Imagem de um carro quebrado na estrada
Categories:

Carro quebrado na estrada: saiba o que fazer! 

Não é tão raro assim o amigo condutor ter que se deparar com a situação de carro quebrado na estrada.

Para você não ser pego desprevenido (ou caso já tenha sido pego e por isso está lendo esse conteúdo agorinha), trouxemos dicas essenciais para saber o que fazer quando está com o carro quebrado na estrada.

Sabemos como é chato ter que atrasar os planos, ainda mais quando o carro quebra na estrada – seja ela movimentada ou no meio do nada. Nos acompanhe e veja o checklist do que você precisa saber para sair dessa situação com tranquilidade. Fique afiado quando o assunto for carro quebrado na estrada!

Carro quebrar na estrada é bem comum, mantenha a calma! 

A primeira palavra quando você percebe que o carro quebrou na estrada é: calma! 

Muita gente já passou ou ainda vai passar por isso. Já imaginou quantos carros quebram na estrada todos os dias? No fim das contas a gente precisa “dar nossos pulos”, mas sempre dá tudo certo no final!

Por pior que seja a situação, ficar com a cabeça quente e desesperado em pouco ajuda a encontrar soluções. Mantenha a calma para conseguir pensar com clareza. Ser racional é fundamental para se sair bem dessa situação!

Consulte sua placa grátis

Carro quebrado na estrada: entenda o que fazer 

Confira o passo a passo do que fazer caso o seu carro quebre na estrada:

Pare o carro no acostamento 

A primeira preocupação que o motorista deve ter com o carro quebrado na estrada é para que outros acidentes não aconteçam: se possível, direcione o carro para que fique parado no acostamento. 

Caso isso não seja viável, procure deixar o carro o mais próximo possível do acostamento e redobre a sinalização. 

Caso o seu carro esteja realmente parado na pista, você precisa sinalizar o acidente com total atenção quanto a distância correta (lembre-se que os motoristas que vem atrás estão em alta velocidade e que o carro leva um tempo até frear!).

Sinalize corretamente o carro parado

Comunicar aos demais motoristas que o carro está com problema é fundamental, para que outros condutores aumentem a atenção quando há carro quebrado na estrada. Aqui entra o uso do triângulo de sinalização ou mesmo utilizar a vegetação para sinalizar o acidente.

De acordo com o Código de Trânsito (CTB), o condutor deve ligar o pisca-alerta e, logo depois, colocar o triângulo a pelo menos 30 metros de distância – que equivale a 30 passos largos da traseira do carro. Lembre-se: a distância correta para colocar o triângulo depende da velocidade permitida pela via pública e das condições climáticas apresentadas.

Saiba qual a distância correta para você usar o triângulo 

Deve-se colocar o triângulo de sinalização na distância correta: o triângulo deve ser colocado a alguns metros do carro e esses metros correspondem à velocidade máxima permitida da via. 

Por exemplo, caso a velocidade permitida na via seja de 40 km/h, o triângulo deve estar posicionado a 40 metros do automóvel. Se a velocidade da via for de 80 km/h, deve-se colocar a sinalização a 80 metros do carro.

Caso o carro quebrado na estrada esteja diante de condições climáticas não favoráveis, a sinalização deve ser fixada com a distância dobrada. Por exemplo, para um trecho de rodovia de 90 km/h, em vez de marcar somente 90 passos, o mais adequado é marcar 180 passos. 

Se no meio da via pública houver curva, a contagem de passos muda: o motorista deve caminhar até o final da curva e reiniciar os passos. Grande parte dos acidentes ocorre por falta da sinalização adequada: assim, o motorista de trás vê o acidente muito em cima e não tem o tempo necessário para reagir corretamente. 

Caso o veículo esteja sem o triângulo de sinalização, a recomendação é executar essa comunicação com uso de galhos de árvores, por exemplo. Mas vale frisar que o veículo que circula pelas vias públicas sem o triângulo de emergência está cometendo uma infração grave. A penalidade é o desconto de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o pagamento de multa no valor de R$ 195,23. Essa punição é prevista no artigo 230, do CTB.

Chame ajuda: ligue para o seguro ou para a concessionária da rodovia 

Em situação de carro quebrado na estrada, chame ajuda, amigo condutor. Caso seu celular tenha sinal, ligue para o socorro e peça ajuda. Não hesite em contatar o seguro auto, caso tenha um, assim um guincho poderá ir até o local onde você e o carro estão. Se não tiver o seguro, é possível solicitar um guincho à parte – por isso é bom ter uma lista de guinchos disponíveis.

Importante: se estiver sem sinal, não é motivo para se desesperar. O caminho é pedir ajuda ao órgão com jurisdição sobre a via pública ou à concessionária, caso seja uma via com pedágio. 

Não se esqueça: o carro quebrado na estrada não pode ser consertado ali na via pública, ele deve ser retirado o mais rápido possível. Se for algo simples, como pneu furado, pode até ser que ele seja ajustado no próprio local. Porém, consertar o automóvel na estrada ou rebocá-lo usando outro veículo são infrações de trânsito, sujeitas a multa. Fique ligado!

Não fique parado dentro do carro 

Em caso de carro quebrado na estrada, sinalize o local do carro parado para evitar acidentes e se mantenha distante do veículo. Em locais com mata densa, se posicione muitos metros DEPOIS do carro, caso não consiga se distanciar da via. 

Ficar parado dentro do carro é um perigo por diversos motivos: risco de batida na traseira, risco de atropelamento ao abrir e fechar a porta, risco de assaltos etc.

Mais um ponto importante: não é recomendável pedir ajuda aos outros veículos que passam pela via. Nunca se sabe se a pessoa realmente vai te ajudar ou se é uma pessoa má intencionada, atenção redobrada!

Quando o guincho chegar, lembre-se que somente um passageiro pode ir nele, de modo que os demais ocupantes do carro quebrado deverão providenciar um transporte próprio – como táxi ou carro por aplicativo. 

A depender da seguradora, o táxi pode ser oferecido gratuitamente nestas situações. A Polícia Rodoviária também pode ajudar neste tipo de transporte. Para evitar dores de cabeça, durante o contato telefônico, o condutor deve informar quantas pessoas estão em seu veículo (aquele que quebrou).

Reúna o máximo de informações e referências para ajudar o socorro 

A informação é um dos principais ativos hoje, condutor – e o mesmo é válido para carro quebrado na estrada. Por isso, tenha calma para reunir o maior número de detalhes a respeito de sua localização – este ponto facilita muito o trabalho da equipe de socorro.

Uma dica é tentar descobrir em qual quilômetro da rodovia o veículo quebrou, além de potenciais pontos de referência no entorno, como restaurantes, postos de combustíveis – toda ajuda pode ser bem-vinda para que o guincho possa lhe encontrar com mais agilidade. Fica a dica!

Ah, e não se esqueça de fornecer as informações sobre o carro quebrado na estrada, condutor. Descreva dados como: estado de conservação, placas, se o veículo interrompe o fluxo da via pública ou não, condições do tempo (meteorologia) e as condições de trânsito.

A situação das vítimas é outra informação de suma relevância. Afinal, todo minuto importa. Diga se há vítimas e qual é a quantidade de feridos, a gravidade das lesões, se há alguém inconsciente e há quanto tempo o acidente aconteceu.

Dica da Zapay: o que vale mais a pena: álcool ou gasolina? Saiba a resposta em nosso artigo especial sobre o tema.

Se não tiver sinal de celular, o jeito vai ser andar 

Está com o carro quebrado na estrada, em um local onde não há sinal de celular: pernas para que te quero! A recomendação é que o amigo motorista saia em busca de um telefone de emergência – este tipo de aparelho pode ser localizado em diversas estradas e rodovias a cada dois ou três quilômetros. 

Se não encontrar o telefone de emergência, continue com seu celular em mãos, pois pode ser que você encontre sinal. Outra alternativa é que outro condutor possa gentilmente lhe ajudar.

Não se esqueça de tomar cuidado nessas situações – sobretudo, se você for uma motorista ou uma passageira (mulheres devem sempre redobrar a atenção). Fique ligado e ligada aos motoristas mal-intencionados.  

Saiba onde encontrar o contato das concessionárias das rodovias 

Seja nas concessionárias de rodovias federais ou de estradas estaduais, lembre-se: informação é sempre uma grande ajuda. A seguir, caso esteja com o carro quebrado na estrada ou na rodovia, saiba para onde ligar.

Contato de concessionárias de rodovias federais 

Nesta página da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), confira os contatos de todas as concessionárias de rodovias federais brasileiras. Clique no link para conhecer todas – abaixo confira o telefone de algumas das principais concessionárias. 

  • Autopista Fernão Dias: 0800 283 0381
  • Autopista Fluminense: 0800 2820 101
  • Autopista Litoral Sul: 0800 725 1771
  • Autopista Planalto Sul: 0800 642 0116
  • Autopista Régis Bittencourt: 0800 70 90 116
  • CONCEBRA: 0800 060 6000
  • CONCER: 0800 28 20040
  • CCR Rio/SP: 0800 017 3536
  • Rodovia Transbrasiliana: 0800 28 20040
  • CCR ViaCosteira: 0800 255 55 50

Consulte sua placa grátis

Contato de concessionárias de estradas estaduais 

Já no caso de carro quebrado na estrada estadual, o melhor caminho é fazer a seguinte busca no Google “concessionária das estradas estaduais + UF”, assim, o motorista poderá contar com informações atualizadas.

Confira alguns exemplos:

  • BA – Concessionária Litoral Norte / Monte Rodovias.

Telefones: CLN – TELEFONE DE EMERGÊNCIA 24 horas: 0800-071-3233

CLN – OUVIDORIA/ATENDIMENTO: 0800-071-3233

Central CLN: (71) 3623-8000 / Fax (71) 3623-8010

AGERBA: 0800-071-0080

Polícia Militar: 190

SAMU – Pronto Socorro: 192

Corpo de Bombeiros: 193

Polícia Civil: 197

Disque Denúncia: 181

  • GO – GOINFRA – Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes

Telefone: (62) 3265-4000

  • SP – Rodovias do Tietê.

Telefones úteis: 0800 770 3322

Sede e CCO – Rodovia Comendador Mário Dedini Km 108 + 600 Salto/SP

Telefone: (11) 4602-7900

  • RO – DER RO – Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes

Telefones: Geral: (69) 3212-8610

Ouvidoria: 99221-6422

  • RS – DAER RS – Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem

Telefone: (51) 3210-5039

E aí, entendeu o que fazer no caso do carro quebrar na estrada?

Há uma série de detalhes e cuidados que o amigo condutor deve se atentar quando se vê na situação de carro quebrado na estrada. E não tem jeito mesmo, condutor: uma situação atípica demanda ações específicas para que todos possam sair dela a salvo – bem como, o trânsito deve continuar a fluir.

Não se esqueça que as placas de trânsito são suas aliadas para saber a distância na qual o triângulo de emergência deve estar – principalmente, lembre-se que o triângulo é um item obrigatório para que o carro possa circular pelas vias públicas. Todos os pontos que aqui estamos são dicas válidas para motoristas recém-habilitados e também para os mais experientes. 😉

Avatar image of Zapay
Written by

Zapay

A Zapay nasceu em 2017 para facilitar a vida dos proprietários de veículos! Somos os únicos parceiros credenciados à SENATRAN e a todos os 27 DETRANs do Brasil. Trabalhamos duro para que você, motorista de carro, moto ou caminhão, tenha mais praticidade para realizar diversos pagamentos, processos burocráticos e consultas relacionadas ao seu veículo. Temos mais de 20 MILHÕES de clientes espalhados por todo o pais. Ah, fazemos questão de compartilhar todo o conhecimento e a experiência que a gente tem aqui em nosso blog. Amamos tudo sobre o universo automotivo. Dar dica boa, é com a gente mesmo!