: o que é e como evitar multas

Neste artigo, você poderá saber o que é pista de rolamento e a conceituação de alguns termos bastante comuns na vida do condutor, mas que podem gerar algumas dúvidas, como faixa, pista, rodovia e estrada.

Saiba ainda quais são as multas mais comuns em via de trânsito rápido, além de dicas de segurança para transitar nas pistas de rolamento das estradas. Confira!

O que é pista de rolamento?

Mas, afinal, o que é pista de rolamento? Resposta direta e reta: são as estradas e vias que servem para o tráfego de carros, motos e veículos em geral. A pista de rolamento é o que chamamos de rodovia ou pista.

É preciso estar atento para não confundir a pista de rolamento com a pista de tráfego. A Zapay lhe ajuda com mais essa. 😉

Como você já sabe o que é pista de rolamento, vamos diretamente para a pista de tráfego. Trata-se do espaço das vias de trânsito que servem somente para o tráfego direto, sem desvio para outras rodovias.

Por sua vez, a pista de rolamento compreende tanto a pista de tráfego quanto a via que serve para desvio para outras rodovias.

Desse modo, a pista de tráfego é apenas uma parte do todo da pista ou da estrada. Já a pista de rolamento é toda a parte da pista ou da estrada.

Qual a diferença entre “pista” e “faixa”?

É importante que o motorista saiba a diferença entre pista e faixa, até mesmo pela segurança a ser tomada no trânsito.

As pistas são vias separadas por obstáculos físicos. Já as faixas são as vias separadas por uma pintura no chão.

Saiba mais sobre elas a seguir.

Faixa

Faixa consta na via de circulação e trata de divisões por onde um único veículo consegue circular. Normalmente, as faixas têm largura entre 3,5 metros e 3,6 metros.

Segundo o Anexo I do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), há a faixa de domínio e a faixa de trânsito.

A faixa de domínio é a superfície lindeira às vias rurais, delimitada por lei específica e sob responsabilidade do órgão ou da entidade de trânsito competente com circunscrição sobre a via.

Já a faixa de trânsito é qualquer uma das áreas longitudinais em que a pista pode ser subdividida, sinalizada ou não por marcas viárias longitudinais, que tenham uma largura suficiente para permitir a circulação de veículos automotores.

Pista

É importante que o motorista saiba que uma pista pode conter várias faixas. Em outras palavras: sabe todo o espaço da via de circulação? Pois é, ele é o que chamamos de pista.

O mais comum é que uma pista pode conter duas faixas, cada uma com um sentido de circulação. Porém, existem as pistas duplicadas, com duas ou mais faixas em cada pista, porém de sentido único.

O amigo motorista poderá notar que as pistas duplicadas estão mais presentes em grandes centros urbanos. E o motivo é prático: afinal, é nestes locais onde há o fluxo de veículos mais intenso. Diante deste cenário, o objetivo da duplicação da pista é uma maneira de diminuir o número de acidentes, uma vez que visa aumentar a segurança.

Segundo o Anexo I do CTB, pista é a parte da via normalmente utilizada para a circulação de veículos, identificada por elementos separadores ou por diferença de nível em relação às calçadas, ilhas ou aos canteiros centrais.

Rodovia

Por sua vez, a rodovia possui é a via que possui pavimentação, de modo que os veículos possam utilizá-la com segurança uma vez que que seu asfalto é revestido.

O Anexo I do CTB define a rodovia como uma via rural pavimentada.

Estrada

Ainda segundo o Anexo I do CTB, estrada é definida como uma via rural não pavimentada. Em outras palavras: estrada é a via que não possui pavimentação e asfalto.

Quais multas são comuns de serem aplicadas durante o percurso na pista de rolamento?

É necessário ter sempre muito cuidado ao transitar pela pista de rolamento, uma vez que ela costuma ter o fluxo mais intenso e rápido de automóveis, motocicletas e demais veículos. Esse reforço de cuidado visa sempre garantir a segurança de todos e a preservação da vida – afinal, em uma via rápida, qualquer deslize pode gerar um grande acidente.

Uma das infrações comuns observadas nas pistas de rolamento brasileiras é o ato de estacionar nesta via. Trata-se de uma infração grave, cuja penalidade é a perda de cinco (5) pontos na CNH e o pagamento de multa no valor de R$195,23.

Não é raro que sejam autuados motoristas cujos erros são acerca da velocidade máxima permitida.

A lei nº 9.503/1997 elucida quanto à classificação das vias abertas e os limites permitidos de velocidade, com os artigos 60, 61 e 62. Confira:

Art. 60. As vias abertas à circulação, de acordo com sua utilização, classificam-se em:

I – Vias urbanas:

  1. a) via de trânsito rápido;
  2. b) via arterial;
  3. c) via coletora;
  4. d) via local;

II – Vias rurais:

  1. a) rodovias;
  2. b) estradas.

Art. 61. A velocidade máxima permitida para a via será indicada por meio de sinalização, obedecidas suas características técnicas e as condições de trânsito.

Onde não existir sinalização regulamentadora, a velocidade máxima será de:

I – Nas vias urbanas:

  1. oitenta quilômetros por hora, nas vias de trânsito rápido:
  2. sessenta quilômetros por hora, nas vias arteriais;
  3. quarenta quilômetros por hora, nas vias coletoras;
  4. trinta quilômetros por hora, nas vias locais;

II – Nas vias rurais:

a) nas rodovias de pista dupla:

  • 110 km/h (cento e dez quilômetros por hora) para automóveis, camionetas, caminhonetes e motocicletas;      (Redação dada pela Lei nº 14.440, de 2022)
  • 90 km/h (noventa quilômetros por hora) para os demais veículos;          (Redação dada pela Lei nº 13.281, de 2016)(Vigência)
  • (revogado);          (Redação dada pela Lei nº 13.281, de 2016)(Vigência)

b) nas rodovias de pista simples:

  • 100 km/h (cem quilômetros por hora) para automóveis, camionetas, caminhonetes e motocicletas;
  • 90 km/h (noventa quilômetros por hora) para os demais veículos;
  • c) nas estradas: 60 km/h (sessenta quilômetros por hora).
  • 2º O órgão ou entidade de trânsito ou rodoviário com circunscrição sobre a via poderá regulamentar, por meio de sinalização, velocidades superiores ou inferiores àquelas estabelecidas no parágrafo anterior.

Art. 62. A velocidade mínima não poderá ser inferior à metade da velocidade máxima estabelecida, respeitadas as condições operacionais de trânsito e da via.

5 dicas de segurança para evitar acidentes na pista de rolamento

Evitar acidentes é um dever de todos – e isso não é apenas um slogan, mas uma conscientização que deve ser colocada em prática todos os dias. Confira cinco dicas de segurança para evitar acidentes em pista de rolamento e preservar a vida de todos.

  1. Respeite sempre as leis de trânsito e os limites de velocidade estabelecidos.
  2. Atente-se sempre à sinalização disposta na via.
  3. Mantenha uma distância segura, afim de evitar surpresas e acidentes.
  4. Nunca dirija sob efeito de substâncias como drogas, álcool ou remédios.
  5. Evite o uso de celular quando estiver em deslocamento.

Dicas da Zapay!

Dica 1: Aprenda como consultar veículo pela placa.

Dica 2: Conheça a multa por ultrapassagem em faixa contínua .

Dica 3: Veja aqui quais são os sinais de trânsito que todo motorista deveria conhecer.

Dica 4: Saiba mais sobre a multa grave – e como evitar infrações deste nível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *