Latin NCap teste colisão Fiat Strada
Categories:

Fiat Strada tira nota baixa em segurança no Latin NCap

Veículo mais vendido do Brasil, picape compacta obteve pontuação de apenas 1 estrela nos testes de colisão

A Fiat Strada recebeu nota baixa no teste de colisão do Latin NCap, programa que avalia a segurança dos carros novos vendidos no Brasil e demais países da América Latina. A nova rodada de avaliações foi divulgada pelo órgão nesta quinta-feira (20), onde a picape da Fiat obteve pontuação de apenas 1 estrela – em uma escala que vai de 0 a 5 estrelas.

Fabricada em Betim (MG), a Fiat Strada foi avaliada pelo Latin NCap nas carrocerias de cabine simples (chamada pela marca de cabine plus) e cabine dupla. Os resultados são válidos também para a Ram 700, modelo baseado na Strada que é vendido em outros países da América Latina. 

Na avaliação do Latin NCap , os pontos cruciais para a má avaliação da Fiat Strada – que é o veículo mais vendido do Brasil – foram a estrutura instável da carroceria, o baixo desempenho dos airbags laterais (oferecidos somente na carroceria de cabine dupla), diferenças nos bancos entre versões de cabine simples e dupla e falta de sistemas de assistência à condução.

Latin NCap teste colisão Fiat Strada

Como nas demais rodadas de avaliação do Latin NCap desde dezembro de 2019 (seguindo os protocolos da fase XIII), a Fiat Strada passou por testes de colisão frontal, lateral, impacto lateral contra poste, efeito chicote da coluna cervical (também chamado de whiplash, em inglês), proteção de pedestres, frenagem autônoma de emergência em cidade e na estrada, assistente de velocidade e controle de estabilidade (ESC).

Na análise do instituto de segurança automotiva, a Fiat Strada cabine simples garantiu índices de 47% para proteção de adultos, 22% para proteção de crianças, 40% para proteção de pedestres e usuários vulneráveis nas estradas e 42% de eficiência em relação a assistentes de segurança. No modelo cabine dupla, na mesma ordem, as pontuações em cada categoria somaram 41%, 53%, 40% e 49%. Em ambas, a nota geral foi de apenas 1 estrela.

No teste de impacto frontal, a picape apresentou estrutura instável da carroceria e, especialmente, na região dos pés dos ocupantes dianteiros. No impacto lateral de poste, os airbags laterais da Strada cabine dupla apresentaram acionamento incorreto e tamanho reduzido, com proteção deficiente da cabeça e do tórax de motorista e passageiro. Segundo o Latin NCap, o desempenho ruim dos airbags laterais “implica em alta probabilidade de ferimentos com risco de vida”.

“Este desempenho do airbag lateral é uma preocupação do Latin NCap e demonstra mais uma vez que ter um elemento de segurança não significa que ele funcione corretamente e ofereça proteção adequada, como era anteriormente o caso de outros modelos, como Renault Stepway, Sandero e Logan”, ressalta a entidade, em nota.

No teste de efeito chicote da coluna cervical, os assentos da Strada cabine dupla apresentaram boa proteção na avaliação do instituto independente. Já a Strada cabine simples apresentou “proteção pobre” no mesmo ensaio. Segundo o Latin NCap, os bancos têm diferenças consideráveis entre as versões, que deveriam apresentar desempenho semelhante neste teste.

No caso da proteção às crianças, a avaliação foi positiva nos testes de colisão. Porém, a pontuação geral neste quesito foi afetada devido à falta de ancoragens e sinalização i-Size nos pontos Isofix e pela falta de opção de desativar o airbag frontal do passageiro de acordo com os requisitos do Latin NCap – saiba aqui quando o airbag pode ser desativado.

A falta de frenagem autônoma de emergência, sistemas de suporte de evasão de pista, detecção de pontos cegos e sistemas de limitação de velocidade explicam a baixa pontuação na categoria sistemas de assistência à segurança. A Strada cabine simples também carece de aviso de cinto de segurança para o banco do passageiro dianteiro.

Latin NCap teste colisão Fiat Strada

O que é Latin NCap?

O Latin NCap é uma instituição independente que visa avaliar a segurança dos veículos novos vendidos na América Latina e Caribe. Criada em 2010, é uma entidade equivalente ao instituto europeu Euro NCap e começou a divulgar os primeiros resultados de testes de colisão em 2011.

Atualmente, o Latin NCap adota o novo protocolo 2020-2024, que é dividido em 4 grupos de avaliação: proteção aos ocupantes adultos, proteção aos ocupantes crianças, proteção aos pedestres e sistemas de assistência ao condutor. A nota geral é definida pelo menor índice obtido pelo veículo entre os 4 grupos.

Todos os testes do Latin NCAP são realizados na Alemanha, na região de Munique, no laboratório da ADAC. Nos testes de impacto, a colisão frontal é feita com o veículo a 64 km/h contra uma barreira deformável com 40% de sobreposição da frente do veículo. No impacto lateral, uma barreira deformável montada em um chassi atinge o veículo lateralmente a 50 km/h. Já no impacto lateral contra poste, o veículo é lançado transversalmente a 29 km/h em direção a um poste totalmente rígido.

Nos testes de condução, são verificadas a eficiência da frenagem autônoma de emergência até 50 km/h (situação de trânsito urbano), alerta de utilização dos cintos de segurança dianteiros e traseiros, controle eletrônico de estabilidade, limitador de velocidade e frenagem autônoma de emergência até 80 km/h (situação de trânsito interurbano).

Latin NCap teste colisão Fiat Strada Ram 700

Gostou deste conteúdo com o resultado dos testes do Latin NCap com a Fiat Strada? Deixe sua opinião nos comentários! Aqui no Blog da Zapay você encontra diversos artigos sobre manutenção automotiva, impostos, lançamentos, legislação de trânsito e muito mais. E se você quiser realizar a consulta de débitos veiculares, conte com a Zapay para facilitar o pagamento de licenciamento, IPVA e multas em até 12x!

Imagens: Divulgação/Latin NCap

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *