O que é freio motor?
Categories:

O que é freio motor do carro e como utilizá-lo?

Saiba como funciona o freio motor e as formas corretas de uso em veículos com câmbio manual e automático

Saber utilizar as tecnologias dos carros e empregar as técnicas corretas de condução podem ajudar o motorista a dirigir de forma mais segura e com menor custo de manutenção. Neste artigo, vamos explicar o que é o freio motor e como utilizá-lo adequadamente em veículos com câmbio manual ou transmissão automática.

O sistema de freio principal do veículo – composto por itens como discos, pastilhas, tambores, lonas, servo freio, fluido de freio e cilindro-mestre – é responsável por aumentar o atrito dos pneus com o solo e reduzir a velocidade do veículo. Porém, outros sistemas auxiliares podem ajudar o motorista a atingir esse objetivo, como o sistema de freio regenerativo (dos veículos híbridos e elétricos), o freio aerodinâmico (utilizado em esportivos e veículos de luxo) e o freio motor, entre outros.

Em resumo, o freio motor é o recurso que utiliza a resistência e o atrito interno do motor e transmissão para auxiliar na redução de velocidade do veículo em declives. Na prática, isso acontece quando é feita a redução de marcha para trafegar em descidas longas e íngremes. Nestes casos, o motorista deve utilizar a marcha correspondente que seria utilizada ao encarar uma ladeira na direção oposta. 

O que é freio motor conta-giros

Para exemplificar, se em uma descida de serra o motorista optar pela quinta ou sexta marcha, terá que utilizar com frequência o pedal do freio para que a velocidade do carro não aumente de forma descontrolada e ultrapasse o limite da vida – o que pode gerar multas por excesso de velocidade, além de aumentar desnecessariamente o desgaste dos itens de atrito do sistema de freio (como pastilhas, discos e lonas).

Essa condição pode ser atenuada com o uso do freio motor, onde a utilização de uma marcha mais reduzida (a quarta ou terceira, por exemplo) aumenta a rotação do motor e provoca a natural desaceleração do veículo. Desta forma, é possível utilizar muito menos o pedal do freio para manter a velocidade constante. Isso ajuda a evitar a perda de eficiência de frenagem por superaquecimento (um efeito conhecido como “fading”) e, de quebra, estende a vida útil de discos e pastilhas. Com isso, os gastos com manutenção podem ficar menores.

Assim como é importante observar para o uso do freio motor em declives, outra dica essencial é que o veículo nunca deve ser conduzido com o câmbio na posição N (o famoso “ponto morto” ou “banguela”). Quando isso acontece, o câmbio é desacoplado da transmissão e o efeito do freio motor é anulado, o que traz riscos à segurança. 

Além disso, é mito o conceito de que há maior economia de combustível utilizar o “ponto morto” em descidas. Nos carros com injeção eletrônica, o veículo é capaz de cortar a injeção de combustível quando tem uma marcha engatada em descidas, o que não ocorre ao mudar a posição do câmbio para N. Por isso, jamais utilize a “banguela”!

Exceção à essa regra são os carros equipados com sistema de roda-livre (ou coasting), onde automaticamente o veículo desacopla o câmbio do motor (sem interferência do motorista) em situações específicas e por curto período para economizar combustível.

freio motor alavanca de câmbio manual

Como utilizar freio motor em carros com câmbio manual?

Nos veículos com câmbio manual, a utilização do freio motor é possível com a redução de marcha compatível com a velocidade do carro no declive. Utilize normalmente o pedal de embreagem e faça a redução de marcha para que o efeito de desaceleração provocado pelo freio motor seja aplicado. Caso a rotação do motor já esteja alta (acima de 5.000 rpm ou próximo à faixa vermelha do conta-giros), não realize nova redução para não causar danos ao motor. 

Como utilizar freio motor em carros com câmbio automático?

Os veículos equipados com câmbio automático, caixa automatizada de dupla embreagem ou transmissão continuamente variável (CVT) trazem diferentes formas de utilização do freio motor e de redução de marcha. Aqui, vamos explicar os principais modos de uso, que podem ou não estar disponíveis no seu veículo – na dúvida, sempre consulte o manual do proprietário. 

freio motor alavanca de câmbio automático

Nos modelos equipados com câmbios de trocas sequenciais, é possível reduzir as marchas e aplicar o freio motor utilizando as borboletas no volante ou por meio da própria alavanca de câmbio, na posição M (manual) ou mesmo em D (Drive). Para isso, procure pelo símbolo de “-” (menos), que indica redução de marcha. 

Já nos carros sem opção de trocas manuais de marcha, geralmente há opção de selecionar a marcha limite (trilho com sequência D3, D2, D1 nos automáticos de 4 marchas), utilizar as posições Low (marcha reduzida) ou S (Sport). Em todas elas, a rotação do motor será elevada e o efeito de freio motor ficará mais presente em declives.

Gostou de saber como funciona e como utilizar o freio motor do carro? Saiba que aqui no Blog da Zapay você encontra diversos artigos sobre manutenção automotiva, lançamentos, legislação de trânsito, multas, IPVA e muito mais. E caso você precise consultar débitos de veículo, conte com a Zapay para realizar o pagamento facilitado em até 12x! É fácil, rápido e seguro.

Imagens: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *