Kawasaki Ninja ZX-10R, 318 km/h
Categories:

Melhores motos esportivas de baixo custo

Sabe como diferenciar uma moto esportiva? Quer conhecer os melhores modelos de motos esportivas? Ou, quem sabe, está procurando motos esportivas baratas? Vem com a Zapay que a gente conta tudo para você sobre o assunto.

O que caracteriza as motos esportivas? 

A moto esportiva não foi projetada para qualquer tipo de piloto. Esse modelo de veículo não é próprio para iniciantes do motociclismo, pois uma máquina dessas pode ser bem difícil de ser manejada por alguém inexperiente. 

Essas motos são, principalmente, para os amantes de esporte e/ou da velocidade em duas rodas, que buscam ação, e não economizam quando o assunto é adrenalina. 

Com motores de altíssimas cilindradas, possuem melhor desempenho quanto à aceleração, frenagem e capacidade de encarar tranquilamente curvas em alta velocidade, por exemplo.

No início dos anos 1970, as esportivas começaram a ser classificadas em categorias. Nos anos 1990, a modernização dos modelos trouxe melhorias mecânicas e de design, e, atualmente, é possível encontrar diversos tipos de motos esportivas disponíveis no mercado, atendendo aos mais diversos gostos.

As motos esportivas usadas nas ruas são as mesmas utilizadas em corridas?

Sim e não. Os modelos são similares (motos de série), com chassis feitos para motos de rua, mas para as competições é interessante que a moto seja adaptada visando a diminuição de peso e a aerodinâmica.

Como é feita essa otimização? O mais comum é retirar de itens de segurança como retrovisores, setas e carenagens, que são obrigatórios para motocicletas que circulam nas ruas, além de modificações no escapamento e nas pedaleiras, guidom e relógio de marcação de tempo no painel. 

Dica da Zapay: saiba mais sobre corrida de moto. 

Descubra quais são as 5 melhores motos para trabalhar com aplicativo.

Venha conhecer nosso aplicativo!

Com o app da Zapay você vai:

Consultar seu IPVA, licenciamento e Multas;

Parcelar multas, IPVA, tudo em até 12x com as menores taxas do mercado;

Ser avisado quando precisar renovar seus documentos.

APP Zapay

Qual é o preço médio das motos esportivas no Brasil?

 O preço das motos esportivas pode variar muito de modelo para modelo, mas pagando 30 e 40 mil reais o interessado consegue adquirir uma boa moto.

Yamaha YZF R3 

Yamaha YZF R3 

A Yamaha R3 tem dentro de si o espírito racing, que remete a alto desempenho nas pistas. Porém, essa moto também tem a proposta de ser usada no dia a dia, como diz o slogan dela: “A superesportiva de todos os dias”. 

Muito confortável na pilotagem urbana, não só pela posição do guidão, que permite uma ótima ergonomia, mas também pelo encaixe das pernas, o tanque fino permite que elas se acomodem muito bem.

Apesar da aparência de moto grande e pesada, a R3 é leve e fácil de transportar com seus 170 quilos. Isso se deve graças à distribuição do peso da motocicleta.

O sistema do escapamento fica posicionado próximo ao quadro para melhorar a centralização de massa e deixar a moto mais ágil em mudanças de direção.

O chassi também contribui para a leveza da motocicleta. Fabricado com tubos de aço de alta qualidade e resistência, garante uma pilotagem esportiva ágil e com muita estabilidade. O motor bicilíndrico possui 321cc, arrefecimento líquido, 4 válvulas por cilindro e injeção eletrônica. 

A suspensão é aceitável para pilotagem na cidade, mas é bom evitar os buracos. A suspensão dianteira possui tubos internos de 41 mm. 

A suspensão traseira é do tipo monocross e forma um conjunto leve e compacto, que contribui para melhor centralização de massa, transmitindo ao piloto uma sensação agradável durante a aceleração e a desaceleração. 

Com 42cv, a Yamaha R3 é a moto mais potente da categoria e seu tanque de combustível possui capacidade de 14 litros e o consumo na cidade foi de 19,8km/l.

Kawasaki Ninja 400 

Kawasaki Ninja 400 

Uma autêntica sportbike diferenciada. A Ninja 400 oferece a maior cilindrada da categoria, 399 cc, com a sofisticação da potência do motor bicilíndrico.

Potência acessível, ergonomia excelente e desempenho líder na categoria proporcionam uma experiência suave, ideal para novos e experientes pilotos. Com baixo assento, estilo agressivo e faróis em LED fazem da Ninja 400 a escolha ideal para aqueles que procuram entrar no cenário das motocicletas esportivas.

Damos destaque a sua suspensão traseira Uni Trak, o freio de disco dianteiro semi-flutuante e a boa embreagem.

Kawasaki Ninja 650 

Kawasaki Ninja 650 

Revigorada em 2020 para incorporar ainda mais a linhagem das motocicletas esportivas Ninja, a Ninja 650 vem embalada com um motor esportivo de 649 cc, avanços tecnológicos de último nível e estilo sofisticado. 

O desempenho esportivo inconfundível é atendido com uma posição de pilotagem ereta para emocionantes deslocamentos diários. Destaque para seu painel colorido, sua conectividade via Rideology e a ergonomia.

Kawasaki Ninja ZX 6 

Kawasaki Ninja ZX 6 

A nova Ninja ZX-6R tem porte médio e possui um potente motor de quatro cilindros em linha de 636 cc, tecnologia avançada e um chassi com novo design. Ela foi otimizada para estradas e pistas, oferecendo uma emocionante experiência em diversas situações de pilotagem.

Destaque para sua instrumentação de qualidade, a lanterna e faróis em LED e as relações de transmissão mais velozes.

Dica da Zapay: conheça os carros elétricos mais econômicos do Brasil. 

Suzuki GSX 1300 

Suzuki GSX 1300 

Essa é uma moto premium, com muita tecnologia de ponta. Equipada com um seletor de modo de energia, com 3 tipos de pilotagem do motor, onde pode ser controlado o fornecimento de potência. 

A moto também conta com 3 modos de pilotagem. Com um modo esportivo para obter o potencial máximo da moto, um modo mais suave, para passeios diários e um modo com maior aderência para dias chuvosos ou pistas escorregadias. 

O sistema anti-levantamento faz com que ela fique totalmente firme no chão, sem perigo de empinar, mesmo com uma acelerada mais brusca.

Ela também possui um sistema de mudança rápida bidirecional, contém também um sistema de controle de freio do motor, ele serve para que a moto tenha uma frenagem mais suave e controlada, evitando que a roda derrape ou salte.

O seu sistema de tração monitora sempre o ângulo de inclinação da moto, evitando que a moto derrape em uma curva. Isso traz maior segurança durante as pilotagens, com 10 opções de tração e a

Kawasaki Ninja ZX 10R

Kawasaki Ninja ZX-10R, 318 km/h
Kawasaki Ninja ZX-10R, 318 km/h

A Ninja ZX-10R 2022 reforça como a Kawasaki faz belíssimas motocicletas. A adição do novo esquema de pintura preto metálico Diablo nos impressionou nas fotos e mal podemos esperar para vê-la desfilando pelas ruas brasileiras. 

A Kawasaki Ninja ZX-10R 2022 mantém o design do modelo anterior, apresentando a mesma carenagem redesenhada da versão 2021 com ênfase na aerodinâmica e downforce. Ele também apresenta o logotipo River Mark do modelo de saída. 

Assim como o design, o trem de força da Kawasaki Ninja ZX-10R 2022 também permanece inalterado, com um motor refrigerado a líquido de 998 cc produzindo 200,2 cv a 13.200 rpm e 114,9 Nm de torque a 11.400 rpm. A potência é aumentada em 10 cv para 210,2 cv com assistência RAM Air. A nova Ninja ZX-10R recebe um sistema de escape atualizado.

Enquanto o quadro de alumínio da nova Ninja ZX-10R permanece o mesmo, a Kawasaki diz que as posições do guidão e do pedal mudaram ligeiramente. 

Em termos de suspensão, a Ninja 2022 apresenta um garfo balanceado Showa de 43 mm na frente com 120 mm de curso da roda e um monoamortecedor horizontal.

No assunto freios, a nova Ninja ZX-10R 2022 possui pinças monobloco Brembo M50 de quatro pistões montadas radialmente em discos semi-flutuantes de 330 mm na frente. Enquanto isso, a parte traseira possui uma pinça deslizante de pino de furo único montada em um disco de 220 mm. A ZX-10R tem uma tara de 207 quilos.

Suzuki GSXR 1000 

Suzuki GSXR 1000 

O auge da linha GSX-R de motocicletas de alto desempenho, o versátil motor 2022 GSX-R1000R oferece potência líder de classe que é fornecida de forma suave e controlável em uma ampla faixa de rotação. 

A GSX-R1000 possui chassi compacto e oferece manuseio ágil, trazendo um ótimo controle de suspensão e controle de frenagem. O modelo conta com auxílios eletrônicos avançados para o piloto, como controle de tração, controle de lançamento e troca rápida de duas vias, aprimoram a experiência de pilotagem, pois a carroceria GSX-R 1000 2022 aerodinâmica corta o vento. 

Equipada com os componentes de suspensão BFF e Brfc-Lite da Showa, a GSX-R 1000 2022 cria uma combinação inigualável de confiabilidade e desempenho para dominar qualquer track day.  

BMW S1000 RR 

BMW S1000 RR 

A S 1000 RR provocou uma revolução na categoria das superesportivas no seu lançamento em 2009. Desde então, a moto continua em evolução, lapidando ainda mais seu projeto testado e aprovado por pilotos do mundo todo. 

Com 207 cv e torque de 113 Nm à 11.000rpm, a S 1000 RR continua arrasadora e traz o que há de mais moderno em termos de tecnologia embarcada. 

Honda CBR 1000RR-R 

Honda CBR 1000RR-R 

A moto que possui uma aerodinâmica e ergonomia única de uma superesportiva. A nova carenagem da CBR 1000 RR-R 2023 apresenta laterais novas, com uma entrada de ar frontal e fortes vincos aerodinâmicos que criam a possibilidade do piloto se posicionar de modo mais agressivo em cima da moto. 

Passando por inúmeros testes, foi comprovado que todo o conjunto da moto trabalha eficientemente contra a resistência do ar, evitando a perda de aderência da dianteira durante bruscas acelerações. 

A abertura de ar frontal do modelo é igual a oito vezes campeã do MotoGP Honda RC213V, esse visual estabiliza a pressão do pistão interno e faz com que o ar seja facilmente cortado através de um duto eficiente que possibilita toda a passagem de ar.

Ducati Panigale V4

Ducati Panigale V4

Tanto para amadores como para profissionais, a Panigale V4 S aumenta ainda mais o desempenho e eleva a corrida para outro patamar. Uma série de aprimoramentos facilita a condução, tornando-a mais fácil de pilotar e menos cansativa, ao mesmo tempo mantendo o DNA esportivo.

O Aero Pack fornece proteção aprimorada ao fluxo de ar e melhora a estabilidade geral da motocicleta, aumentando a confiança. Já o quadro dianteiro modifica a rigidez para proporcionar uma melhor sensação do front-end em ângulos de inclinação extremos.

Os engenheiros da Ducati e Ducati Corse analisaram os números de feedback e dados dos clientes de todo o mundo e dos eventos do Campeonato Mundial de Superbike. 

Uma série de alterações aerodinâmicas, de chassi, de controle eletrônico e de mapeamento Ride by Wire: projetadas para aumentar a estabilidade e a velocidade de rotação, alterando e facilitando o fechamento de curvas, garantindo aos pilotos um controle do acelerador mais confiante.

A versão S vem com controle eletrônico baseado em eventos da Öhlins; isso usa o sistema Öhlins Smart EC (controle eletrônico) de segunda geração que explora todo o potencial do IMU 6D.

Curtiu o conteúdo e quer ficar sempre atualizado? Acompanhe nosso blog e as redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *