alugar carro
Categories:

Alugar ou comprar um carro?

Alugar ou comprar carro: o que vale mais a pena?

Você já teve a oportunidade de alugar carro, amigo condutor? A Zapay preparou este conteúdo para tirar todas as suas dúvidas sobre esta possibilidade, que pode ajudar tanto condutores que não querem ter as responsabilidades de ser proprietário de veículo quanto motoristas de aplicativo.

Saiba que alugar carros é um processo que tem alguns critérios, mas é sem dores de cabeça. Confira!

– Qual a diferença entre alugar ou comprar carro? 

– Como funciona o aluguel de carro? 

– O que considerar antes de alugar ou comprar um carro? 

– Existe aluguel mensal de carro? 

– Aluguel anual de carro, como funciona? 

– Alugar ou comprar carro: vantagens e desvantagens 

– Vantagens do aluguel de carro 

– Desvantagens do aluguel de carro 

– Vantagens de comprar um carro 

– Desvantagens de comprar um carro

Qual a diferença entre alugar ou comprar carro? 

Um dos principais pontos que o amigo condutor deve ter em mente para saber se vale a pena alugar ou comprar um automóvel é: qual é o objetivo para o uso deste veículo? Se no seu planejamento financeiro, cabe pagar mensalidades limitadas e aproveitar o carro, considerando os gastos de manutenção, então comprar pode ser a opção que mais atende às suas necessidades.

Por outro lado, se você não faz questão de ser proprietário de um veículo automotor, mas gostaria de desfrutar de momentos específicos com o automóvel (como uma viagem), sem ter que arcar com suas manutenções, alugar o carro pode ser a opção que melhor lhe atenderá.

Quando o condutor tem em mente o objetivo para o uso do veículo, fica mais fácil colocar na ponta do lápis os gastos necessários para manter o carro e perceber se vale mais a pena ter o automóvel ou alugá-lo para situações quando ele realmente será necessário. 

Veículos demandam custos de documentação, manutenção e seguro, que podem ser pagos pela locadora de automóveis ou pelo dono do carro. 

No meio destas opções, você pode estar se perguntando: mas e o carro por assinatura, será que vale a pena? É importante ter em mente que, nesta modalidade, ao invés de adquirir o veículo, o condutor alugará o automóvel por um tempo determinado, como um, dois ou até mesmo três anos. Quando o contrato se encerra, é possível renovar a assinatura e ter outro veículo novo na garagem.

Ao optar por veículos por assinatura, o motorista deve pagar parcelas fixas mensais, como se fosse um financiamento. Porém, ao final deste processo, o condutor não será o proprietário do carro – diferentemente do financiamento que, ao final, tem o motorista em questão (que é quem fez o empréstimo) como dono do automóvel. 

Para saber mais sobre carro por assinatura, confira nosso artigo especial sobre o tema. 😉 Ah, aproveite e saiba também  o que vale a pena no carro por assinatura em mais este artigo. 

Seja para comprar, alugar ou assinar um veículo, o condutor deve avaliar objetivos, contextos e situação financeira – só assim para saber qual é a melhor opção para atender às necessidades, sem precisar de aperto no bolso. 

Dica da Zapay: aprenda como usar a calculadora de gasolina e prepare-se para a sua viagem! 

Como funciona o aluguel de carro? 

O condutor que se interessar por alugar um veículo, deve atender alguns critérios, tais como:

  1. Ter no mínimo 21 anos.
  2. Possuir Carteira Nacional de Trânsito (CNH) definitiva. Lembre-se: o histórico do motorista é avaliado pela empresa locadora, para checar se tudo está de acordo com a legislação de trânsito brasileira.
  3. Assinar documentos de garantia;
  4. Deixar um caução – trata-se de um valor considerável no limite do cartão de crédito. Este pedido é para que a locadora se proteja em caso de acidente com o carro.

Se todos estes pontos estiverem aprovados, o condutor poderá escolher um dos veículos disponíveis na locadora, que costuma ter opções com diferentes preços para diversos anos e modelos de carros.

Caso o motorista faça uma viagem entre cidades ou entre estados, isso não costuma ser um problema, pois há empresas locadoras espalhadas em diversos municípios brasileiros. Assim, é possível devolver ou ainda troca o automóvel em outra unidade da franquia de locação escolhida. 

Por exemplo, você pode iniciar a viagem com um Chevrolet Onix e, na metade do caminho, trocar por um Jeep Renegade, se ambos estiverem disponíveis na locadora. 

O que considerar antes de alugar ou comprar um carro?

Antes de alugar ou comprar um carro, é importante ter em mente alguns questionamentos que possam responder sobre as suas necessidades com este bem e também acerca da sua vida financeira e dos recursos disponíveis para arcar com um carro.

Imagine comprar um carro e deixá-lo na garagem. Você pode não estar gastando tanto com gasolina, porém há outras despesas como funilaria, bateria, documentação, secagem de peças, dente outras. 

Desse modo, fazer uso diário ou não do veículo é um dos critérios a serem considerados para saber se vale mais a pena alugar ou comprar um carro. Se você vai utilizar o automóvel para trabalhar, para levar as crianças na escola, para estudar – enfim, para suprir necessidades do âmbito pessoal e/ou profissional –, isso tudo deve pesar na balança na hora de decidir qual é o melhor custo-benefício.

No geral, quem faz uso apenas pontual do veículo, como viagens a trabalho ou ainda as férias em família, prefere alugar um automóvel, por exemplo. Mas apenas a realidade de cada condutor e sua vida financeira pode indicar o que é a melhor opção.

alugar carros
alugar carros

Existe aluguel mensal de carro? 

Opa, existe aluguel mensal de carro, sim! E esta opção traz algumas vantagens, como flexibilidade de devolução e prorrogação da locação. 

O aluguel de veículos é bastante utilizado por motoristas de aplicativos ou por aqueles que desejam se tornar um motorista de app. Afinal, os carros aprovados estas plataformas de mobilidade precisam passar pelos critérios exigidos por cada empresa e, para quem não tem um carro que atenda aos pedidos da Uber, da 99, dentre outras, alugar um veículo com as características necessárias pode ser uma boa para o bolso.

Se você é motorista de app ou deseja entrar para o ramo, saiba que algumas destas empresas costumam ter parcerias com locadoras de veículos, com descontos em mensalidades, por exemplo. 

Aluguel anual de carro, como funciona? 

O aluguel anual de carros é uma modalidade que costuma ser usada por aqueles que curtem viajar ou ainda gostam de experimentar as novidades automotivas por mais tempo. Imagine só experimentar a versão 2023 do Compass sem precisar arcar com o valor total dele – o aluguel anual pode ser a vivência necessária para que você possa decidir se compra um modelo daquele ou não.

Um ponto de atenção: pergunte à locadora se ela permite tráfego em todo território brasileiro. Evite dores de cabeça!

Alugar ou comprar carro: vantagens e desvantagens 

Confira as dicas que a Zapay separou para lhe ajudar a decidir o que vale mais a pena, alugar ou comprar um carro. Para isso, é importante saber quais são as vantagens e as desvantagens que envolvem cada uma dessas escolhas.

O mais importante é: você ter a liberdade para optar pelo caminho que faz sentido para você, sua família e a sua vida financeira. Afinal, as escolhas são muito individuais no que diz respeito ao atendimento de necessidades pessoais e profissionais. 

Vantagens do aluguel de carro 

Ao alugar um automóvel, tenha em mente pontos positivos como:

  1. O documento do veículo sempre estará em dia, afinal esta será uma obrigação da locadora de automóveis.
  2. A manutenção é por conta da locadora. Esta empresa é a responsável pelo carro e o consumidor deve alugar apenas os veículos em perfeitas condições de uso, afinal, você está pagando por isso, não é mesmo!?
  3. Os carros já vêm com seguro. Este é mais um item obrigatório para as locadoras e é uma forma de proteger a empresa (afinal, o carro é um ativo da locadora) e também o consumidor, pois acidentes podem acontecer em vias públicas.
  4. Você escolhe o modelo desejado. Se aquele carro que você sonha está muito salgado e não faz sentido arcar com tantas despesas, é perfeitamente possível trafegar com ele pagando menos do que a parcela. Esse gesto matará a sua curiosidade, poderá realizar o sonho e você nem precisará se preocupar com ele depois que devolver à locadora.
  5. Não precisa pagar o IPVA anualmente. Esta é mais uma obrigação da locadora. Vale ressaltar que o Imposto Sobre Propriedade de Veículo Automotor é uma obrigação de todo proprietário de veículo – salvo algumas exceções.

Desvantagens do aluguel de carro 

É válido saber também sobre os pontos negativos ao alugar um automóvel:

  1. O carro não é seu, de fato. Caso você goste muito da experiência e sinta vontade de ficar com o veículo, isso não será possível. A compra de carro deve ser feita em concessionárias.
  2. Não é permitido colocar acessórios. Lembre-se: o carro não é seu, portanto é inviável e não educado a tentativa de personalizar o automóvel que pertence à locadora. Para personalizar, é necessário comprar um carro.
  3. Os custos dos acidentes são seus. Lá no início deste artigo comentamos sobre a necessidade de deixar ou sinal ou um caução para o caso de acidentes. Esteja sempre muito atento ao trânsito para evitar acidentes.
  4. Caso queira desistir, haverá multa. Afinal, aquele carro escolhido por você foi reservado para lhe atender no dia que você optou. Para que a empresa não leve prejuízo tão grande, a multa é aplicada em caso de desistência.
  5. Não é possível dar o veículo de entrada em outro bem. O motivo está no primeiro item deste tópico: o carro não é seu.

Vantagens de comprar um carro 

Comprar um carro no Brasil pode ser considerado uma grande conquista, afinal, trata-se de um bem bastante caro para a média salarial dos cidadãos de nosso país. Em muitas cidades, o automóvel ainda é sinônimo de status e poder – e, de certa forma, riqueza, afinal, é caro para ter e para manter.

Conheça algumas vantagens quando se compra um carro. 

  1. Realização pessoal. Como destacamos, não é fácil ter um carro e demanda organização financeira. O veículo pode representar autonomia e conforto para muitas famílias ou ainda a expansão de negócios, no caso de empresas.
  2. Personalizar da maneira que preferir. O carro é seu e você é livre para deixá-lo à sua cara e atendendo às suas necessidades. Lembre-se sempre de que as alterações devem passar por avaliação, inspeção e seguir a legislação de trânsito.
  3. Vender quando quiser. Como este é seu bem, se houver uma oportunidade ou ainda a necessidade, é possível vendê-lo quando bem entender. Se ele estiver bem conservado e com a documentação em dia, o preço é ainda melhor.
  4. Poder trocá-lo para dar de entrada em algum imóvel. Geralmente, quando uma pessoa opta por ter carro e casa, o valor do veículo costuma ser menor do que o de uma residência, seja ela casa ou apartamento. Desse modo, é mais fácil usar o automóvel para dar entrada no imóvel, que é um bem bastante caro, e depois comprar outro carro.
  5. Após um tempo, é necessário pagar apenas o licenciamento. Os carros mais velhos, geralmente com mais de 15 ou 20 anos, a depender da Unidade Federativa, ficam isentos de IPVA.

Uma dica: consulte sempre a tabela FIPE para saber mais sobre a média de preços do veículo que você almeja comprar.  

Desvantagens de comprar um carro

Fique atento também às desvantagens em ter um carro próprio na garagem:

  1. Pagar impostos e seguro. Ter um carro costuma pesar no bolso, por isso o planejamento financeiro é fundamental. O pagamento de impostos, multas e seguro são obrigatórios a todo proprietário de veículo.
  2. Revisão por sua conta. O veículo deve estar com as manutenções e revisões em dia e esta é mais uma responsabilidade que recai sobre o dono.
  3. Limpeza. Além da estética, a limpeza é fundamental para boa manutenção do carro.
  4. Reposição de peças. Alguns componentes apresentam desgaste ao longo do tempo e isso é esperado. A troca ou mesmo a manutenção dos componentes é um gasto que o condutor deve ter em mente.
  5. Desvalorização com o passar do tempo. Há muitas facilidades em ter um carro na garagem, porém ele é um bem passivo – ou seja, ele é um gasto e não um investimento; salvo exceção se o motivo de ter o veículo é para atividade remunerada. A cada ano, os veículos desvalorizam um pouco, uma média de 10% anualmente.
Avatar image of Alessandra Comitre
Written by

Alessandra Comitre

Jornalista formada há mais de 15 anos, com 12 anos de experiência em produção e criação de conteúdo, edição de texto, e gestão de pessoas. Atualmente atuo como redatora e produtora de conteúdo SEO freelancer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *