Categories:

Tudo sobre a taxa de transferência de veículo

Você tem dúvidas sobre transferência de automóvel? E sobre a taxa de transferência de veículo? Então saiba o que é necessário para realizar esse procedimento com facilidade, rapidez, segurança e sem dor de cabeça. Nós da Zapay vamos tirar todas as dúvidas sobre esse assunto, logo abaixo! 

O que é transferência de veículo? 

Vamos relembrar o que é transferência de veículo, um procedimento que deve ser realizado por quem comprou um automóvel usado.

Ao comprar uma moto ou carro usado, o novo proprietário precisa realizar a regularização dos documentos. 

Existem também outras situações que envolvem a transferência de veículo, como no caso do falecimento do proprietário. 

Além disso, a transferência de automóvel também pode ser necessária em processos de compra por financiamento, leasing ou se o veículo estiver alienado.

O que é taxa de transferência de veículo?

Muitos proprietários de veículos usados têm dúvidas sobre a taxa de transferência de veículo. 

O pagamento dessa taxa de transferência é obrigatório em todos os estados, mas o valor pode variar conforme a região.

Sendo assim, é necessário verificar com o Detran do seu estado quanto custa essa taxa. Além disso, após o pagamento da taxa, guarde o comprovante consigo, já que ele será necessário para finalizar o processo de transferência.

Como fazer a transferência de veículo?

Muitos proprietários de veículos usados acreditam que o processo para realizar a transferência de veículo é complicado e demorado.

Porém, nós queremos mostrar que, na verdade, o procedimento para transferir um veículo é composto por apenas algumas etapas. Veja:

  1. Verifique se há cobranças em aberto, já que não é possível transferir veículo com multa.
  2. Confira a lista de documentos solicitados no site do DETRAN do seu estado.
  3. Preencha o recibo de compra e venda do veículo, um recurso que os DETRAN estaduais disponibilizam aos cidadãos que venderam o veículo. 
  4. Faça a autenticação de todos os documentos em cartório.
  5. Autentique a assinatura dos envolvidos (vendedor e comprador) em um cartório para reconhecer a assinatura no verso do CRV (Certificado de Registro do Veículo)
  6. Pague a taxa de transferência.
  7. Realize a vistoria do veículo em uma empresa credenciada pelo Detran do seu estado.
  8. Leve todos os documentos, comprovante de pagamento de taxas e laudo de vistoria ao DETRAN do seu estado, e peça o requerimento de transferência.
  9. Realize o acompanhamento da solicitação.
  10. Emita o novo CRVL-e do seu veículo. 

Onde fazer a transferência de veículo?

A realização da transferência de automóvel pode ser feita ao Detran do estado onde está registrado o veículo comprado. 

Além dos postos de atendimento avançados desse departamento, o novo proprietário pode fazer a representação da entidade em sua cidade no Ciretran, um órgão interligado ao Detran. 

Em alguns estados, quem comprou ou tem veículos registrados (novos ou transferidos) a partir de 4/1/2021 pode solicitar a transferência do veículo de forma totalmente online.

No DETRAN de São Paulo, por exemplo, é possível fazer a expedição online da Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo Digital (ATPV-e) depois de confirmada a transação comercial de compra e venda do carro.

No entanto, os documentos do veículo emitidos até 31/12/2020, precisam ser entregues na unidade de atendimento do DETRAN.

Documentos necessários para a transferência de veículo

É muito importante ter em mãos todos os documentos para a realização da transferência do automóvel. Confira a lista a seguir: 

  • documento pessoal com foto (RG ou CNH) (original e cópia);
  • comprovante de residência (máx. 3 meses);
  • Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) (original e cópia)
  • licenciamento, IPVA e multas pagas;
  • comprovante de pagamento das taxas;
  • laudo da vistoria;
  • formulário do RENAVAM (2 cópias);
  • CRV (Certificado de Registro do Veículo) antigo devidamente preenchido em nome do comprador com assinatura reconhecida em cartório;
  • número de chassi do veículo decalcado em etiquetas localizadas atrás do formulário do RENAVAM (2 cópias);
  • comprovante de que não há débitos vinculados ao RENAVAM.

Importante ressaltar que alguns DETRANs de determinados estados podem pedir documentos específicos durante o processo de transferência, portanto, confira a lista da documentação necessária no seu estado antes de iniciar o procedimento.

Quanto custa a taxa de transferência de veículo 2022?

É muito importante pagar a taxa de transferência do veículo para estar com os documentos do carro ou moto em dia. 

Como dissemos, o valor dessa taxa de transferência de automóvel varia conforme a região, mas podemos dar o exemplo do preço no DETRAN de SP, onde a taxa para Transferência de Propriedade está no valor de R$ 246,17.

Também é possível pagar a taxa de Transferência de Propriedade junto do Licenciamento do veículo, então o valor a ser pago passa a ser R$ 391,03. 

Como pagar a taxa de transferência de veículo?

Quem deve pagar a taxa de transferência de veículo? Comprador ou vendedor? A responsabilidade é de quem compra.

Após a compra do veículo, o novo proprietário tem 30 dias para regularizar a situação do carro. 

O comprador precisa emitir a guia de pagamento da taxa de transferência de veículo no site do DETRAN do seu estado, gerar o boleto e pagá-lo.

Verificar a situação do veículo antes da transferência 

Questione se há cobranças em aberto diretamente com o vendedor do veículo. No entanto, você pode acessar o site do DETRAN do seu estado e colocar a placa do automóvel ou o RENAVAM (Registro Nacional de Veículos Automotores) para verificar se há pendências.

No site da Zapay, você também pode realizar consulta de débitos veiculares apenas com a placa do veículo. 

Se o automóvel estiver com débitos em aberto, como multas de trânsito, falta de pagamento do DPVAT, IPVA e Licenciamento, será necessário regularizar a situação para dar continuidade na transferência de veículo. 
Ficou com alguma dúvida ainda sobre a taxa de transferência de veículo? Então confira outros artigos relacionados sobre esse assunto no blog da Zapay.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *