mulher com seu primeiro carro
Categories:

Como planejar financeiramente a compra do seu primeiro carro

Organizar sua vida financeira pode ser crucial para você conseguir comprar o seu tão sonhado primeiro carro.

E como sabemos, ter um carro é um sonho de muitos brasileiros. A pesquisa da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) em 2018,  confirma isso. Os carros são objeto de desejo, principalmente, entre as gerações mais novas. 

Por isso trazemos algumas dicas importantes para que você organize suas finanças e consiga realizar esse sonho o quanto antes e com segurança, para não acabar se endividando mais do que consegue pagar e correr o risco de até perder o carro. Confira!

Tenha controle sob seus gastos

Primeiro é importante ter em mente que o carro em si não é o único custo que você terá. Manter um carro custa e não é pouco, então tenha a ciência de que além do custo do carro, seja ele comprado à vista ou financiado, você terá que desembolsar uma certa quantia mensal para manter esse carro.

Aqui uma lista de possíveis gastos que você deve considerar para saber se você já está preparado financeiramente para ter um carro: 

 • Combustível – quanto você vai usar esse carro? Você pode estudar quanto o modelo do carro que você está buscando  gasta de gasolina a cada quilômetro e estimar o quanto você vai andar com o carro por mês pra poder ter uma ideia de quanto vai gastar com combustível todo mês.  

   • IPVA – O IPVA é o imposto que você paga todo ano para licenciar seu carro. O valor é definido pelo estado em seu veículo está licenciado, mas no geral costuma ser de 1% a 6% do valor venal (de acordo com a Tabela Fipe) do automóvel.  Então procure saber qual é a porcentagem cobrada em seu estado e quanto vale o seu carro na Tabela Fipe pra ter uma ideia de quanto você vai gastar com o IPVA todo ano. Inclusive na hora da compra do seu carro.

 • Seguro – Também é recomendado você fazer uma pesquisa com seguradoras de carros para saber quanto custa o seguro para o modelo de carro que você está de olho, levando em consideração sua idade, entre outros fatores, que influenciam no valor do seguro. 

   • Manutenção: você acabou de comprar um carro, gastou bastante dinheiro e pretende usar esse carro por um bom tempo, certo? Se você não cuidar do veículo, realizar as manutenções necessárias, é possível que você fique à pé antes do esperado e tenha um belo prejuízo com consertos que poderiam ser evitados com uma boa manutenção anual (ou de acordo com a quilometragem do carro). Se informe sobre as revisões e pesquise qual o valor das revisões previstas pelo manual do carro que você está de olho. Além das revisões é importante manter o carro limpo, por isso também faça uma estimativa de quanto vai gastar com lavagem. 

  • Pneus não são baratos, então se seu novo carro for usado, avalie quando será a troca de pneus para colocar no orçamento também. A troca de pneus novos costumam demorar cerca de 10 anos, claro que dependendo do pneu e de quanto você usa o carro. 

     • Garagem: É importante que você tenha uma garagem para guardar o veículo, se não tiver talvez tenha que  gastar com o aluguel mensal de uma, vale fazer a pesquisa se for o caso. Lembre-se que com o carro você também terá um custo adicional com estacionamento, vale entender como você usará o carro e seus planos para conseguir colocar todos esses gastos na ponta do lápis. 

Vale lembrar também que tirou o carro da concessionária ele perde valor e ao passar dos anos a desvalorização do seu carro pode chegar a até 15% do valor total ao ano, dependendo do modelo que você comprar. Por isso, vale dar uma olhada nos valores de revenda do seu carro pra tentar ter uma ideia de quanto o seu carro pode desvalorizar durante o período que pretende ficar com ele. 

Há algumas estimativas de que  o custo anual para manter um carro pode ser algo em torno de até 30% do valor do veículo, ou seja, comprar um carro acaba impactando bastante na sua vida financeira. 

Quais são as suas necessidades?

Antes de comprar seu primeiro carro é importante entender suas necessidades, só assim você realmente vai conseguir entender também os possíveis custos que terá com o carro e saberá escolher o melhor modelo de carro pra você. As perguntas que você deve se fazer são:

  • É compatível com a minha realidade? Por exemplo, você tem filhos ou planeja ter em poucos anos você precisa procurar por modelos de carro que tenham espaço, maior conforto e segurança para a família.  
  • Com qual frequência vou usar o carro? Se você sabe que vai usar o carro diariamente, percorrer grandes distâncias, o ideal é optar pelo modelo mais econômico, pois o combustível pesa muito no bolso. 
  • Tenho planos de viajar? Bom, se você quer viajar, além de optar por um carro econômico, vale pensar no porta-malas para sua bagagem, ainda mais se já tiver uma família.  Por outro lado, se você sabe que irá circular apenas pela cidade um carro menor talvez seja melhor para facilitar encontrar vaga para estacionar, por exemplo.  

Cada pessoa tem uma necessidade diferente, por isso é importante você listar o que faz sentido para as suas necessidades na hora de decidir e se planejar para comprar seu carro. 

Esse é o melhor momento para comprar o primeiro carro?

Depois de conhecer todos os gastos e saber se faz sentido pra você comprar seu primeiro carro, você precisar analisar se você está no momento certo ou se há outra prioridade na sua vida nesse momento, por exemplo se ainda está pagando a faculdade ou vai se casar, para saber se realmente esse veículo vai caber no seu orçamento pensando nos próximos meses e compromissos financeiros que você já tem ou é prioridade ter antes do automóvel.

E claro, caso você não possa comprar um carro agora, não significa que você não deva se planejar para isso, pelo contrário. É importante desde já começar a se planejar para economizar e futuramente conseguir comprar seu primeiro carro. 

De olho no orçamento

Depois de escolher o melhor veículo para suas necessidades, entender todas as despesas que terá com o veículo, você precisa estudar seu orçamento pra entender o valor que tem disponível para compra. Geralmente é recomendado que o valor da parcela, caso você financie o carro, seja, no máximo, um terço da sua renda.

Porém, como esse valor é alto, a dica aqui é fazer simulações de diferentes formas de pagamento, para tentar reduzir as taxas de juros e pagar com mais tranquilidade.

Qual a melhor forma de pagar seu primeiro carro?

Já fez as contas, não tem outras prioridades na frente, tem certeza que agora é a hora de você comprar seu primeiro carro, mas fica a dúvida, qual é a melhor forma de pagar? 

Claro que à vista é a melhor opção pra quem tem o dinheiro para conseguir um valor total melhor, porém se você precisa “parcelar” o valor há três alternativas disponíveis no mercado o financiamento comum por meio de um banco ou concessionária, o leasing que é como se o banco comprasse o veículo e te alugasse ele e o consórcio que pode ser mais vantajoso financeiramente dentre essas três opções mas demora mais pra você ter o carro em mãos. Neste blog post explicamos em detalhes cada uma dessas opções. Vale conferir também!

Não esqueça de cotar os preços

Aposte na pesquisa. Como falamos desde o início do texto, planejar financeiramente a compra do seu primeiro carro envolve muita pesquisa. Não se deixe levar pelo impulso do momento de realizar logo o sonho de comprar o primeiro carro.

Pesquise, cote os preços, estude o mercado para fazer sua compra com segurança e a certeza de que está fazendo um bom negócio para você e seu bolso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *