O que é Dut
Categories:

O que é DUT: Importância e utilidade

Você já deve ter escutado alguém falar em DUT, mas você sabe o que é o DUT do veículo? Neste texto, trouxemos algumas informações valiosas para você que quer comprar o seu primeiro carro, vender ou até se inteirar dos novos processos digitais para a documentação (que pode ser digital ou impressa) de acordo com os órgãos de trânsito e ainda, saiba o que fazer em caso da perda do seu CRV. 

Além disso, falaremos sobre outros assuntos relacionados com o DUT, como CRLV, licenciamento, em caso de perda do documento e muito mais. Confira logo abaixo!

O que é o DUT do veículo?

Se você já passou por um processo de compra e venda de veículo já deve ter ouvido perguntarem o que é DUT (Documento Único de Transferência). O DUT é emitido no primeiro emplacamento do carro (ao retirar da concessionária, zero km) – é como se fosse um RG do veículo e que tem a função de apontar todos os registros que ocorrem ao decorrer da vida útil do veículo. 

Dessa forma, o DUT é obrigatório para a compra e venda de um veículo, pois é por meio dele que é possível realizar a transferência do carro entre o antigo proprietário e o comprador; então fique atento: é importante cuidar bem desse documento, pois sem o DUT não é possível realizar a venda do veículo.

Como conseguir o DUT do veículo?

O DUT é emitido ao realizar a primeira compra do veículo, quando o carro ainda é zero km na loja. Esse é o único momento em que o documento será emitido e acompanhará o veículo ao longo de sua vida útil. 

O que é DUT Detran?

DUT Detran é o mesmo que o que é DUT do veículo, ou seja, DUT é um documento emitido pelo Detran que identifica o carro e suas características; possui nele todas as suas informações como cor, placa, renavam e ainda algumas informações do proprietário. O que é DUT de moto: Exerce a mesma função que o DUT do veículo e também é emitido pelo Detran. Em ambos os casos (carro ou moto) é através desse documento que comprovamos o roubo, ou até sinalizamos situações como perda total do veículo/ moto, comprovando a posse pelo dono.

Qual a diferença entre CRV e DUT?

Você já pesquisou por ‘DUT o que é’, um documento emitido pelo Detran que identifica o carro com suas características originais de fábrica e ainda atesta seu proprietário, O CRV ou CRV DUT são siglas diferentes para o mesmo documento. 

A variação de nomes acontece pois a sigla CRV veio para substituir o DUT, após o Detran criar o sistema Renavam, ou seja a sigla CRV é mais atual em relação ao DUT, porém ambas são a mesma coisa.

Ainda, temos os que se referem ao documento como “CRV DUT” que nada mais é que a junção das duas siglas, ou ainda como recibo de compra e venda, termo que também identifica o DUT. 

Como preencher o DUT?

Agora que você já sabe o que é o DUT do veículo e tudo sobre o CRV DUT, vamos te contar como é fácil preencher esse documento que é necessário em caso de venda e transferência do veículo. Nele precisamos encontrar as informações como:

  • RG;
  • CPF (ou CNPJ, em caso de pessoa jurídica) do comprador; 
  • Endereço do comprador; 
  • Cidade onde será feita a entrega do documento.

Ao finalizar, será necessário o reconhecimento de firma com as assinaturas do comprador e do vendedor. No geral, o processo todo pode ser feito online, porém é válido entrar em contato com o Detran do seu estado para verificar a possibilidade e demais informações para a transferência de veículo.

Como emitir o DUT Digital?

Em 24 de dezembro de 2020 entrou em vigor a Resolução n° 809 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que discrimina todos os requisitos necessários para emissão digital dos documentos, dentre eles o Registro de Veículo (CRV).

Com a resolução, o CRV ou DUT, estará vinculado a um documento digital único denominado CRLV-e, onde ficarão disponíveis todas as informações do veículo, como o registro e licenciamento, por exemplo, lembrando que os CRVs impressos continuam válidos, contudo, para veículos novos o CRV não será mais impresso em papel moeda.

É importante lembrar que o DUT digital ou CRV digital tem o mesmo valor que os documentos impressos em papel moeda, portanto, você pode apresentar o documento na versão digital por meio dos aplicativos disponibilizados pelo Governo Federal ou até mesmo numa versão impressa simples, em papel A4.

Para obter o CRV DUT digital, basta acessar o site do governo, criar uma conta em “crie sua conta” caso ainda não possua e baixar o app Carteira Digital de Trânsito na Play Store ou App Store. 

Após esse passo, basta entrar no app usando a conta criada no site do governo e seguir os passos indicados, preenchendo com as informações necessárias.

Ao final do processo você poderá imprimir o documento ou então acessá-lo sempre que desejar através do aplicativo.

Ainda, é possível obter o documento digital por meio do site do Denatran após realizar o cadastro no site e login com uma conta, seguindo os passos direcionados pela plataforma. Pelo site também é possível a impressão do CRV em papel comum.

CRV, DUT e CRLV são a mesma coisa?

De DUT E CRV a gente já falou, mas e o CRLV? Apesar de terem o nome parecido, CRV e CRLV são documentos diferentes: Enquanto o Certificado de Registro do Veículo (CRV) se trata do recibo de compra do carro, que garante que o veículo foi registrado junto aos órgãos de trânsito – com emissão uma única vez –  o Certificado de Registro de Licenciamento (CRLV) é um documento expedido anualmente ao veículo licenciado.

Mas o que é o licenciamento e quando devo fazer?

O licenciamento é realizado uma vez por ano, contudo, o prazo para o licenciamento de cada veículo varia de acordo com o final da placa do carro. 

Por isso, é importante estar atento aos prazos (todo ano) para não perder as datas de pagamento do licenciamento, IPVA e seguro obrigatório. 

O licenciamento significa que o veículo está apto para circular nas ruas, ou seja, o CRLV é expedido todos os anos tendo como função indicar a “liberação para trânsito” do carro e que pode ser renovado ou não a partir da efetivação do licenciamento. Já nos casos de primeiro licenciamento, o CRLV é emitido junto ao registro – ou CRV .

É importante reforçar que os demais só serão expedidos após o pagamento do licenciamento, do IPVA e seguro obrigatório.

É obrigatório portar CRV e CRLV ?

Ao contrário do que muitos pensam, o CRLV é sim obrigatório, enquanto o CRV não tem essa condição.

De acordo com o CTB, em hipótese alguma o CRLV é dispensado, sendo importante ressaltar que caso o documento seja digital e no momento de apresentação do documento o smartphone estiver estiver descarregado, será considerado como se o condutor do veículo não estivesse portando o documento.

Não portar o documento do carro (impresso ou digital) é infração gravíssima e pode custar mais de R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais) além dos 7 pontos na carteira.

O que fazer em caso de perda do DUT?

Como mencionamos, hoje em dia é possível ter todos os documentos numa plataforma digital, o que acaba facilitando na organização e prevenção de perda desses documentos.

Contudo, em caso da perda do documento impresso, é recomendado que antes de qualquer coisa você faça um B.O (Boletim de Ocorrência) em uma delegacia mais próxima ou até mesmo online, esse passo é importante para que você tenha a comprovação de que perdeu o documento.

Em seguida, você precisará realizar a solicitação de uma nova via do CRV DUT junto ao Detran da sua cidade, então não esqueça de levar o B.O com você!

Para obter a segunda via, também será necessário pagar uma taxa ao Detran, cujo valor varia de acordo com o seu Estado. Se achar melhor, é prudente entrar em contato com o órgão na sua região para verificar o valor antecipadamente. 

Além da taxa e do B.O, você precisará portar alguns outros documentos e cópia de todos eles, confira:

  • RG
  • CPF (ou CNPJ em que o veículo estiver registrado)
  • Comprovante de Residência 
  • Formulário para requisição de segunda via (disponível online no site do Detran, caso prefira)

Esperamos que tenha gostado das dicas! Conta pra gente se você já sabia a diferença do DUT, CRV e CRLV aqui nos comentários e se as informações foram úteis para você que está optando pela documentação digital!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *