Categories:

O que é a placa do Mercosul e quando é necessário fazer a troca

O Mercado Comum do Sul, popularmente conhecido como Mercosul, é uma organização intergovernamental fundada pelo Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, no início da década de 90. O objetivo era fortalecer as relações econômicas entre esses países, além de terem um peso maior nas negociações entre continentes. 

Pensando em facilitar ainda mais o processo de interação entre esses países sul-americanos, seus respectivos departamentos de trânsito, junto à organização, iniciaram o debate para a padronização das placas de veículos. Uma vez que essas relações visam também melhores relações de comércio, a entrada e saída no controle de fronteiras seria otimizado. 

No Brasil, essa discussão acontece desde 2014, mas apenas em 2020 as placas passaram a ser obrigatórias em todo território nacional. 

Quem pode solicitar a Placa Mercosul?

O Padrão Mercosul é obrigatório para o primeiro emplacamento. Ou seja, a compra de um carro zero km implica na instalação do novo padrão. Além disso, trocas de categoria – quando seu veículo é particular e você decide trocar a documentação para transporte – e em casos onde a placa é danificada ou furtada.

Agora, e se você quiser trocar sua placa, mesmo que no seu caso não seja obrigatório? Sem problemas. Qualquer um pode fazer a solicitação e aderir ao novo modelo. Para isso, basta consultar o Detran do seu estado e, então, fazer a solicitação.

Ainda sobre a ida ao Detran para solicitar o novo modelo, pode valer também uma consulta sobre sua situação em relação a infrações que possam estar vinculadas ao seu veículo. Essa consulta é gratuita e também pode ser feita através do site da Zapay. Estar atento a isso pode lhe evitar problemas futuros.

Quais são as documentações exigidas?

Para a solicitar o Padrão Mercosul, você vai precisar da seguinte documentação:

– Documento de identificação com foto (original e cópia)

– CPF (original e cópia)

– Primeira via da nota fiscal 

– Decalque do Chassi anexado à nota fiscal. Quem realiza esse procedimento é própria concessionária ou despachantes, além dos postos de atendimento e vistoria do Detran

– Comprovante de endereço

Qual é o preço para solicitar a placa?

Assim como a maior parte dos assuntos que envolvem valores para regularização do seu veículo, a definição varia de acordo com as determinações de cada estado. 

Para se ter uma ideia, no estado de São Paulo o valor para veículos de passeio é de R$ 138,00, enquanto para motos o preço é R$ 114,00. No Pará o valor é mais alto, R$ 240,00 para carros particulares.

Portanto, se você pretende realizar a troca, o ideal é consultar o Detran do seu estado. Além de consultar o valor, pode aproveitar para saber sobre empresas credenciadas na sua região.

Quais são os passos para solicitar a placa Mercosul?

No passado, o processo de emissão do Certificado de Registro do Veículo (CRV) era de responsabilidade do Detran. Após a autorização do órgão e emissão do registro, o proprietário ou procurador do veículo poderia comparecer ao local designado, onde os dados de emissão seriam conferidos e a placa instalada.

Com a nova padronização, ainda que os Detrans sejam independentes – embora todos sigam o mesmo código de trânsito – a emissão do CRV fica a cargo do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), que por sua vez informa ao Detran que a placa pode ser confeccionada.

Uma vez liberado, o proprietário pode escolher entre as empresas cadastradas, apresentar a documentação e solicitar a confecção do novo modelo.

Onde comprar a placa Mercosul?

A comercialização do novo padrão é realizada diretamente pelas estampadoras. No entanto, cabe ao Detran do estado onde seu veículo é registrado, lhe informar quais são as empresas credenciadas a fazer a produção e venda.

Nem todas as empresas fornecedoras do modelo anterior, continuam no processo para o Padrão Mercosul, por isso vale consultar o órgão. 

Como é o modelo da placa Mercosul?

Além das alterações no design, algumas outras mudanças foram aplicadas, principalmente em relação ao significado dos números e letras com os quais você já está acostumado.

• Agora o padrão tem 3 letras e 1 número, seguido de outra letra e dois números. Isso aumenta a quantidade de combinações possíveis. Segundo informações do Departamento Nacional de Trânsito, as combinações ultrapassam 450 milhões de possibilidades;

• Nas placas anteriores, conhecidas como Placas de Identificação Veicular (PIV), os fundos mudavam de cor de acordo com a utilidade do veículo. Agora, serão as letras e números que terão as cores alteradas. Preto para veículos particulares, vermelho para comerciais e prata para colecionadores;

•          Não teremos mais a identificação de estado e cidade das placas anteriores. Agora todas tem apenas a identificação do país;

• Aplicação do QR Code, que facilitará a identificação do veículo. 

Qual é a utilidade do QR Code da placa Mercosul?

O QR Code é um código de leitura para câmeras de celular e alguns outros aparelhos, que tem a principal finalidade de lhe passar mais informações sobre aquilo que está sendo apresentado.

No caso da Placa Padrão Mercosul, a utilização do QR Code é uma das principais novidades. Ele será utilizado para que as autoridades e órgãos oficiais de controle possam rastrear o veículo. A funcionalidade serve tanto para controle de irregularidades, mas também para furtos e roubos. Encontrar um carro roubado, por exemplo, será muito mais rápido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *