teste psicotécnico
Categories:

Exame psicotécnico: tudo o que você precisa saber

O papo hoje é sobre Exame psicotécnico!

Conquistar a Carteira Nacional de Habilitação, a famosa CNH, é o sonho de muitos brasileiros. Ter a liberdade de poder conduzir um veículo pode trazer autonomia, conforto e rapidez.

Mas para ter a carteira de motorista, em qualquer uma das categorias automotivas disponíveis, é necessário passar por um processo de formação teórica e prática, em centros formadores credenciados pelo Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN).

Além da formação técnica e da postura durante o trânsito, aprendidos durante as aulas na autoescola, o aspirante a motorista deve passar também pelo exame psicotécnico, que é uma série de provas que atestam condições físicas e emocionais do cidadão.

Este é um requisito obrigatório tanto para primeira habilitação quanto para a renovação de CNH. Confira neste artigo as dicas que a Zapay preparou sobre os testes psicotécnicos.

O que é o exame psicotécnico?

Uma das etapas para que o aspirante a condutor conquiste a Carteira Nacional de Trânsito (CNH) é a aprovação no exame psicotécnico.

Ela é também requerida para renovação de carteira de habilitação com observação EAR (Exerce Atividade Remunerada). O exame psicotécnico é feita por um psicólogo credenciado ao Departamento Estadual de Trânsito de sua localidade.

nova cnh

Qual o objetivo do exame psicotécnico

O objetivo do exame psicotécnico é identificar se o cidadão tem condições psicológicas para dirigir – e enfrentar a rotina do trânsito, que requer, calma, astúcia, habilidade, responsabilidade e respeito à legislação e à vida.

Na própria formação na autoescola (Centro de Formação de Condutores – CFC), há o reforço de que o veículo, se não utilizado por alguém preparado e em plenas condições para habilitação, pode ser uma arma bastante perigosa e até mesmo letal.

Por isso fala-se tanto em direção defensiva quando o condutor está sob o processo de formação. A direção defensiva é fundamental para a segurança de todos no trânsito – e mesmo sendo ensinada, tanto nas aulas teóricas quanto nas práticas dos Centros de Formação de Condutores, o Brasil ainda tem cerca de 72 acidentes por hora, todos os dias, segundo o Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (RENAEST), da Secretaria Nacional de Trânsito, pasta do Ministério da Infraestrutura.

Para evitar que este número aumente – e com intuito para que a taxa de acidentes possa sempre baixar –, o teste psicológico é fundamental, além do compromisso do condutor perante a legislação de trânsito.

O exame psicotécnico avalia traços de cognição e personalidade do aspirante a motorista, além de raciocínio lógico, memória, tomada de decisões, processamento de informação, comportamento, níveis de impulsividade e concentração.

Reciclagem na CNH

Cada uma das habilidades testadas é requerida no dia a dia no trânsito, que costuma ter situações de estresse, exigindo controle mental e emocional, indo muito além do domínio técnico ao volante. Atente-se a estes pontos.

Lembre-se: apenas um psicólogo pode realizar o teste psicotécnico do DETRAN, uma vez que se trata de uma avaliação psicológica. Todos estes exames são aprovados pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP).

O teste psicotécnico pode ser um velho conhecido de alguns, pois, além da avaliação do DETRAN, ele também pode ser utilizado em candidatos a vagas de empregos.

O que é avaliado no exame psicotécnico

Nesta avaliação, há o envolvimento de aspectos como:

  1. Figuras geométricas para identificação de padrões e sequências lógicas.
  2. Estímulo visuais e sonoros, simultaneamente.
  3. O avaliador (psicólogo) pode solicitar que o aspirante a motorista trace linhas retas verticais e, a cada sinal sonoro emitido, é necessário desenhar uma linha reta horizontal e seguir até o próximo alarme.
  4. Avaliação de coordenação motora, percepção de espaço, capacidade de observação, noção de proporções e nível de atenção.

Dica da Zapay: quer saber como funciona o exame de vista do DETRAN? Então, confira o conteúdo especial montado pela Zapay. Este é um dos pontos essenciais nas avaliações do DETRAN e fundamental para um trânsito seguro.

O que reprova no exame psicotécnico?

O principal fator que pode reprovar os candidatos no exame psicotécnico é o nervosismo – ou a intenção de querer fazer tudo com perfeição. O ideal é que o candidato faça o teste com concentração, mas procurando se sentir o mais confortável possível.

Desse modo, os critérios que costumam resultar em reprovação no exame psicotécnico são ansiedade excessiva, dificuldade de concentração e atenção durante a prova, déficit de memória, problemas motores, entre outros.

Possíveis resultados do exame psicotécnico

Ao realizar o exame, há três situações possíveis: apto, temporariamente inapto e inapto. Quando o candidato é considerado apto, ele pode prosseguir no processo de formação, pois esta avaliação indica que ele tem condições de se tornar um motorista ou ainda continuar exercendo a atividade remunerada com o veículo.

Já quando a avaliação do exame psicotécnico diz “temporariamente inapto” equivale à reprovação, devido ao desempenho abaixo do esperado, porém o candidato pode fazer novamente o exame depois de quinze (15) dias, no mínimo. Por sua vez, “inapto” designa que o candidato não tem condições psicológicas para conduzir um veículo automotor.

Segundo a Resolução nº425/2012, do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), que dispõe sobre o exame de aptidão física e mental, a avaliação psicológica e o credenciamento das entidades públicas e privadas, segundo determinações do Código de Trânsito Brasileiro, independentemente do resultado dos referidos exames, o candidato pode requerer, no prazo de trinta (30) dias, a reavaliação do resultado.

Ainda: em caso de reprovação, é possível fazer a avaliação novamente quantas vezes orem necessárias dentro do prazo de doze (12) meses.

Se o aspirante a motorista apresentar alguns problemas clínicos, como distúrbios de personalidade, depressão, alcoolismo ou dependência de outras drogas e problemas de audição e visão que possam comprometer a capacidade de dirigir, é recomendável que ele faça o acompanhamento médico antes de realizar a prova.

Dica da Zapay: aprenda o que é e como funciona o exame toxicológico CNH. Fique por dentro sobre quais são os condutores que são obrigados a realizar este teste periodicamente.

Quais as perguntas que caem no psicotécnico?

O exame psicotécnico pode durar cerca de duas (2) horas, pois o candidato é submetido a um conjunto de avaliações para comprovar sua aptidão psicológica para conduzir veículo automotores.

Há uma série de métodos e técnicas específicas que são avaliados durante cada um dos testes os quais o candidato é submetido. O objetivo é que o avaliador possa entender os aspectos do cidadão durante o exame, de modo que possa ficar evidente se ele tem ou não condições de dirigir um automóvel ou uma motocicleta em vias públicas.

Um dos exames que o aspirante é submetido é o teste PMK, que examina coordenação motora, percepção, habilidades de observação, dentre outros fatores fundamentais para a condução de veículos automotores nas ruas e estradas.

No teste PMK, o candidato deve fazer linhas e desenhos, construindo formas geométricas ou casas e círculos, por exemplo.

Outro teste é o prontuário de entrevista – a anamnese. Com ele, o entrevistador pode analisar ainda mais profundamente traços da personalidade do candidato, observando tom da voz, transpiração, persistência das expressões, linguagem corporal, dentre outros aspectos.

Por sua vez, o teste de atenção concentrada avalia a capacidade de um indivíduo manter o foco por um determinado período de tempo. Neste teste, pode ocorrer que o candidato deva destacar o triângulo que está diferente se comparado ao conjunto total de triângulos, por exemplo.

Tem que acertar tudo no exame psicotécnico?

Não é necessário acertar tudo no exame psicotécnico. O candidato deve pontuar ao menos 50% das respostas, segundo o gabarito do psicólogo.

Lembre-se: o profissional está ali para reprová-lo, mas, sim, para ajudar na avaliação sobre seu perfil acerca das competências necessárias para a condução de veículos em vias públicas, de forma segurança.

É fácil passar no psicotécnico?

A aprovação no teste psicológico para a obtenção de CNH ou renovação de habilitação é uma etapa obrigatória, que está relacionada sobretudo à tranquilidade e ao grau de concentração do candidato no dia do teste.

Desse modo, não é possível afirmar se é fácil ou difícil passar neste teste. Contudo, é recomendável que o aspirante a motorista procure provas de referência (até mesmo para diminuir a ansiedade), descanse no dia anterior e procure se manter tranquilo e concentrado durante a realização do exame psicotécnico.

Dicas de como passar no teste psicotécnico do DETRAN

Confira algumas dicas que a Zapay separou para lhe ajudar a ser aprovado no teste psicotécnico do DETRAN:

  1. Nos dias anteriores à prova, procure ter um bom sono, para que você possa descansar adequadamente. Afinal, você fará um exame que exigirá grande esforço mental e concentração.
  2. Ainda considerando a dica acima: descanse! Quanto mais tranquilo você estiver, melhor será seu desempenho.
  3. Esteja sempre atento a tudo o que o psicólogo/avaliador disser na prova. Afinal, são instruções importantes para a realização do teste. Faça sempre o que ele solicitar.
  4. Vá bem alimentado – isso é imprescindível. Coma de forma saudável, para que qualquer problema com faltas ou excessos na alimentação possa lhe prejudicar.
  5. Não se deixe dominar pelo nervosismo e pela preocupação em excesso. Tenha em mente que este é um teste sobre a sua personalidade e que não existe perfeição.
  6. Reprovar não quer dizer que acabou o caminho para conquistar a sua carteira de motorista. Este resultado pode significar apenas que naquele dia, especificamente, você não estava bem. Lembre-se: todo candidato tem o direito de refazer o teste.
Avatar image of Ana
Written by

Ana

Em 2022, entrou para o time da Zapay, como Analista de SEO atuando com o planejamento de conteúdo para o blog com o objetivo de auxiliar e atuar no crescimento, ajudando a responder às principais dúvidas dos usuários sobre o universo automotivo.

One thought on “Exame psicotécnico: tudo o que você precisa saber

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *