seguro de moto
Categories:

Vale a pena fazer seguro de moto?

Conheça as particularidades do seguro de moto e saiba quais são as vantagens em poder contar com esse tipo de proteção em caso de acidentes e outras situações desagradáveis.

Confira o que são os seguros de moto, por que fazer este tipo de contrato, quais são os motivos que fazem esses veículos serem tão roubados e quais são as outras maneiras de proteger a motocicleta. 

– O que é seguro de moto? 

– Por que fazer um seguro de moto? 

– Minimizar prejuízos 

– Evitar custos altos 

– Garantir a reposição do veículo 

– Por que as motos são tão roubadas? 

– Quais outros modos de proteger sua moto

Dica da Zapay: você sabe o que é moto de trilha? E quais seriam as motos mais baratas do Brasil? Conheça mais sobre esses temas especiais em nossos artigos. 

O que é seguro de moto? 

Na vida, é necessário estar prevenido contra potenciais surpresas desagradáveis, não é mesmo?! O mesmo é válido para o mundo automotivo e o que ajuda os motoristas, quando danos imprevisíveis ocorrem, são os seguros contratados. Sendo assim, o seguro de carros e o seguro de moto funcionam da mesma forma.

Ou seja, o seguro de moto – tema central deste artigo – é um contrato estabelecido com uma empresa seguradora, que tem como responsabilidade assegurar a proteção de um bem (no caso, a motocicleta), de modo a cobrir danos, furto, roubo e outros problemas e inconvenientes oriundos de acidentes e incidentes.

Vale ressaltar que a abrangência e a cobertura de cada seguro dependem do serviço contratado. Lembre-se, amigo motorista: a apólice de seguro é o documento que inclui todas as informações abrangência e cobertura.

Dica da Zapay: sabia que o capacete de moto é um item de segurança obrigatório e que pode salvar a sua vida, em caso de acidente, amigo motorista? Saiba mais sobre ele e sempre use o seu. 

Por que fazer um seguro de moto? 

Estar no trânsito, por mais cuidadoso que o motorista seja, é estar sujeito a acidentes e situações surpreendentes. Como nem sempre é possível evitar um acidente ou uma situação que precise de reboque, é importante que o condutor possa contar com a cobertura do seguro contratado.

Há diversas razões pelas quais fazer um seguro de moto é uma decisão inteligente. Confira a seguir alguns desses motivos: 

  1. Proteção contra danos: o seguro de moto oferece proteção financeira no caso de danos causados ​​à sua motocicleta, devido a acidentes, incêndios, roubos, vandalismos ou outros eventos imprevistos. Desse modo, o motorista não precisará arcar com os custos de reparo ou substituição da moto do seu próprio bolso.
  2. Responsabilidade civil: caso o amigo motociclista se envolva em um acidente que cause danos a terceiros, como ferimentos corporais ou agravos à propriedade, ele pode ser responsabilizado legalmente pelos custos associados. O seguro de moto normalmente inclui cobertura de responsabilidade civil, que ajudará a cobrir as despesas legais e as reivindicações de indenização dos terceiros afetados.
  3. Cobertura médica: em caso de acidente de moto, o condutor ou os outros passageiros podem sofrer lesões que exigem tratamento médico. O seguro de moto, geralmente, inclui cobertura para despesas médicas, que pode ajudar a cobrir os custos de consultas, internações hospitalares, cirurgias e outros cuidados de saúde relacionados ao acidente.
  4. Assistência 24 horas: muitas seguradoras oferecem serviços de assistência 24 horas para motocicletas seguradas. Isso pode incluir reboque da moto, em caso de pane ou acidente, serviços de emergência na estrada, assistência em caso de pneu furado, dentre outras situações. Ter acesso a tais serviços pode ser muito útil, especialmente em situações de emergência.
  5. Proteção contra roubo: as motos são alvos comuns de roubo, infelizmente. Desse modo, ter um seguro de moto adequado pode ajudar a cobrir o valor da motocicleta se ela for roubada e não puder ser recuperada. Além disso, algumas apólices de seguro também podem oferecer cobertura contra itens pessoais roubados que estavam na moto no momento do roubo.
  6. Tranquilidade e segurança financeira: fazer um seguro de moto proporciona tranquilidade ao saber que o motociclista está protegido financeiramente contra uma série de situações imprevistas. Em vez de se preocupar com os custos elevados de reparos, indenizações ou despesas médicas, ele pode contar com o seguro para ajudar a cobrir esses custos, o que pode aliviar o estresse e a pressão financeira.

Vale a pena frisar que os detalhes específicos da cobertura podem variar entre as seguradoras e as apólices de seguro. É sempre importante ler atentamente os termos e condições do contrato de seguro e discutir quaisquer dúvidas com o corretor antes de fazer a contratação.

seguros de moto

Minimizar prejuízos 

Imagine sair do trabalho e, ao encontrar o veículo estacionado, notar que o pneu está furado. Uma situação bastante chata, não é mesmo?! A depender do contrato firmado com a seguradora, é bastante possível que você tenha direito a solicitar um guincho.

Com esta opção, o amigo motorista não precisará gastar dinheiro com reboque, por exemplo. Nesse caso, a única despesa que o que o condutor terá será com o reparo do pneu.

Evitar custos altos 

Caso o motorista se envolva em uma colisão e a culpa seja dele mesmo, será necessário arcar com as despesas cabíveis ao conserto do outro veículo. Esse tipo de situação pode resultar em custos bastante altos para quem não tem seguro.

Esse cenário, aliás, é uma das grandes vantagens em se ter um contrato de seguro, afinal, com ele o custo pode ficar consideravelmente menor para arcar com as despesas. 

Garantir a reposição do veículo 

Um dos principais motivos para que um proprietário de veículo opte por contratar um seguro é a garantia de recuperar o bem (a motocicleta). Afinal, ter a certeza de que haverá esse retorno pode trazer conforto e encorajar os condutores a optar pelo serviço de seguro.

Por que as motos são tão roubadas? 

Quando comparadas a um carro, as motocicletas são mais fáceis de serem roubadas, por demandarem movimentos rápidos e praticidade por parte dos bandidos. Ou seja, há mais oportunidade para que motos sejam roubadas, pois trata-se de um veículo que se locomove mais rapidamente.

Confira mais algumas das razões que fazem com que as motocicletas sejam tão roubadas:

  • Facilidade de furtar: vale reforçar que as motos costumam ser mais fáceis de serem roubadas em comparação com carros, pois são menores e podem ser manobradas com menos dificuldades e transportadas para outros locais. Além disso, muitas as motocicletas têm sistemas de segurança menos sofisticados em comparação aos carros, o que torna mais fácil para os ladrões destravarem ou ligarem o veículo sem a chave original.
  • Valor de revenda: as peças e os componentes das motos têm um mercado robusto de revenda, o que torna o roubo de motocicletas um negócio lucrativo para os criminosos. Eles podem desmontar as motos roubadas e vender as peças separadamente, o que dificulta a recuperação do veículo.
  • Alto índice de uso diário: muitas pessoas usam motos como meio de transporte diário, especialmente em áreas urbanas congestionadas. Desse modo, há uma grande quantidade de motocicletas nas ruas, o que as torna alvos mais atrativos para ladrões em busca de oportunidades rápidas de roubo.
  • Falta de segurança adequada: algumas motos mais antigas ou modelos mais baratos podem não ter sistemas de segurança avançados, como alarmes ou bloqueadores de ignição. Este fato facilita o trabalho dos ladrões que têm conhecimento de técnicas para driblar os sistemas de segurança mais simples.
  • Demanda por peças de reposição: as motocicletas são consideradas veículos populares e, em algumas regiões, há uma procura significativa por peças de reposição. Nesse contexto, os criminosos roubam motos para atender a essa demanda, pois podem lucrar com a venda das peças.

No entanto, é importante ressaltar que nem todas as motos são roubadas e que há medidas que podem ser tomadas para reduzir o risco de roubo, como estacionar em áreas seguras, utilizar sistemas de segurança adicionais, como travas de disco e rastreadores, e estar atento ao estacionar em locais de alto risco. Faça sempre a sua parte, amigo motociclista.

seguro de motos

Quais outros modos de proteger sua moto?

Ao se considerar um seguro para motos, é importante que o proprietário do veículo saiba que, embora ajude muito, esta opção não é barata e, consequentemente, acaba não sendo acessível para todos.

Contudo, há outras opções que o motociclista pode ter para aumentar a segurança quanto à moto, como alguns cuidados específicos a serem adotados. São eles:

  1. Estacionar a moto em locais seguros: o ideal é que o motociclista sempre procure estacionar o veículo em áreas bem iluminadas, movimentadas e com vigilância, como estacionamentos monitorados. A dica é: evite deixá-la em locais isolados, escuros ou sem supervisão, pois isso facilita a ação dos ladrões.
  2. Fazer uso de dispositivos de segurança: vale a pena invista em dispositivos de segurança adicionais, como travas de disco, correntes com cadeados, sistemas de alarme e bloqueadores de ignição. Afinal, esses dispositivos podem desencorajar os ladrões e dificultar a ação desses.
  3. Usar um rastreador GPS: amigo condutor, considere instalar um rastreador GPS em sua moto, pois esse dispositivo permite que você rastreie a localização do veículo em caso de roubo, o que aumenta as chances de recuperação.
  4. Gravar o chassi e manter os registros: faça uma gravação do número de chassi da sua moto em um local discreto e registre esse número junto às autoridades. Esse cuidado dificulta a revenda das peças roubadas, pois o número de chassi gravado pode ser identificado facilmente.
  5. Estar atento às áreas de risco: é importante conhecer as áreas de maior incidência de roubos e evitar deixar sua moto em locais conhecidos por atividades criminosas. A recomendação é se manter informado sobre as estatísticas de roubo na sua região e tomar precauções extras ao estacionar nessas áreas.
  6. Segurança em casa: se você, amigo motorista, guarda sua moto em casa, certifique-se de que a garagem ou área de estacionamento seja segura. Você pode instalar trancas nas portas, utilizar alarmes e considerar a possibilidade de instalar câmeras de segurança para monitorar a área.
  7. Manter-se vigilante: é importante estar atento ao entorno ao estacionar ou enquanto estiver pilotando a moto. Se notar algo suspeito, procure um local mais seguro ou informe as autoridades. Ainda: evite dirigir à noite ou limitar o horário de uso da motocicleta nesse turno, pois é nele que acontece o maior número de ações de criminosos.

Vale lembrar que nenhuma medida é 100% garantida contra roubo, mas tomar precauções adicionais pode ajudar a reduzir as chances de sua moto ser alvo de ladrões. Porém, se a intenção é ter proteção e ficar aliviado quanto à segurança, contratar o seguro pode ser um investimento bastante válido.

Avatar image of Alessandra Comitre
Written by

Alessandra Comitre

Jornalista formada há mais de 15 anos, com 12 anos de experiência em produção e criação de conteúdo, edição de texto, e gestão de pessoas. Atualmente atuo como redatora e produtora de conteúdo SEO freelancer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *