quadriciclo
Categories:

Regras para dirigir um quadriciclo

Quais são as regras para pilotar um quadriciclo no Brasil?

Já andou de quadriciclo, amigo condutor? Pensa em realizar um passeio de quadriciclo? Este artigo pode sanar as suas dúvidas sobre este veículo automotor, muito associado aos momentos de diversão off-road.

Confira as nossas dicas sobre segurança, o que diz a legislação de trânsito e o preço de algumas opções no mercado brasileiro, como o quadriciclo Honda

– É permitido dirigir quadriciclo na rua? 

– Porque não pode andar de quadriciclo na cidade? 

– Qual a habilitação para dirigir quadriciclo? 

– Quadriciclo precisa de licenciamento e emplacamento 

– Tem que usar capacete para andar de quadriciclo? 

– Qual é o preço de um quadriciclo?

Dica da Zapay: gosta de ouvir música ao volante, amigo condutor? Confira as nossas dicas sobre este hábito, que pode tornar a sua viagem ainda mais agradável. Lembre-se: esteja sempre concentrado no trânsito.

É permitido dirigir quadriciclo na rua? 

Antes de sabermos se é permitido dirigir quadriciclo nas vias públicas brasileiras, é importante que o amigo condutor tenha em mente, afinal, o que é um quadriciclo. Trata-se de um veículo utilitário todo-terreno sobre três (3) ou quatro (4) rodas, conforme a terminologia já entrega.

Assim, o quadriciclo é um veículo automotor classificado como veículo de passageiro, no qual costumeiramente apenas uma pessoa anda – o condutor. Vale dizer que há modelos de quadriciclos que dispõem de assento suplementar, para que um passageiro possa andar também.

É relevante ressaltar que o quadriciclo não pode ser classificado como um ciclomotor, pois esta classificação diz respeito somente aos veículos automotores de duas (2) ou três (3) rodas. Os motivos de algumas pessoas poderem confundir é o fato de que o motor é inferior a 50 cilindradas e a velocidade máxima do quadriciclo é de 50 km/h – ambas as características são também atribuídas aos ciclomotores. 

O quadriciclo mais tradicional apresenta guidão e posição de pilotar como é a de moto. Não à toa este é um veículo automotor utilizado para lazer e bastante querido no mercado. 

Os modelos presentes no Brasil costumam apresentar quatro (4) rodas e a parte mecânica pode ser semelhante a de motos ou específicas. Assim, os quadriciclos utilizados em nosso país também tem a condução por guidão, porém para dirigir estes veículos a maneira é bastante distinta da motocicleta.

Dicas da Zapay: confira como deixar a sua viagem segura e, assim, garantir o bem-estar e a diversão de todos.

Conheça algumas curiosidades sobre os quadriciclos

  • Variedade de tamanhos: os quadriciclos podem variar em tamanho, desde modelos compactos projetados para uma pessoa até modelos maiores que podem acomodar até quatro passageiros.
  • Diferença entre quadriciclos e ATVs: embora os termos “quadriciclo” e “ATV” (All-Terrain Vehicle) sejam frequentemente usados ​​de forma intercambiável, tecnicamente eles se referem a categorias diferentes. Os quadriciclos são veículos de quatro rodas destinados a uso recreativo ou utilitário, enquanto os ATVs podem ter três ou quatro rodas e são destinados a atividades off-road mais extremas.
  • Competições: existem várias competições dedicadas aos quadriciclos, como corridas de quadriciclos todo-o-terreno (ATV), corridas de gelo e eventos de corrida em circuito fechado.
  • Quadriciclos anfíbios: alguns modelos são projetados para serem anfíbios, o que significa que podem funcionar tanto em terra quanto na água. Esses veículos, geralmente, têm hélices ou jatos d’água para impulsioná-los na água.
  • Utilidade agrícola: os quadriciclos são frequentemente usados ​​em fazendas e áreas rurais para trabalhos agrícolas, como transporte de carga, pulverização de culturas e inspeção de terras.
  • Quadriciclos de neve: há modelos especiais de quadriciclos projetados para uso em neve. Eles possuem faixas largas em vez de rodas, permitindo que eles se movam mais facilmente sobre a superfície nevada.
  • Popularidade recreativa: estes veículos são populares para recreação em várias partes do mundo. Eles são usados ​​para trilhas off-road, passeios em áreas rurais e diversão ao ar livre.
  • Restrições de uso: em muitos países, existem restrições de idade e licença para operar quadriciclos. Além disso, algumas áreas têm leis específicas para onde e como estes veículos podem ser usados, visando à segurança e ao respeito ao meio ambiente. 
  • Evolução tecnológica: os quadriciclos modernos têm visto avanços significativos em termos de tecnologia, como motores mais eficientes, sistemas de suspensão avançados, transmissões automáticas e recursos de segurança aprimorados.
quadriciclo-usado

Por que não pode andar de quadriciclo na cidade? 

Segundo a Resolução 573, do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), há algumas exigências para que os quadriciclos possam circular pelas vias públicas brasileiras, com segurança.

Mais precisamente, o quadriciclo deve atender aos requisitos de segurança especificados para os triciclos e, para concessão do código marca/modelo/versão e emissão de Certificado de Adequação à Legislação de Trânsito (CAT), este veículo atender ainda alguns requisitos. 

Confira quais são tais requisitos, considerando cada uma das duas definições de quadriciclo presentes na Resolução 573/2015, do CONTRAN. 

a) Veículo automotor com estrutura mecânica similar às motocicletas, possuindo eixo dianteiro e traseiro, dotado de quatro (4) rodas, com massa em ordem de marcha não superior a 400kg, ou 550kg no caso do veículo destinado ao transporte de cargas, excluída a massa das baterias no caso de veículos elétricos, cuja potência máxima do motor não seja superior a 15kW

Os requisitos obrigatórios são: 

  1. Comando do sistema acionado através de guidão.
  2. Assentos para condução e transporte de passageiro na posição montada.
  3. Eixo de tração com dispositivo que permite que as duas rodas girem em velocidades angulares diferentes. 
  4. Pneus de alta pressão, com banda de rodagem para pista pavimentada, e certificados pelo INMETRO.
  5. Sistema de suspensão independente para cada roda do eixo dianteiro e traseiro.
  6. Freios em cada uma das rodas do veículo, de modo a estar em acordo com as normas vigentes.
  7. Equipamentos obrigatórios.

b) Veículo automotor elétrico com cabine fechada, que possui eixo dianteiro e traseiro, dotado de quatro (4) rodas, com massa em ordem de marcha não superior a 400kg, ou 550kg no caso do veículo destinado ao transporte de cargas, excluída a massa das baterias, cuja potência máxima do motor não seja superior a 15kW.

 Os requisitos obrigatórios são: 

  1. Comando do sistema acionado através de volante. 
  2. Assentos para condução e transporte de passageiro na posição sentada.
  3. Eixo de tração com dispositivo que permita suas duas rodas girarem em velocidades angulares diferentes.
  4. Pneus de alta pressão, com banda de rodagem para pista pavimentada, e certificados pelo INMETRO.
  5. Sistema de suspensão independente para cada roda do eixo dianteiro e traseiro.
  6. Freios em cada uma das rodas do veículo, de modo a estar de acordo com as normas vigentes.
  7. Equipamentos obrigatórios. 
  8. Cinto de segurança de três (3) ou quatro (4) pontos para condutor e passageiros.
  9. Assentos com apoio de cabeça.
  10. Equipamento suplementar de segurança passiva – airbag frontal.

Nos dois tipos de quadriciclos citados na lei, é necessário seguir alguns requisitos para que seja possível a circulação nas vias públicas brasileiras. São eles: placas de identificação traseira, com dimensões idênticas às de motocicleta e que atendam à legislação vigente; lanterna de marcha à ré na cor branca quando o veículo permitir este tipo de deslocamento e transporte apenas de passageiro maior de sete (7) anos.

É importante destacar que esta circulação deve ficar restrita às vias urbanas, sendo proibida de ser feita em rodovias federais, estaduais e do Distrito Federal. Fique ligado!

Para conduzir um quadriciclo, tanto o motorista quanto o passageiro devem fazer uso de capacete de segurança, com viseira ou óculos protetores, em acordo com a legislação vigente aplicável às motocicletas. Ainda: é obrigatório o porte de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria B.

Apenas poderão circular em vias públicas, os quadriciclos devidamente registrados e licenciados, com emplacamento na traseira, que é a mesma norma aplicada às motocicletas. Se o quadriciclo que você almeja comprar não permite emplacamento, saiba que ele não poderá circular nas vias públicas de nenhuma maneira, portanto, avalie bem quais necessidades você deseja suprir com este veículo.

Algumas montadoras indicam quais produtos estão aptos ou não para a circulação nas vias públicas. Segundo a Honda, o modelo TRXX 420 FourTrax, disponível para venda, não entra na possibilidade de trafegar em vias urbanas, devido às características do projeto e à ausência de aparatos obrigatórios, como sistema incompleto de iluminação e sinalização, além de pontos referentes à documentação obrigatória.

Dica da Zapay: quer consultar multas e quitá-las em até 12 vezes no cartão de crédito? Ou ainda escolher outras tantas opções para deixar os débitos veiculares em dias? Então, vem que a Zapay lhe ajuda!

Qual a habilitação para dirigir quadriciclo? 

Os motoristas de quadriciclo devem, obrigatoriamente, ter a CNH categoria B para conduzir este veículo.

Vale a pena destacar que esta categoria de carteira de habilitação permite que o motorista esteja apto para dirigir carros de passeio, caminhonetes, SUVs (utilitários), camionetas, furgões, e até certos tipos de caminhões.

Os veículos citados devem ter quatro rodas, o peso total não pode ultrapassar 3.500 quilos e o número máximo de pessoas deve ser oito (incluindo o motorista).

Quadriciclo precisa de licenciamento e emplacamento 

As normas do CONTRAN são aplicadas tanto em motocicletas quanto em quadriciclos, de modo que estes veículos são obrigados a pagar licenciamento, assim como triciclos e ciclomotores. O emplacamento na parte de trás do veículo é outro ponto obrigatório para a circulação, assim como a CNH B (no caso específico de quadriciclos).

Como todas as leis de trânsito devem ser cumpridas à risca pelos motoristas de quadriciclos, vale a pena reforçar a necessidade de uso obrigatório de capacete, tanto para o condutor quanto para o passageiro. Lembre-se, amigo condutor, em caso de acidente o capacete é sempre um item essencial para a segurança e para evitar choques maiores no crânio.

Tem que usar capacete para andar de quadriciclo? 

A regra é aplicada para todos: é obrigatória a utilização de capacete para condutor e passageiro de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos motorizados, afinal é um item se segurança de suma importância. 

Qual é o preço de um quadriciclo?

Confira os valores de alguns modelos disponíveis no mercado:

  1. Honda TRX 420 FourTrax – R$ 34.320.

  2. Polaris Sportsman 570 – R$ 57.990.

  3. Can-Am Outlander 450/570 – R$ 61.990.

  4. Segway Snarler – R$ 65.900

Cuidados que todo motorista deve ter ao andar de quadriciclo:

Ao andar de quadriciclo, é essencial que o motorista tome certos cuidados para garantir sua segurança e a dos demais. Confira algumas precauções que devem ser observadas:

  • Sempre utilize equipamentos de proteção, como capacete, óculos de proteção, luvas e calçados fechados adequados.
  • Antes de conduzir o veículo, leia o manual do proprietário para entender suas características e operação correta. Conheça os controles, freios e acelerador.
  • Ainda: antes de cada viagem, certifique-se de que o quadriciclo esteja em boas condições. Verifique os freios, luzes, pneus, suspensão e o nível de combustível.
  • Certifique-se de que o quadriciclo seja adequado ao seu tamanho e peso. O veículo deve ser capaz de acomodar o condutor corretamente.
  • Tome cuidado para sentar-se com as costas retas e os pés nos apoios de pés. Mantenha as mãos no guidão e os polegares por fora.
  • Respeite a capacidade de carga, jamais exceda o limite de carga recomendado pelo fabricante. O recomendável é distribuir a carga uniformemente para manter a estabilidade.
  • Siga todas as regras de trânsito e leis brasileiras. Mantenha uma velocidade segura e adequada para as condições da estrada. O quadriciclo também exige uma condução responsável.
  • Evite dirigir em terrenos desconhecidos ou perigosos, como áreas alagadas, colinas íngremes ou trilhas perigosas.
  • Fique atento a obstáculos, buracos, pedras soltas, galhos baixos e outros perigos na estrada. Reduza a velocidade ao se aproximar de curvas e faça-as com cautela.
  • Jamais dirija sob a influência de álcool ou drogas, afinal o consumo de álcool ou drogas afeta negativamente os reflexos e a capacidade de julgamento. 
  • Evite transportar passageiros. A maioria dos quadriciclos é projetada para transportar apenas uma pessoa. Desse modo, transportar passageiros pode afetar a estabilidade do veículo e aumentar o risco de acidentes.
  • Esteja preparado para surpresas: carregue um kit de primeiros socorros, ferramentas básicas e um celular totalmente carregado para casos de emergência.

 

Avatar image of Alessandra Comitre
Written by

Alessandra Comitre

Jornalista formada há mais de 15 anos, com 12 anos de experiência em produção e criação de conteúdo, edição de texto, e gestão de pessoas. Atualmente atuo como redatora e produtora de conteúdo SEO freelancer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *