lançamento carros 2023
Categories:

Modelos que chegam no brasil até o final de 2023

Confira quais são os carros lançamentos 2023 e quais são as novidades que cada marca reserva ao mercado brasileiro.

Essa lista lhe ajudará com o tema “lançamento carros 2023”, com veículos para todos os gostos e bolsos.

– Audi Q8 e-tron

– BMW

– BYD

– Caoa Chery Omoda 5

– Chevrolet

– Citroën

– Ferrari Purosangue

– Fiat

– Ford

– Honda

– Hyundai

– Jeep Grand Cherokee 4xe

– Kia

– Mercedes-Benz

– Nissan Versa

– Peugeot 208 1.0 turbo

– Porsche Cayenne

– Ram

– Renault Megane

– Seres

– Toyota Corolla GR

– Volkswagen

Dica da Zapay: confira quais são os melhores carros altos.

Audi Q8 e-tron

Depois do e-tron, o primeiro automóvel elétrico da Audi lançado no Brasil, chegou a vez do Q8 e-tron, que se trata de uma atualização que vai além do novo nome – diz respeito ao visual, ao conjunto e às baterias do veículo.

Trata-se de um lançamento quente para 2023. O SUV apresenta um novo visual, sobretudo na parte dianteira. O carro apresenta baterias de 114 kWh para oferecer até 600 quilômetros de autonomia.

Na versão topo de linha do Q8 e-tron, chamada de S, h[a três motores elétricos que desenvolvem 503 cv de potência e 99,3 kgfm de torque.

Dica da Zapay: procurando um veículo para chamar de seu, amigo condutor? Saiba quais são os carros mais baratos de 2023.

BMW

Há muitas novidades também para os amantes da BMW – mais precisamente, seis novos veículos chegarão ao mercado brasileiro para atender aos diferentes gostos e necessidades dos fãs da marca alemã.

O motorista poderá conferir os modelos esportivos M2 e XM, os elétricos iX1 e i7, além da reestilização do X7 e a nova geração do Série 7.

Dica da Zapay: fique por dentro sobre os melhores carros para pegar estrada.

BYD

O BYD (Build Your Dreams) é mais uma das novidades que marca o 2023 automotivo dos brasileiros. Aliás, a montadora chinesa tem como ponto curioso o fato de seus dois veículos planejados para atender ao nosso mercado terem nomes de animais: Dolphin (golfinho) e Seal (foca).

A estreia da marca no Brasil é feita com o BYD Dolphin, cujo preço fica em torno de R$149.800 – sendo o carro elétrico disponível no país com o melhor custo-benefício. O carro é maior, melhor construído e mais confortável do que os concorrentes diretos, que são o Caoa Chery iCAr (R$139.990), o JAC E-JS1 (R$139.990) e o Renault Kwid E-Tech (R$149.990),

O veículo da BYD conta com motor de 95 cv de potência e 18,3 kgfm de torque, com pacote de baterias de 30,7 kWh.

O Dolphin é também estratégico para a montadora chinesa, pois prepara o consumidor brasileiro para a chegada do Seal, que deve ocorrer entre o 2023 e 2024. O objetivo da BYD é que o Seal seja o carro elétrico de maior autonomia no país. Na versão comercializada na China, há três opções de motores (potências de 204 cv, 313 cv e 350 cv), além de duas baterias que podem oferecer autonomias de 550 a 700 quilômetros.

Caoa Chery Omoda 5

A Caoa Chery se prerara para lançar um SUV futurista, com objetivo de disputar as vendas com o consagrado Honda HR-V. trata-se do Omodo 5, que já foi visto rodando pelas ruas da cidade de São Paulo, em testes.

O carro é equipado com motor 1.6 turbo de 197 cv de potência e 29,6 kgfm – o mesmo motor utilizado no Tiggo 8 a combustão. É possível que no Brasil, a marca ofereça uma versão com conjunto híbrido, seguindo a tendência de todos os carros da Caoa Chery.

Assim, o Omoda 5 pode ser equipado com o motor 1.5 turboflex, de 160 você e 25,5 kgfm associado a uma bateria de 48 V.

Chevrolet

A Chevrolet traz também lançamentos, sendo dois deles elétricos: a versão SUV do Bolt (EUV) e o retorno da clássica Blazer, mas, dessa vez, o carro chega no modelo movido a eletricidade.

Os brasileiros terão mais um retorno: a Silverado chega com motor V8 do Camaro, para agitar os fãs de picapes grandes. Mais precisamente, o modelo que chegará ao Brasil é o High Country, cujo foco é o motorista que deseja alta performance, sofisticação e tecnologia.

Segundo a Chevrolet essa picape grande terá uma configuração exclusiva para o Brasil, porém ainda não há detalhes sobre essas adaptações. Os motoristas mais curiosos e que querem saber mais sobre a Silverado, podem fazer um cadastro no site da fabricante para receber informação antecipadamente.

Mas e o preço? Não se sabe ainda qual será o preço da Silverado, mas é bastante provável que ultrapasse R$500.000.

Citroën

Após o lançamento do C3, a Citroen agora foca na chegada do SUV que deriva desse compacto consagrado no Brasil – o C3 AirCross. Tanto a plataforma CMP e quanto boa parte dos componentes internos serão compartilhados entre os dois modelos.

Contudo, apenas o SUV terá a opção do motor 1.0 turbo, que já compõe os veículos da Fiat Pulse e Fastback. Além disso, a montadora francesa deve corrigir alguns erros do C3, tais como chave de canivete e quadro de instrumentos com conta-giros, que devem ser adotados.

Uma nova versão de C4 Cactus deve chegar ao mercado brasileiro também. O veículo em sua versão Feel 2023 terá motor 1.6 aspirado de 115 cv de potência, movido a gasolina. O câmbio desse veículo é manual de cinco marchas.

Ferrari Purosangue

Os brasileiros terão a chance de conhecer o primeiro SUV da história da Ferrari, a Purosangue – e que já é um sucesso em outros mercados. A demanda é tão grande, que a marca italiana cogita limitar as encomendas.

A Ferrari Purosangue chega com o lendário motor V12 6.5, já consagrado entre os carros da montadora italiana. Esse motor oferece 725 cv de potência, a 7.750 rpm e 73,1 kgfm de torque a 6.250 rpm. O câmbio do carro é de dupla embreagem e conta com oito marchas.

Com essa motorização, Ferrari Purosangue chega aos 310 km/h de velocidade máxima. O carro acelera de zero a 100 km/h em 3,3 segundos – até os 200 km/h em 10,6 segundos.

lançamento de carro 2023

Fiat

500e Abarth, Fastback Abarth, Landtrek e Strada Turbo são as novidades da Fiat para 2023. Vale destacar que a Fiat é a montadora da picape mais vendida do Brasil, a Strada – e o lançamento do novo modelo vem para colocar mais pressão no avanço da Chevrolet Montana.

Assim, a Fiat Strada turbo contará com um reestibilização discreta e com a versão topo de linha equipada com o motor 1.0 turbo e câmbio automático tipo CVT.

A Fiat Landtrek será a opção de picape média oferecida pela fabricante italiana, para competir com a Toyota Hilux e a Chevrolet S10. No mercado global, esse veículo é vendido com motor 1.9 turbodiesel, de 150 cv de potência e 35,7 kgfm de torque.

Os fãs da grife esportiva Abarth terão como opções o Fastback e o 500e. O Fiat Fastback Abarth contará com motor 1.3 turbo flex T270, que já equipa a versão Limited Edition. Tal motor rende 180 cv de potência com gasolina a 5.750 rpm e 185 cv com etanol (5.750 rpm). Independentemente do combustível, o torque é de 27,5 kgfm.

Já o 500e é um compacto que equipado com motor elétrico de 87 kWh (118 cv) de potência e 22,4 kgfm de torque. Sua velocidade máxima é de 150 km/h – esse carro faz se zero a 100 km/h em nove segundos.

Ford

A Ford teve ainda mais fôlego e prometeu 10 lançamentos da marca até o final e 2023, como a Transit automática e F-150 (100% elétrica, com o nome de Lightning), que inclusive, já chegaram ao Brasil. As outras novidades são Ranger, Mach E, Maverick híbrida, Transit elétrica e Territory.

O Ford Maverick, por exemplo, será equipado com motor 2.0L EcoBoost, com potência de 253 cv e 380 Nm. O veículo conta com transmissão automática de oito velocidades, tipo CVT, de modo a entregar esportividade e versatilidade para todos os momentos.

Honda

A Honda também traz novidades. Após o lançamento do Honda Civic híbrido, a montadora japonesa colocará no mercado brasileiro dois SUVs: o ZR-V, um utilitário esportivo cuja base é o Civic, e o CR-V, que retorna ao país com uma versão híbrida.

Há ainda a estreia do Civic Type R, um hatch esportivo com 2.0 motor turbo de 320 cv de potência e câmbio manual.

Por sua vez, o Honda Accord chegou ainda mais potente. Ele continua com o sistema híbrido e:HEV, que inclui motor 2.0 aspirado a gasolina de ciclo Atkinson, com 145 cv de potência e 17,8 kgfm de torque, além de dois elétricos (um gerador e um de tração).

Hyundai

A parceria Caoa Hyundai trará duas novidades ao mercado brasileiro em 2023, as versões híbrida e elétrica do SUV compacto Kona.

O Kona híbrido terá o mesmo conjunto mecânico do Kia Niro, que combina o motor 1.6 a um motor elétrico, de modo a entregar 141 cv de potência combinada.

Por sua vez, o modelo Kona elétrico é menos potente, com 136 cv e 234 quilômetros de autonomia.

Jeep Grand Cherokee 4xe

Em 2023, chega também o segundo modelo híbrido da Jeep, o Grand Cherokee 4xe. Esse veículo vem com motor 2.0 turbo, a gasolina, combinado com outros dois motores elétricos. Desse modo, o carro entrega 375 cv de potência e 65 kgfm de torque.

Esses números são condizentes aos de um SUV de 4,95 metros de comprimento e quase três metros de entre-eixos. A tração desse grande SUV é integral.

Kia

Tanto o Kia Sorento quanto o Kia Cerato ganham novas gerações nesse ano. É importante frisar que a nova geração do Cerato não foi ainda apresentada no exterior, de modo que não há informações sobre o designe e as novas tecnologias.

Um ponto de atenção é que, em 2023, apenas 14 unidades do Cerato foram vendidas no Brasil, ainda nos modelos 2021/2022. Por conta disso, as unidades em estoque zeraram e o modelo saiu de linha do mercado.

Por sua vez, a nova geração do Kia Sorento está confirmada e chega com motorização híbrida convencional, que é composto pelo motor 1.6 turbo de 180 cv de potência, combinado com um motor elétrico de 60 cv.

Nessa junção, o veículo entrega 230 cv de potência e 35,7 kgfm de torque. O câmbio é automático, com seis marchas.

Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz traz cinco novidades para 2023, com reestilizações, novas gerações e modelos inéditos, para atender aos fãs da marca, com os mais variados gostos e necessidades. As novidades estão nos modelos: Classe A, CLA, AMG G 63, EQE SUV e GLC Coupé.

Os condutores que gostam de SUV poderão conhecer o modelo elétrico EQE, veículo que oferece luxo, conforto e conectividade para cinco passageiros. As atualizações no Classe A e no CLA, modelos mais baratos, da marca alemã, chegam com mudanças após o facelift lançado para atender ao mercado europeu.

A Mercedes-AMG G 63 oferece até 430 Kw de potência e até 850 Nm de torque, indo de zero a 100 km/h em 4,5 segundos. Já o GLC Coupé tem potência de até 258 cv e até 370 Nm de toque, com aceleração de zero a 100 km/h feita em 6,3 segundos.

Atente-se aos cuidados burocráticos na hora de comprar um carro novo (zero quilômetro)

É necessário fazer o registro do veículo zero quilômetro na base de dados do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) de sua localidade. Esse é um procedimento obrigatório para regularização e emplacamento do automóvel. Uma vez registrado o carro, será emitido o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV-e), que, por sua vez, é um documento de porte obrigatório.

Fique ligado, amigo motorista, pois há apenas dois documentos cujo porte é obrigatório no veículo, segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). São eles: o Certificado de Licenciamento Anual, de acordo com o artigo 133, e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), segundo especifica o artigo 159 do CTB.

corolla gr 2023

Nissan Versa

A versão reestilizada do Nissan Versa, que chegou primeiro ao mercado mexicano, é a novidade da montadora japonesa também para o Brasil. Embora ainda não haja novidades, já se sabe que a marca solucionou os problemas de abastecimento que o veículo enfrentava.

Com a reestilização, o carro ficou com aparência mais invocada, devido às mudanças na dianteira. Não há mais o V cromado na grade, que dá espaço a uma espécie de boca na cor prata, com elementos prateados que lembram o design V-Motion. O motor é 1.6 aspirado, de 114 cv de potência e 15,5 kgfm de torque.

Peugeot 208 1.0 turbo

A novidade da Peugeot é o 208 1.0, o mesmo motor que é utilizado no Fiat Pulse, que entrega 130 cv de potência e 20,4 kgfm de torque. O câmbio é do tipo CVT, assim como no SUV.

Desse modo, a estratégia da Stellantis é distanciar os produtos de suas marcas, para evitar uma potencial canibalização. Nesse cenário, o Citröen C3 e o Fiat Argo ficam em categorias mais baixas, e o Peugeot 208 oferecerá mais tecnologia e luxo.

O que é a Stellantis?

Trata-se de um grupo automotivo franco-ítalo-americano multinacional, que foi formado a partir da união da Fiat Chrysler Automobiles com a montadora PSA Group, em um acordo de fusão. A sede do grupo está em Amsterdã (Países Baixos).

O grupo reúne 14 marcas, tais como: Abarth, Alfa Romeo, Chrysler, Citröen, Dodge, DS, Fiat, Jeep, Lancia, Maserati, Opel, Peugeot, Ram e Vauxhall. A Stellantis está presente em 130 países, com produção em 30 nações.

Porsche Cayenne

Os fãs do Porshe Cayenne podem conferir a última estilização do SUV antes de se tornar elétrico. A inspiração lembro bastante o Porshe Taycan.

Nessa novidade, os faróis estão menos arredondados e trazem quatro pontos principais de luz. Já parte traseira do veículo, a placa desceu para o para-choque, de modo que as lanternas estão ligeiramente mais afiladas.

As maiores mudanças estão no interior do Cayenne, com adoção de uma terceira tela, dessa vez voltada ao passageiro.

A Porshe disponibilizará três versões do Cayenne ao público brasileiro, com preços a partir de R$810.000.

Ram

Há novidades também para os fãs das picapes gigantes da Ram: a Rampage e a 1500 Limited. E, não é por acaso, afinal se antes a Ram Trucks era soberana no segmento de picapes grandes, agora há concorrência pesada: o Ford F-150 e a Chevrolet Silverado. A resposta a esses dois veículos é a chegada da versão Limited da 1500.

O principal lançamento da marca norte-americana é a Rampage, uma picape nacional cuja base é a mesma da Fiat Toro. A estratégia é trazer ais concorrência ao segmento de picapes médias – e, para tal, o carro conta com novos motores e visual mais arrojado.

Renault Megane

Há mais um retorno na lista de lançamentos para 2023: o Renault Megane. Ele retorna ao Brasil bastante diferente, pois agora é um crossover e tem propulsão elétrica.

Além do ponto positivo na sustentabilidade, o carro terá novidades no visual, sobretudo no acabamento. Porém, o preço não será baixo: a projeção é que a Renault fixe o valor em cerca de R$300.000.

Seres

A Seres, fabricante chinesa de automóveis elétricos, faz sua estreia no Brasil em 2023, com dois modelos. O Seres 3 e o 5 EVR.

Com o mesmo porte do Jeep Renegade, o Seres 3 é um SUV compacto elétrico, cujo motor entrega 163 cv de potência, acelerando de zero a 100 km/h em 8,9 segundos. A autonomia do carro é de 206 quilômetros. O preço anunciado é de R$224.000.

Já o 5 EVR é um SUV grande, com propulsão híbrida plug-in. Vale ressaltar que as especificações de cada motorização não foram divulgadas pela Seres, porém sabe-se que serão duas versões. O carro virá com tração 4×2 e potência combinada de 347 cv. Com tração nas quatro rodas, a potência é de 550 cv.

A aceleração de zero a 100km/h é feita pelo 5 EVR em 4,7 segundos. O preço estipulado para esse automóvel é mais salgado: a partir de R$450.000.

Toyota Corolla GR

Assim como a Honda, a Toyota é uma das marcas que os brasileiros mais procuram quando o assunto é carro, devido à qualidade mecânica de ambas. Se antes a rivalidade era entre os modelos sedãs das duas montaram japonesas – mais precisamente, Civic e Corolla -, agora a disputa se dará também com os modelos esportivos.

Assim, chega ao Brasil o Toyota Corolla GR (Gazoo Racing), com carroceria hatch para tomadas de ar maiores, spoilers e dupla saída de escape. Esse carro chega com motor 1.6 turbo de três cilindros, com 304 cv de potência e 37,7 kgfm de torque. Assim como o rival Civic Type R, o câmbio é manual de seis marchas.

Volkswagen

As novidades da Volkswagen chegaram com grande estilo, mais precisamente com a parceria entre as cantoras Maria Rita e sua mãe, Elis Regina (1945-1982), feita com inteligência artificial. A publicidade, com esse encontro de gerações, apresentou ao público brasileiro a ID.4 – a nova versão da consagrada Kombi. Trata-se de um veículo elétrico, com 204 cv de potência.

Além dela, a montadora alemã lançará os modelos reestilizados da picape Saveiro e do T-Cross, o SUV compacto da marca. Ambos os modelos já rodam em testes pelas vias públicas. A Saveiro deve ter a parte dianteira inspirada no Polo e oferecerá opção com câmbio automático.

Mas, afinal, qual são as vantagens que um veículo elétrico pode trazer?

Nessa lista de lançamentos automotivos, o amigo condutor pôde conhecer algumas propostas de veículos elétricos, que são não somente uma tendência, mas uma realidade, sobretudo no hemisfério Norte.

Apesar de serem consideravelmente mais caros no mercado brasileiro, os veículos elétricos oferecem diversas vantagens em relação aos veículos convencionais movidos a combustíveis fósseis, como gasolina ou diesel. Confira algumas das principais vantagens dos automóveis elétricos oferecem:

  • Sustentabilidade ambiental: os carros elétricos têm uma pegada de carbono significativamente menor em comparação aos veículos a combustão, pois não emitem gases de escape prejudiciais, como dióxido de carbono (CO2), óxidos de nitrogênio (NOx) e partículas finas. Assim, ao reduzir as emissões de gases de efeito estufa, eles contribuem para a luta contra as mudanças climáticas e melhoram a qualidade do ar nas cidades.
  • Economia de combustível: os automóveis elétricos consomem eletricidade em vez de combustíveis líquidos, o que pode resultar em economia significativa nos custos de combustível ao longo do tempo, especialmente em regiões onde a eletricidade é relativamente mais barata do que a gasolina ou o diesel.
  • Menor custo operacional: esses carros têm menos peças móveis e exigem menos manutenção em comparação aos veículos a combustão. Eles não precisam de trocas frequentes de óleo e têm menos desgaste mecânico, o que geralmente leva a uma redução nos custos de manutenção ao longo da vida útil do automóvel.
  • Incentivos fiscais: em muitos países e regiões, os governos oferecem incentivos fiscais para a compra de veículos elétricos, como descontos na compra, redução de impostos ou subsídios, o que torna a opção elétrica mais atraente para os consumidores. No Brasil, em alguns estados os carros elétricos têm isenção de IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), por exemplo.
  • Silêncio e conforto: os veículos elétricos são, geralmente, mais silenciosos do que os automóveis a combustão, de modo a proporcionar uma experiência de condução mais tranquila e agradável. Além disso, eles têm uma aceleração suave e contínua, o que contribui para o conforto do motorista e dos passageiros.
  • Tecnologia e inovação: é importante frisar que os veículos elétricos representam uma tecnologia mais avançada e inovadora em comparação com os carros tradicionais. Essa tecnologia em evolução permite melhorias contínuas na autonomia das baterias, tempos de carregamento mais rápidos e novos recursos de conectividade e assistência ao motorista.
  • Contribuição para a diversificação energética: a adoção em larga escala de veículos elétricos pode ajudar na redução da dependência dos combustíveis fósseis e promover a diversificação das fontes de energia, como a geração de eletricidade a partir de fontes renováveis, como solar, eólica e hidrelétrica.
  • Potencial de armazenamento de energia: os carros elétricos podem ser usados como uma rede de armazenamento distribuído, de modo a permitir que a eletricidade seja devolvida à rede em momentos de alta demanda ou geração excessiva de energia renovável.

É importante frisar que, apesar das vantagens mencionadas, os carros elétricos também enfrentam desafios, tais como a limitação da autonomia das baterias, a infraestrutura de recarga em expansão e o custo inicial mais elevado em comparação com os veículos a combustão.

No entanto, as vantagens dos automóveis elétricos estão impulsionando uma crescente adoção e investimento em pesquisa e desenvolvimento para superar esses obstáculos e tornar esses carros ainda mais competitivos no mercado automobilístico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *