consórcio carro
Categories:

Veja os prós e contras do consórcio de carro

Já pensou em fazer um consórcio de carro, amigo condutor? Nesse artigo, a Zapay tira todas as dúvidas sobre essa modalidade, que pode ser ideal para adquirir o veículo no médio ou no longo prazo.

Ao considerar o consórcio carro, saiba em detalhes o que é essa modalidade, quais são os pontos contra, bem como aqueles a favor quando o condutor faz a opção pelo consórcio de um automóvel.

Sobretudo, fique por dentro sobre como funciona um consórcio de carro, quais situações vale a pena essa escolha, quais são os cuidados quanto a prazos e preços, e muito mais!

Lembre-se, amigo condutor: a escolha por um consórcio deve ser feita de forma tranquila e madura, considerando o seu planejamento financeiro, bem como a responsabilidade de arcar com as parcelas no longo prazo.

 

– O que é o consórcio de carros? 

– Afinal, consórcio de carro vale a pena? 

– Prós do consórcio 

– Menos burocracia 

– Sem entrada 

– Juros baixos ou inexistentes 

– Carta de crédito e poder de barganha 

– Pagamento que cabe no bolso 

– Contras do consórcio 

– Tempo do investimento 

– Mudança de valor

 

Dica da Zapay: confira 10 dicas para escolher o melhor consórcio de carro.

 

O que é o consórcio de carros? 

Pensando em fazer um consórcio para conquistar um carro, amigo condutor. Antes de entrar nesse processo, é importante saber, em detalhes, do que se trata. Assim, o consórcio de automóveis funciona como um tipo de financiamento colaborativo, no qual os indivíduos se reúnem para alcançar um veículo zero ou ainda um seminovo.

Desse modo, as pessoas interessadas no modelo em comum são reunidas pela empresa contratada e, assim, depositam uma quantidade mensal (parcela), pré-estabelecida, para retirar o carro no valor do montante acumulado ao longo de meses.

Considere o seguinte cenário para ilustrar o conceito apresentado: um grupo de 100 indivíduos deseja comprar um carro que custa R$ 40.000. A partir desse objetivo, cada participante contribui com parcelas mensais de R$ 400.

Diante desse cenário, a cada mês um participante do grupo em questão é contemplado com a carta de crédito, para, assim, oficializar a compra do automóvel almejado.

O consórcio funciona da maneira diferente de um empréstimo ou um financiamento, nos quais o indivíduo pode retirar o item na hora, o participante de um consórcio pode retirar o automóvel de três formas:  

  • Sorteio – evento mensal onde um integrante do grupo recebe a carta de crédito.
  • Lance – por intermédio do adiantamento das parcelas, um participante do grupo dá um lance para adiantar a sua carta de crédito.
  • Fim das parcelas – depois de quitar as prestações, todos os participantes que não foram contemplados até então recebem sua carta de crédito.

Dica da Zapay: fique por dentro das gírias de carro que nem todo mundo conhece.

 

Afinal, consórcio de carro vale a pena?

Você pode estar pensando: “será que o consórcio de carro é para mim?”. Para saber se essa é uma opção viável para você e sua família, é necessário avaliar alguns pontos, amigo condutor.

O primeiro passo é ter em mente que o consórcio diz respeito à uma modalidade para atender quem não tem toda a quantidade em mãos para a aquisição de um bem de valor elevado, como um imóvel ou um carro. 

Para se ter uma ideia de como o consórcio vem caindo no gosto do brasileiro, em um ano no qual o mercado automotivo calculou perdas superiores a 226% nas vendas, o consórcio para compra de automóveis, em geral, destacou-se pela expansão de seus principais indicadores.

Desse modo, de acordo com a Associação Brasileira de Administradores de Consórcio (ABAC), a maior alta aconteceu no volume de créditos comercializados, que aumentou 13,9%, em 2020 – na comparação feita com o ano de 22019.

Diante desse cenário, é fundamental conhecer os pontos prós e contras de um consórcio e, assim, decidir se essa modalidade vale a pena para as suas necessidades. Confira as vantagens e as desvantagens nos tópicos a seguir.

Dica da Zapay: será que é uma boa comprar carro com multa? Saiba mais sobre esse tema no artigo destacado e evite dores de cabeça.

Prós do consórcio 

Entrar em um consórcio de carros pode ter vários benefícios, amigo condutor. A seguir, confira alguns dos principais pontos que podem tornar essa modalidade de aquisição de veículos bastante atraente. 

  • Planejamento financeiro: o consórcio permite um planejamento financeiro mais flexível, já que você pode escolher planos com parcelas que se adequem ao seu orçamento.
  • Ausência de juros: ao contrário de financiamentos, os consórcios, geralmente, não envolvem juros. O participante paga apenas uma taxa de administração, o que torna o custo total do veículo, muitas vezes, mais baixo em comparação com outras formas de financiamento.
  • Diversidade de planos: consórcios oferecem uma variedade de planos, incluindo prazos e valores diferentes, o que permite que o participante possa escolher aquele que melhor se adapta às suas necessidades.
  • Participação em sorteios: além do pagamento das parcelas, o membro do consórcio concorre a sorteios mensais, o que significa que há a chance de receber o carro mesmo antes de terminar de pagar todas as parcelas.
  • Flexibilidade na utilização da carta de crédito: a carta de crédito obtida por meio do consórcio pode ser usada, não apenas para a compra de um carro novo, mas, também, para aquisição de veículos usados, quitação de financiamento, entre outras possibilidades.
  • Não é necessário entrada inicial: diferentemente de alguns financiamentos, muitos consórcios não exigem entrada inicial, o que deixa mais fácil (e atraente) para algumas pessoas aderirem ao sistema.
  • Reajuste anual controlado: as parcelas do consórcio podem sofrer reajuste anual, que costuma ser baseado em índices como o INCC (Índice Nacional da Construção Civil), o que pode ser uma forma de controle contra a inflação.
  • Sem burocracia para aprovação de crédito: geralmente, a aprovação para participar de um consórcio é mais fácil do que a aprovação para um financiamento, já que não envolve a análise de crédito rigorosa. No entanto, é importante lembrar que, embora os consórcios ofereçam vantagens, é essencial entender completamente os termos do contrato antes de participar, incluindo taxas, prazos e condições específicas do consórcio em questão. Não vacile!
consórcio de carro

Menos burocracia 

Quando o amigo condutor faz a opção por um consórcio, ele terá menos dores de cabeça do que com um financiamento tradicional. Afinal, como se trata de uma forma de adquirir o veículo no longo prazo, há menos exigências de burocracia do que o financiamento, por exemplo. 

Quem opta por um financiamento deve ter em mente a necessidade de aprovação de crédito, além de comprovação de renda e outros pontos. Por sua vez, quem escolhe o consórcio, mesmo que o indivíduo tenha o nome sujo (restrição de crédito), ele pode participar. Porém, é necessário frisar que tais pendências devem ser resolvidas para que o carro possa ser retirado quando o sorteio acontecer.

Sem entrada 

Em tempo de crise e com a grana curta, toda facilidade pode ajudar (e muito) o consumidor. Por essa razão, diversas pessoas escolhem o consórcio, uma vez que não há necessidade de dar um valor de entrada.

Assim, o participante pode pagar somente as prestações mensais, sem que haja necessidade de despender uma enorme quantia no momento de entrar no grupo de consórcio.

Juros baixos ou inexistentes

As altas históricas da taxa SELIC fizeram com que diversos cidadãos pensassem duas vezes antes de tomar crédito, afinal, os financiamentos estão com taxas elevadas. – entre 0,76% a 3,08% mensais. E, em um cenário assim, o consórcio se beneficia, afinal, um de suas marcas é a ausência de juros.

Quando se contrata um consórcio, o que é pago é a taxa de serviço da administradora escolhida para cuidar do investimento feito pelo grupo.

Carta de crédito e poder de barganha 

Quando o amigo motorista for sorteado no consórcio, é importante saber que o chega não é o veículo almejado, mas, sim, uma carta de crédito no valor total do investimento feito.

Desse modo, o participante vai até a agência retirar o automóvel – com a carta, é como se o condutor estivesse munido para pagar o carro desejado à vista. Com tal vantagem, é possível barganhar o preço e personalizar o veículo da forma como o motorista comprador desejar.

Pagamento que cabe no bolso 

A escolha autônoma do valor mensal a ser gasto com o consórcio é mais uma vantagem dessa modalidade. Assim, o condutor pode escolher o modelo do carro desejado por uma quantia possível de ser arcada ao longo de meses.

Contras do consórcio

Até aqui você pôde conhecer todas as vantagens que um consórcio para carros oferece aos seus participantes. Porém, nem tudo são flores, amigo condutor. Conheça a seguir algumas das desvantagens do consórcio para automóveis.

  • Sem garantia de recebimento imediato: não há garantia de que o motorista receberá a carta de crédito imediatamente. Dependendo do sorteio ou do lance, você pode precisar esperar para utilizar o crédito. Ou seja, é necessário ter paciência.
  • Sorteio pode demorar: mesmo que haja sorteios mensais, pode levar algum tempo até que o seu número seja contemplado – e, durante esse período, você continua pagando as parcelas.
  • Custo total pode ser maior: apesar de não envolver juros, os consórcios têm taxas de administração, o que significa que o custo total do veículo pode ser maior em comparação com um pagamento à vista.
  • Falta de liquidez: se você precisar de liquidez imediata, o consórcio pode não ser a melhor opção, pois o acesso ao crédito depende do sorteio ou do lance vencedor.
  • Obrigatoriedade de pagamento mesmo sem contemplação: o amigo condutor deve continuar pagando as parcelas mesmo que não seja contemplado. Se o sorteio não ocorrer ou se você não conseguir dar um lance vencedor, o pagamento contínuo pode ser percebido como uma desvantagem.
  • Risco de inadimplência: se o participante não puder mais pagar as parcelas, ele pode ser excluído do grupo, o que significa que perderá a oportunidade de ser contemplado e, em alguns casos, sujeito a penalidades.
  • Limitação na escolha do veículo: a carta de crédito fornecida pode ter um valor fixo, limitando suas opções na escolha do automóvel, especialmente se os preços dos carros aumentarem ao longo do tempo.
  • Taxas de administração e fundo comum: além da taxa de administração, pode haver outras despesas, como o fundo comum, que são cobradas mensalmente, o que aumenta o custo total do consórcio.
  • Variação no valor da parcela: as parcelas podem sofrer variação ao longo do tempo devido a reajustes anuais, o que pode impactar o planejamento financeiro.
  • Risco de desvalorização do dinheiro: o valor da carta de crédito é corrigido anualmente, porém, há o risco de que, ao final do consórcio, o dinheiro não tenha o mesmo poder de compra devido à inflação.

Tempo do investimento 

Nunca se esqueça de que o consórcio é um investimento que é feito no longo prazo, condutor – alguns podem durar até mesmo oito anos. Por conta de tamanha responsabilidade é fundamental ter planejamento financeiro para dar conta de todas as prestações durante todo o período do contrato.

Ainda: paciência é uma virtude essencial nesse processo, já que o participante pode ser contemplado em qualquer etapa do processo de investimento. Porém, é possível acelerar o procedimento, quando se opta por fazer um lance.

Mudança de valor

Vale a pena frisar, mais uma vez, quanto à escolha ou não pelo consórcio, que é importante se atentar à questão do crédito, que é atualizado. Isso ocorre, sobretudo, quando um novo modelo de automóvel escolhido é lançado.

A depender do ponto de vista, isso pode ser uma vantagem, afinal, ao ser sorteado, o participante pode escolher um modelo mais novo. Mas também pode ser uma desvantagem, pois o valor mensal a ser pago deve ser proporcionalmente às novas atualizações. Fique ligado! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *