táxi
Categories:

Saiba os modelos de carros mais usados por taxista

Conheça veículos que são ótimas opções para atender as demandas dos táxis, agradando o condutor e seus passageiros. Saiba ainda quais são as diretrizes para que um automóvel possa atuar como táxi.

– Qualquer carro pode ser táxi? 

– Saiba os modelos de carros mais usados por taxistas 

– 1 – Fiat Grand Siena 

– 2 – Volkswagen Virtus 

– 3 – Volkswagen Voyage 

– 4 – Toyota Etios Sedã 

– 5 – Chevrolet Spin 

– 6 – Toyota Corolla 

– 7 – Chevrolet Cobalt 

– 8 – Renault Logan 

– 9 – Nissan Versa 

– 10 -Volkswagen Polo Sedã

Dica da Zapay: se você tem a seguinte pergunta na mente “adição de categoria como funciona?”, saiba que a preparamos um conteúdo sobre este tema, para ajuda a sanar todas as suas dúvidas. 

Qualquer carro pode ser táxi?

Não, amigo condutor. Apenas os veículos que são homologados pelo Departamento de Transportes Públicos (DTP) e que possuem um Alvará de Estacionamento podem ser utilizados como táxis.

O DTP é o órgão que gerencia, regulamenta, vistoria e fiscaliza os serviços de transporte realizado por táxis, fretamento, escolar, carga a frete, motofrete e operadores de transporte por aplicativos na cidade de São Paulo.

Dica da Zapay: saiba quais são os melhores carros para pegar estrada

Saiba os modelos de carros mais usados por taxistas 

A seguir, confira quais são alguns dos modelos favoritos dos taxistas brasileiros. Dica: muitas destas opções são também considerados melhores carros para Uber.

Fiat Grand Siena 

O Fiat Grand Siena pode ser uma opção ideal para ser o primeiro sedã do amigo taxista ou mesmo de muitas famílias. Este veículo conta com motor 1.6, com possibilidade para ser abastecido com álcool ou gasolina, além de 117 cv (álcool) e 115 cv (gasolina) de potência. O motor apresenta ainda 16,8 kgfm (no etanol) e 16,2 kgfm (na gasolina).

A velocidade máxima que o Fiat Grand Siena atinge é de 191 km/h – este carro faz de 0 a 100km/h em 9,5 segundos. Para a cidade, ele percorre 6,9 quilômetros por litro de etanol e 10,1 quilômetros por litro de gasolina. Já na estrada, são percorridos 8,3 quilômetros por litro de álcool e 12,6 quilômetros por litro de gasolina. 

O câmbio deste veículo é manual, com cinco marchas. Apresenta tração dianteira e direção hidráulica. A suspensão dianteira é do tipo McPherson, com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal. Já a suspensão traseira é tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal. São dois freios a disco e dois freios ventilados.

A Fiat oferece ainda o Grand Siena Attractive 1.4, que é o primeiro modelo do mercado pronto para receber a instalação do Kit GNV (Gás Natural Veicular), para consumidores que optem por esta alternativa de economia. Vale destacar que o kit GNV não acompanha o carro, há apenas a predisposição para a devida instalação.

Volkswagen Virtus

Para o taxista que deseja um sedã premium, o Volkswagen Virtus pode ser uma ótima opção. Trata-se de um carro que conta com sofisticação, como design refinado, faróis e lanternas em LED em todas as versões, motor TSI, tecnologia de ponta e conforto. 

É importante frisar que toda linha Virtus está equipada com motor TSI, que garante potência e economia em sua condução. Por exemplo, a partir da versão Comfortline, o motorista pode contar com 200 N.m de torque e 128 cavalos de potência.

O porta-malas do Virtus é mais um ponto positivo, com 521 litros de capacidade, apresentando Volume Teórico Máximo de 695 litros. 

No quesito segurança, o veículo oferece:

  1. Post Collision Break: quando há colisão, os freios do veículo são acionados automaticamente, de modo a evitar que o automóvel sofra novo impacto.
  2. Controle Adaptativo de Velocidade: também conhecido como ACC, trata-se de um controle que ajuda a manter a velocidade e distância do veículo à frente programadas pelo motorista, atuando no acelerador e freio de acordo com o tráfego.
  3. Função frenagem de manobra: proporciona facilidade e segurança na hora de manobrar. Faz uso de sensores traseiros e dianteiros, que detectam algum obstáculo, de modo que o carro para automaticamente para evitar acidentes. 

Volkswagen Voyage

Mais uma opção da montadora alemã, o Volkswagen Voyage oferece grande espaço, estabilidade na condução, motor potente e economia no combustível.

O Voyage tem motor 1.6 flex, ou seja, pode ser abastecido tanto com etanol quanto com gasolina. Sua potência é de 104 cv (álcool) e 101 cv (gasolina), com torque de 15,6 kgfm (álcool) e 15,4 kgfm (gasolina).  A velocidade máxima é de 192 quilômetros por hora – este veículo faz de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos.

O carro apresenta câmbio é manual de cinco marchas, com tração dianteira e direção hidráulica. A suspensão dianteira é do tipo McPherson, com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal. Já a suspensão traseira é do tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal. Conta ainda com dois freios a disco com dois discos ventilados.

A manutenção do Volkswagen Voyage é um de seus pontos positivos, pois, quando feita de forma preventiva e em dia, o veículo apresentará poucas chances de ter a necessidade de passar por manutenções corretivas. Mas, caso seja necessário ter uma manutenção corretiva, as peças desse carro são fáceis de serem encontradas e com bom custo-benefício.

Toyota Etios Sedã 

O Etios Sedã oferece ao taxista toda confiança mecânica que a Toyota oferece – não à toa, é uma das montadoras mais queridas pelos condutores brasileiros. 

O modelo Toyota Etios Sedã XLS 11.5 flex e automático (2021) apresenta o motor 1.5, que funciona tanto com etanol quanto com gasolina. A potência deste motor é de 107 cv (álcool) e 102 (gasolina, com torque de 14,7 kgfm (álcool) e 14,3 kgfm (gasolina).

Este veículo acelera até 186 km/h, indo de 0 a 100 em 11,3 segundos. Para rodar na cidade, o Toyota Etios Sedã percorre 8,4 quilômetros a cada litro de etanol ou 12,2 quilômetros por litro de gasolina. Já para viagens em estrada, o carro faz 10,4 quilômetros para cada litro de álcool e 14,9 quilômetros por litro de gasolina.

Este Etios apresenta ainda câmbio automático, com quatro marchas, além de tração dianteira e direção elétrica. A suspensão dianteira é do tipo McPherson, com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal. Por sua vez, a traseira é do tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal. Há dois freios a disco com dois discos ventilados.

O porta-malas tem 562 litros de capacidade, o que é um ótimo espaço para acomodar malas, sendo um dos destaques do modelo em sua categoria. Os bancos traseiros oferecem espaço e conforto suficiente para que dois adultos se acomodem em viagens longas.

ponto de táxi

Chevrolet Spin 

O Chevrolet Spin é a opção perfeita para o amigo taxista que deseja ter muito espaço disponível, com cinco ou sete lugares disponíveis. A versão 2024 deste veículo apresenta um porta-malas com até 710 litros, considerado o maior da categoria. Esse carro apresenta ainda rebatimento do banco traseiro, o que faz o volume chegar a 1.668 litros – espaço que permite transportar uma cadeira de rodas montada.

O Spin conta ainda com motor 1.8 SPE/4 ECO flex, de quatro cilindros, que entrega 111 cavalos de potência. O torque é de 16,8kgfm (gasolina) e 17,7 kgfm (etanol). O veículo conta ainda com câmbio automático (com opção de câmbio manual), de seis velocidades. Sua direção é elétrica progressiva, de modo a garantir mais conforto na condução.

Toyota Corolla 

Já tradicional no mercado brasileiro, o Toyota Corolla é ainda o sonho de consumo de muitos motoristas. Confortável e estável, o veículo é uma opção para famílias e para quem gosta de viagens longas.

Este sedã médio apresenta motor de 2.0 litros Dual VVT-iE, 16 V DOHC flex, cuja potência é de 177 cv (etanol) e 169 cv (gasolina), além de 21,4 kgfm de torque. O modelo zero quilômetro conta ainda com transmissão automática CVT de 10 velocidades.

A segurança do Corolla conta com sete airbags, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e Toyota Safety Sense (TSS) com controle adaptativo de velocidade de cruzeiro. Há ainda: assistente de pré-colisão, sistema de alerta de oscilação, farol alto automático e sistema de alerta de mudança de faixa com controle de direção.

O carro apresenta rodas de liga leve 16″ e retrovisores externos elétricos na cor do veículo, com pisca integrado. O acabamento interno é feito em tecido e couro na cor preta e painel central em Black Piano.

Chevrolet Cobalt 

O Chevrolet Cobalt é uma opção dentre os sedãs compactos disponíveis no mercado brasileiro, com ótimo custo benefício e conforto.

O veículo está disponível com motor 1.8 SPE/4 ECO, com 111 cavalos de potência, aliado à direção elétrica progressiva. O condutor pode escolher entre o câmbio manual e o automático, ambos de seis velocidades.

No que diz respeito ao consumo de combustíveis, o Chevrolet Cobalt faz 13,6 quilômetros a cada litro de gasolina e 9,6 quilômetros a cada litro de etanol ao transitar em estradas.

Já para rodar nas cidades, o veículo faz 10,9 quilômetros por litro de gasolina e 7,5 quilômetros a cada litro de álcool. 

O Cobalt apresenta, como itens de segurança, airbag duplo, alarme anti-furto, travas nas portas traseiras, freios ABS e Distribuição Eletrônica de Frenagem (EBD), faróis de neblina e alerta de pressão nos pneus. 

Renault Logan 

O Renault Logan atende também as expectativas dos motoristas que gostam de espaço interno. O modelo Renault Logan Expression 1.0, 12V Sce flex (2024), oferece motor 1.0, com potência de 82 cv (álcool) e 79 cv (gasolina). O torque deste motor é de 10,5 kgfm (etanol) e 10,2 kgfm (gasolina.

A velocidade máxima é de 164 km/h, de modo que o veículo faz de 0 a 100 km/h e 13 segundos. 

Na cidade, este veículo faz 9,4 quilômetros a cada litro de álcool e 14 quilômetros a cada litro de gasolina. Já na estrada, o Renault Logan consume 10,2 quilômetros por litro de etanol e 14,9 quilômetros por litro de gasolina. 

O câmbio do veículo é manual, de cinco marchas, com tração dianteira e direção eletro-hidráulica. A suspensão dianteira é do tipo McPherson, roda tipo independente e molas helicoidal. Por sua vez, a suspensão traseira é do tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal. Ainda: são dois freios a disco com dois discos ventilados.

O Logan apresenta 2,63 metros de distância entre-eixos, forma a acomodar bem tanto o condutor quanto os outros ocupantes do carro, com bom vão entre pernas e ombros. Este sedã compacto oferece espaço no banco de trás propício para transportar dois adultos e uma criança.

O porta-malas do Renault Logan tem capacidade de 510 litros, espaço onde cabem duas malas grandes, além de outros volumes pequenos. 

Nissan Versa 

O Nissan Versa atende muito bem aos condutores que querem espaço e estilo. Em sua versão de entrada, o modelo 1.6 Sense CVT, apresenta motor 1.6 flex, com potência de 113 cv a 5.600 rpm (no etanol), com toque de 15,3 kgfm a 4.000 rpm (etanol) – ou ainda potência de 110 cv a 5.600 rpm, com gasolina, além de torque de 15,2 kgfm a 400 rpm (gasolina).

Oferece ainda tração dianteira, câmbio de cinco marchas, com transmissão XTRONIC CVT. O sistema de injeção eletrônico com multiponto semi-sequencial.

Apresenta seis airbags de série, chave inteligente presencial (I-Key), sensor de estacionamento traseiro, faróis de neblina, piloto automático, sistema inteligente de partida em rampa (HSA), dentro outros equipamentos.

Volkswagen Polo Sedã

O Volkswagen Polo Sedã é marcado pelo seu bom custo-benefício. O modelo Polo Sedã 1.6, 8V flex (2014) contém motor 1.6, que funciona tanto com álcool quanto com gasolina. Sua potência é de 104 cv (etanol) e de 101 cv (gasolina), com torque de 15,6 kgfm (etanol) e 15,4 kgfm (gasolina).

A velocidade máxima que o Polo Sedã atinge é de 186 km/h e este carro faz de 0 a 100 em 8,1 segundos. Apresenta câmbio é manual de cinco marchas, tração dianteira e direção hidráulica. 

Este carro apresenta bom espaço interno, garantindo conforto para todos os ocupantes. Apresenta boa dirigibilidade e estabilidade, devido ao motor 1.6, juntamente com o câmbio manual de engates curtos e precisos.

Avatar image of Alessandra Comitre
Written by

Alessandra Comitre

Jornalista formada há mais de 15 anos, com 12 anos de experiência em produção e criação de conteúdo, edição de texto, e gestão de pessoas. Atualmente atuo como redatora e produtora de conteúdo SEO freelancer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *