sinais de transito e significados
Categories:

Sinais de Trânsito que todo motorista deveria conhecer

Sem dúvidas, você já deve ter visto os sinais de trânsito brasileiro, não é mesmo? Afinal, se você possui uma CNH (Carteira Nacional de Motorista), então foi por realizar os procedimentos para estar habilitado a dirigir.

No entanto, apesar de todo motorista estudar um pouco sobre os sinais de trânsito e seus significados, com o passar do tempo, nós podemos acabar esquecendo esses sinais. Por isso, neste artigo, nós da Zapay vamos relembrá-los para vocês. Veja quais são, a seguir!

O que são sinais de trânsito?

Todo motorista que já realizou as etapas para ter a carteira de habilitação e estudou os sinais de trânsito deveria saber o que são as sinalizações utilizadas nas ruas e estradas brasileiras.

Com certeza, você aprendeu sobre esses sinais na hora de tirar a carteira ou de fazer a renovação CNH, mas se você não lembra o que são sinais de trânsito, não tem problema! Fique tranquilo porque vamos mostrar para você, neste artigo. 

Queremos ajudar os condutores a percorrerem suas viagens de veículos automotores sem ter problemas com os sinais de trânsito. 

A sinalização de trânsito nada mais é do que uma composição de placas que possuem o objetivo de organizar a circulação de veículos, pedestres, motociclistas, ciclistas, entre outros que transitam nas ruas, avenidas e rodovias brasileiras.

Essas placas contém informações sobre como todos devem se comportar nas ruas e rodovias para não causar acidentes, promover a segurança de todos, além de evitar multas que causam prejuízos financeiros para os motoristas. 

Qual a importância dos sinais de trânsito?

Você sabe a importância dos sinais de trânsito e significados que eles possuem? Esses símbolos possuem um papel muito relevante na circulação de veículos e pessoas. Entenda melhor sua importância, a seguir: 

Consultar multas

Um dos motivos da relevância dos sinais de trânsito são as punições que os motoristas podem receber se respeitarem as placas de sinalização. 

Dessa forma, se um condutor não prestar atenção no sinal no trânsito ou não seguir as instruções, pode receber multas leves, médias, graves ou gravíssimas.

Essa classificação possui valores e pontos na carteira que variam de acordo com a gravidade.

Organizar a circulação de veículos

Os sinais nos guiam a seguir a maneira correta e segura para evitar qualquer tipo de problema em nossas vidas ou de qualquer outro ser que encontrarmos nas vias e estradas do Brasil.

Sendo assim, a organização da circulação de veículos com motoristas e passageiros se torna mais fácil e segura. 

Ajudar no tráfego de pedestres

O conjunto de sinais de trânsito e dispositivos de segurança colocados nas vias públicas garantem mais segurança para os pedestres, já que os motoristas são avisados quando há passagem de pedestre ou movimentos mais intensos de pessoas em algumas áreas das rodovias.

Sem dúvida, os sinais de trânsito dão mais fluidez no trânsito e aumentam a segurança dos pedestres e veículos que nela circulam.

Podem ser entendidas no mundo todo

As placas de trânsito são universais, ou seja, podem ser entendidas em qualquer lugar do mundo por qualquer idioma. Sendo assim, todo indivíduo consegue entender esses sinais de fácil compreensão, mesmo em outro país. 

Regulamentar a velocidade em vias

Um dos fatores que mostram a importância das sinalizações de trânsito são os avisos próximo de escolas e demais locais de acesso público.

Assim, os motoristas conseguem saber quando precisam diminuir a velocidade em determinadas posições das vias e ruas.

Evitar acidentes

Apesar de os números de acidentes de trânsito serem altos em diversas cidades, sem essas placas, o cenário poderia ser mais devastador. Isso porque os sinais de trânsito possuem uma importância muito grande em conscientizar os motoristas e pedestres, evitando acidentes. 

Tipos de sinais de trânsito

Se você não sabe ou não lembra quais são os tipos de sinais de trânsito, então está no lugar certo. Nós selecionamos todas as sinalizações que um motorista consciente no trânsito deve saber.  O artigo 90, §1 do Código de Trânsito Brasileiro determina que a sinalização de trânsito deve ser realizada pelos órgãos ou entidades com responsabilidade sobre a via, portanto, deve responder pela falta, insuficiência ou incorreta colocação dos sinais. São tipos de sinais de trânsito: 

Sinais verticais

 Os sinais verticais são meios de comunicação que estão posicionados verticalmente, geralmente, são placas fixadas ao lado ou suspenso sobre a pista.  As suas mensagens transmitem informações de caráter permanente e, eventualmente, variáveis, por meio de legendas e/ou símbolos pré-reconhecidos e legalmente instituídos. A classificação desses sinais verticais são: Sinalização de Regulamentação, Sinalização de Advertência e Sinalização de Indicação. Entenda melhor, a seguir: 
  • Sinalização de Regulamentação: seu objetivo é informar os motoristas sobre as condições, proibições, obrigações ou restrições no uso das vias. São mensagens imperativas que podem causar infração se houver desrespeito pelos cidadãos.
  • Sinalização de Advertência: possui o foco em advertir os condutores sobre as possíveis situações com potencial de risco nas pistas e nas proximidades. Seu formato padrão é quadrado com uma diagonal na horizontal e outra na vertical, exceto em três placas: aquelas que indicam sentido único e sentido duplo, além da placa “Cruz de Santo André” — essas possuem o formato retangular.
  • Sinalização de Indicação: passam informações sobre as direções, localizações, pontos de interesse turístico ou de serviços que transmitem mensagens educativas aos motoristas. Existem 4 combinações de cores: preto e branco; marrom e branco; azul com branco e verde com branco.

Sinais horizontais

A sinalização horizontal possui o propósito de organizar o fluxo dos veículos e pedestres em cada determinado espaço e em certos momentos.  Podemos lembrar dos sinais horizontais que informam sobre obras nas pistas e, portanto, necessitam de deslocamentos imprevistos dos condutores e pedestres. Esse tipo de sinal possui determinadas cores, são elas: 
    • Amarela: regulação de fluxos de sentidos opostos, delimitação de espaços proibidos e marcação de obstáculos.
    • Vermelha: ciclovias, símbolos de hospitais e farmácias.
  • Branca: regulação de fluxo de mesmo sentido, delimitação de espaço especiais de trechos de vias, faixa de pedestres, símbolos e legendas.
  • Azul: símbolo de pessoas portadoras de deficiência física em área de estacionamento ou de parada para embarque e desembarque.
  • Preta: cor usada para fornecer contraste entre o pavimento e a pintura.

Sinais semafóricos

Os sinais semafóricos englobam dois tipos de semáforos, o primeiro é o mais conhecido, possui 3 cores e tem a função de controlar os deslocamentos alternando o direito de passagem de veículos e pedestres. Já o segundo tipo do sinal semafórico é de advertência, que são sinais luminosos que avisam a existência de obstáculos nas vias.

O que significam as cores do semáforo?

As cores dos semáforos de trânsito possuem significados que todo motorista e pedestre deve decorar para poder transitar tranquilamente pelas vias.  Confira a informação de cada cor para o controle de pedestres:
  • Vermelha: indica que os pedestres não devem atravessar a via;
  • Vermelha Intermitente: alerta que a fase durante a qual os pedestres podem atravessar está quase terminando. Isso quer dizer que os pedestres não podem começar a cruzar a via e aqueles que tenham iniciado a travessia na fase verde devem se deslocar o mais rápido possível para o local seguro mais próximo.
  • Verde: significa que os pedestres podem atravessar a rua.
Saiba o que cada cor do semáforo significa para ter o controle de veículos:
  • Vermelha: o condutor deve parar o veículo obrigatoriamente.
  • Amarela: significa ‘atenção’, ou seja, o motorista deve diminuir a velocidade para parar o veículo, salvo se essa parada resultar em situação de perigo.
  • Verde: o condutor está permitido a prosseguir com o automóvel, seguindo as normas gerais de circulação e conduta.

Sinais de obras

Os sinais de obras possuem características de sinais e elementos da sinalização vertical, horizontal, semafórica, de dispositivos e sinalizações auxiliares. Essas placas possuem a cor laranja e preto, além de conter símbolos e textos. O objetivo principal dessas placas é a identificação do caráter temporário da obra em determinada via e a indicação de  uma nova rota, com a finalidade de fazer o trânsito fluir sem grandes problemas.

Sinais sonoros

Os sinais sonoros são feitos com apitos pelos agentes de trânsito e devem ser utilizados em conjunto com gestos.  Dessa forma, o agente deve apitar e utilizar um gesto padrão que informa o que o condutor deve fazer, como parar o veículo, seguir em outra via, entre outras ações.  Os sinais sonoros emitem sons também com significados diferentes para os motoristas, veja:
  • Um único apito breve: seguir em frente;
  • Dos apitos breves: deve parar o veículo;
  • Um apito longo: reduzir a velocidade.

Dispositivos auxiliares

Os dispositivos auxiliares são recursos físicos que possuem diversos formatos, tamanhos e cores que são utilizados nas vias para informar sobre o fluxo do trânsito. São exemplos de dispositivos auxiliares de sinalização de trânsito: cones, cilindros, balizadores móveis, cavaletes desmontáveis, fitas zebradas, barreiras móveis, barreiras plásticas, tapumes, bandeiras e faixas. Esses dispositivos são auxiliares das placas de trânsito, já que sozinhos não possuem competência legal para regulamentar a circulação dos veículos.

Placas de sinalização de trânsito mais comuns no Brasil

Se você está curioso para saber quais são as placas de trânsito mais comuns no Brasil, então iremos acabar com a sua curiosidade, logo abaixo. Veja quais são:

    • Placas de Regulamentação: seguem uma regulamentação imposta pelo Código de Trânsito Brasileiro, portanto, é obrigatório que os motoristas as obedeçam, podendo receber multas e penalidades ao não cumprirem a sinalização.
    • Parada obrigatória: uma das placas mais simbólicas de todas as sinalizações de trânsito, que significa que o condutor deve parar por algum motivo específico, como locais de maior risco de acidentes, cruzamentos sem semáforos, entre outros.
    • Dê a preferência: esse sinal informa qual fluxo possui prioridade no trânsito. Ele pode ser desenhado no chão ou ficar preso em postes, nas agulhas de acesso de rodovias e ruas, em rotatórias ou esquinas.
    • Proibido dobrar: sua informação é indicar que determinada direção não pode ser realizada por veículos.
    • Proibido estacionar: possui a função de impedir que os veículos parem em locais proibidos, como na lateral de ruas, calçadas, entre outros. 
  • Proibido ultrapassar: essa placa de trânsito serve para evitar ultrapassagens de veículos em ruas de grande movimentação em centros urbanos.

Para que servem as placas de advertência?

As placas de advertência no trânsito alertam aos cidadãos sobre as condições potencialmente perigosas e obstáculos, além de restrições existentes na via ou estão próximas a ela.

Elas são usadas em situações que precisam de muito cuidado e atenção dos motoristas, como curvas acentuadas, riscos de desmoronamento, travessias de pedestres, zona escolar, entre outros.

Qual a cor das placas de advertência?

Você lembra qual é a cor das placas de advertência de trânsito no Brasil? Essas placas de advertência, também chamadas de placas de alerta são sinalizações verticais, são representadas na cor amarela. 

Esse tipo de sinalização deseja chamar a atenção dos pedestres e condutores sobre condições perigosas nas vias.

Sinais de Advertência: Rua sem saída

A placa ‘Rua sem saída’ é um dos Sinais de Advertência que avisa o motorista sobre a existência da via sem continuidade.

Essa placa é utilizada logo na entrada de vias sem interligação com outras, solicitando que os veículos que nela entrem devem fazer manobras para retornar à via de origem.

Sinais de Advertência: Faixa de pedestres

A placa que avisa a passagem de pedestres (A-32b) adverte os condutores dos veículos sobre a existência de um local sinalizado com faixa de travessia de pedestres desenhado na vida, logo adiante.

Ela é muito utilizada em lugares que permitem a passagem de pedestres próximos às escolas para aumentar a segurança nesses trajetos.

O que significa a placa Pare?

Apesar de todos os motoristas pensarem na placa Pare na cor vermelha, é importante saber que também existe uma placa Pare na cor amarela.

A placa Pare na cor vermelha e no formato octogonal indica uma regulamentação do CTB que deve ser seguida pelo condutor, obrigando-o a parar o veículo antes de entrar na via.

Já a placa Pare na cor amarela significa que logo haverá uma parada obrigatória à frente, uma forma de alertar o motorista da existência de uma parada obrigatória.

Sinais de trânsito mais importantes para motoristas

Todos os sinais de trânsito são importantes para os condutores e pedestres, mas alguns precisam ser decorados porque são os mais utilizados no dia a dia. Veja quais são: 

    • Placa de regulamentação: parada obrigatória;
    • Placa de advertência: curva acentuada;
    • Placa de indicação: identificar vias e locais de interesse;
    • Placas educativas: use o cinto de segurança;
    • Placas de sinalização de obras: trecho em obras;
    • Placas de atrativos turísticos: Rodoviária, Museu, entre outras;
  • Placas auxiliares: área de estacionamento, hotel, restaurante, postos de combustível e outras. 

Sinais de Regulamentação: Conversão e Retorno

Entenda melhor o que os Sinais de Regulamentação informam aos condutores, segundo as regras do Código de Trânsito Brasileiro: 

  • Conversão: indicam o movimento em ângulo, à esquerda ou à direita, de mudança da direção original do veículo.
  • Retorno: solicita um movimento de inversão total de sentido da direção original de veículos.

Sinais de Regulamentação: Parada e Estacionamento

Você sabe qual a diferença entre os Sinais de Regulamentação: Parada e Estacionamento? Confira a seguir: 

  • Parada: sinaliza que é possível parar o veículo com a finalidade e pelo tempo necessário para realizar o embarque ou desembarque de passageiros do veículo.
  • Estacionamento: significa que o motorista não pode parar e estacionar em determinado ponto da via.

Sinais de Regulamentação: Troca de Faixa

Existem dois Sinais de Regulamentação que informam que o condutor está impedido de  mudar de faixa ou pista de trânsito, uma placa indica a proibição para direita e a outra placa indica a impossibilidade de trocar para a esquerda. 

  • Placa proibido mudança de faixa esquerda R-8b – Resolução Contran Nº 180 180/2005.
  • Placa proibido mudança de faixa direita R-8a -Resolução Contran Nº 180 180/2005.

Multas por desrespeito a sinalização

Os motoristas que desrespeitam os sinais de trânsito podem causar sérios problemas para eles e para outros cidadãos nas vias, como acidentes. Além disso, esses condutores que não respeitam as sinalizações das placas podem sofrer penalidades e receber multas.

Portanto, respeite a sinalização de trânsito para salvar vidas e não receber multas que vão pesar no seu bolso. 

No entanto, se cometer alguma infração e receber uma multa de trânsito, então conte com a Zapay para consultar e pagar os seus débitos veiculares de forma online, rápida e segura. 

Gostou de relembrar os sinais de trânsito? Então veja outros conteúdos no Blog da Zapay. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *