Categories:

Tudo sobre como fazer transferência de veículo

O que precisar saber antes de fazer a transferência?

Verificar o histórico de transferências, impostos, multas e possíveis processos, é o mais importante antes de decidir a compra. É claro que você estará atento a questões mecânicas do veículo, mas infelizmente, pessoas caem em golpes todos os dias por não conseguirem constatar irregularidades com a documentação.

Onde realizar a transferência?

Despachantes são empresas especializadas nesse tipo de procedimento, então é comum que comprador e vendedor procurem esses lugares para facilitar o processo. No entanto, é possível fazê-lo em postos de atendimento do Detran.

Para isso, o órgão deverá ser comunicado da compra e então, ambas as partes devem assinar o documento de compra e venda (CRV), autenticá-las em cartório e fazer uma cópia do documento.

Feito isso, a cópia do documento deve ser levada ao Detran, para finalizar a comunicação de compra e venda. Na sequência, o novo proprietário solicita um novo registro e emite a guia de pagamento da transferência.

Depois de quitada a transferência, o veículo passa por uma vistoria. Se estiver tudo certo, basta aguardar que o novo registro fique pronto.

Quais são as taxas?

As taxas que envolvem a transferência de um veículo, dependem do Detran de cada estado. De maneira geral, todo o processo é parecido em todos os lugares, mas apenas com uma consulta rápida no site do órgão, você já consegue as informações sobre valores e documentos ou até mesmo etapas diferentes que devem ser cumpridas.

Em quais situações é necessário realizar a transferência?

A transferência de veículo é um processo com regras claras e descritas no Código de Trânsito Brasileiro, e necessário todas as vezes em que um veículo mudar de proprietário. Se falamos aqui que o registro do veículo é importante para atreladas às responsabilidades do veículo a seu dono, fica claro compreender quando ela deve ser realizada.

O prazo para concluir esse processo de compra, venda e transferência, é de 30 dias. Se não for respeitado, ambas as partes cometem infração, com perda de 5 pontos na carteira, e multa de R$ 195,23.

Conclusão

Com esse conteúdo, acreditamos que fique mais simples de você compreender como funciona um processo de transferência, e o mais importante: a sua finalidade.

A única maneira do Detran ter o controle dos veículos que circulam em vias públicas brasileiras, é através do registro atualizado deste veículo. Trocar ou comprar o seu e não respeitar o processo, é correr o risco de que o novo comprador cometa infrações que serão atribuídas a você. O mesmo acontece quando você é o comprador, e não se atenta aos passos que descrevemos aqui.

Avatar image of Zapay
Written by

Zapay

A Zapay nasceu em 2017 para facilitar a vida dos proprietários de veículos! Somos os únicos parceiros credenciados à SENATRAN e a todos os 27 DETRANs do Brasil. Trabalhamos duro para que você, motorista de carro, moto ou caminhão, tenha mais praticidade para realizar diversos pagamentos, processos burocráticos e consultas relacionadas ao seu veículo. Temos mais de 20 MILHÕES de clientes espalhados por todo o pais. Ah, fazemos questão de compartilhar todo o conhecimento e a experiência que a gente tem aqui em nosso blog. Amamos tudo sobre o universo automotivo. Dar dica boa, é com a gente mesmo!

7 comentários: “Tudo sobre como fazer transferência de veículo
    1. Que bom que conseguimos ajudá-lo, Wesley! Continue nos acompanhando, pois estamos sempre postando conteúdos sobre débitos veiculares, manutenção do veículo e mais.

    1. Que bom que gostou, Daniel! Caso tenha mais algumas dúvidas sobre o assunto, só nos enviar, que estaremos aqui para responder e ajudá-lo.

    1. Consegue sim! Tendo o boleto/guia de pagamento digital ou em mãos com informações como data de vencimento, valores atualizados e linha digitável, geramos um link para o pagamento e parcelamento dessa taxa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *